A partir de agora, você é um designer: define o seu estilo!

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

A partir de agora, você é um designer: define o seu estilo!

Ida Gaspar – homify Ida Gaspar – homify
  por FattoreQ fabbrica
Loading admin actions …

Provavelmente não é a sua profissão, mas esta poderá ser a sua paixão! 

O design de interior tem ganho cada vez mais relevância. Cuidar da casa, não é apenas tratar das limpezas e das arrumações, é também tornar este vosso ninho, um espaço acolhedor, cuidado, bem decorado e com bom gosto. Muitos não lhe ligavam patavina, mas com o crescimento dos interiores, quer ao nível de produtos, como das inspirações, das dicas, dos profissionais e outros… foi despertando interesse e hoje é uma verdadeira paixão. Até porque a nossa casa é um dos nossos maiores amores!!

Sem canudo na mão ou sem workshops frequentados, vamos sendo autodidatas no design da nossa prórpia casa. Procura-se muito, investiga-se muito, questiona-se muito, lê-se muito e todos os dias descobre-se a homify e acaba-se por ficar craque na matéria. Com esta pesquisa intensa, vamos descobrindo o que gostamos realmente, o nosso estilo, as cores prediletas, a melhor forma de otimizar o espaço e acaba-se (quase) designer… E é isso mesmo que abordamos hoje! 

Vamos brincar às profissões e hoje você é o designer, mas para entrar no jogo é necessário cumprir com os seis passos, ok? Então vamos começar em 1, 2 e 3…

1- Meça o espaço

Não começamos com coisas dificeís, ora veja só tem de pegar numa fita métrica, num bloco de notas e num lápis. Depois vai medir todo o espaço e apontar, é que se não escrevermos, chega-se à terceira parede e já não nos lembramos da anterior, ups

É importante termos antes demais noção do espaço que temos, de forma a projeta-lo corretamente e na hora de comprar os móveis, saibamos as medidas certas. Não vai o móvel ficar de fora, por ser demasiado grande, isso seria um erro de principiante (que já não é). Assim, tem ideia de que colocar, de que forma, nunca se esquecendo de deixar espaço livre, para a circulação e abertura do espaço. 

Agora pode projetar, aquela mesa aqui, o sofá ali, hum talvez uma poltrona pode encaixar-se neste espaço frente à janela…  

Crie!!

2- Define um orçamento

Infelizmente não podemos comprar tudo o que mais amamos ou nos passa pela cabeça, deixa-se sempre para aquele dia em que o Jackpot nos sair. Então, perante a realidade e as condições que temos, define-se um orçamento, mediante as suas necessidades e projetos. Estima-se um valor, que é imperativo cumprir, não adiante fazermos mais ou ir além daquilo que se pode. A partir dessa valor pré-estabelecido, analisa-se as reais necessidades e o que é urgente mudar, isto é priorizar. 

Se o pavimento, tiver em boas condições, talvez não seja necessário alterá-lo, no entanto, se as paredes estiverem degradadas então será aí que deverá atuar. 

Neste sentido e de acordo com o vosso orçamento, tenha uma lista de objetivos e desejos. Isto é o que é imperativo e urgente mudar e comprar, anexando valores, que procurará nas lojas e através dos orçamentos dos profissionais. Depois o que desejaria mudar, mas que não é tão importante. Estes podem ser cumpridos conforme os gastos que teve anteriormente. Se sobrar ou fizer uma bela ginástica orçamental talvez dê para comprar aquele sofá ou mudar a cama do quarto. 

3- Use as ferramentas de pesquisa online para inspiração e ideias: ir em homify ;)

O mundo da internet permite-nos hoje encontrar tudo o que queremos, aprende-se e descobre-se imenso através de um clique, é de facto incrível esta facilidade! 

E é isso mesmo que deverá fazer antes de projetar a sua nova casa ou remodelar o seu espaço. Pesquise muito, descubra estilos, as cores existentes e respetivas combinações… Há um mundo por descobrir e se quiser nem precisa de sair do site, bastará ficar ligado à homify, para investigar TUDO o que pretender. Aqui há ideias, inspirações, dicas de decoração, de organização, fala-se de todas as divisões da casa, abrange-se os mais variados estilos, mostra-se o que deve e o que não deve fazer, temos profissionais e produtos do mundo inteiro e de Portugal encontram aqui os melhores. 

A homify é sem dúvida a ferramenta on-line que o ajudará a ficar perito na matéria e a despertar este gostinho pelo design de casa. 

4- Tenha um estilo próprio

Casa  por TEEbooks

São variados os estilo – moderno, minimalista, industrial, eclético, clássico, mediterrâneo, rústico, colonial… Mas a verdade é que é difícil cingirmo-nos a um e cumpri-lo exatamente à risca. Por isso, acaba-se por combinar vários estilos, móveis de um, regras de outro, decorações deste ou daquele e ainda acrescenta-se a nossa pintada pessoal.Mas ao fazer isso, estará a criar o seu próprio estilo, algo inigualável e irrepetível, é marcar personalidade. E ser designer é isso mesmo, é criar a sua própria marca, e é por isso que não há um profissional igual ou um trabalho similar… Tudo depende dos gostos de cada um. 

Tenha a sua própria assinatura e descubra formas incríveis de o assumir… Esta ideia é por exemplo particular, marca um estilo próprio. 

5- Crie um livro de ideias

A vantagem de ligar-se à homify é que pode criar o seu próprio livro de ideias, é como um banco de imagens, lá irá guardas todas as suas imagens favoritas, as suas inspirações mais loucas e desejos fantásticos. É muito mais fácil, quando temos um suporte visual, quer para partilhar com um profissional, quer para perceber as nossas ideias e descobrir o nossos gostos e estilo.

Afinal, criar um livro de ideias ou uma pasta com as imagens favoritas é bem fácil e prático do que imprimir e recortar papéis, que rapidamente não saberemos do rasto. 

6- Pense sobre os efeitos psicológicos da cor para pintar as paredes

Sabia que as cores da nossa casa têm um efeito em nós? É verdade, poderá ser positivo ou negativo, conforme a paleta cromática que escolher. Tenha consciência que a sua casa é o vosso refúgio, é lá que se deve sentir feliz, confortável e seguro. Assim, é fulcral que todo o seu interior lhe proporcione aquilo que mais ambiciona, a alegria, a emoção, o descanso, a paz…

Hoje em dia, é comum apostar numa ou outra cor mais forte, numa das paredes, como a da sala por exemplo, de forma a distinguir-se e contrastar-se com as outras. É uma opção moderna e interessante, além de trazer algum dinamismo e originalidade ao ambiente. Mas tenha cuidado, não caía no excesso, porque o que poderia ser bonito e atrativo, poderá ser uma desgraça, pois ao colorir demasiado a sua casa, poderá provocar efeitos contrários aos pretendidos inicialmente. Tenha também um cuidado redobrado no quarto, uma vez que este é o lugar de repouso, as cores mais fortes poderão ser excitantes. 

Veja este artigo sobre as cores e descubra os seus efeitos

7- Inicie para dar vida às suas ideias. Escolha as ferramentas e os materiais certos

Bricolage ao Domícilio!:   por Pode Ser!
Pode Ser!

Bricolage ao Domícilio!

Pode Ser!

Agora que já investigou e acumulou matéria, pode pensar na fase do concretizar. Aqui é muito importante que tenha as ferramentas e os materiais adequados, caso contrário, nada feito. 

Pode começar a arregaçar as mangas e confiar em si, nós acreditamos no seu potencial. Bons projetos!!

Sentiu despertar a alma de designer? Conte-nos seus futuros projetos!
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!