10 coisas que deve saber para cuidar sozinho do seu jardim

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

Todos deveríamos ter um jardim… Um local sereno e meditativo, ou pelo contrário vibrante e divertido para as crianças brincarem. Infelizmente para muitos de nós essa é uma realidade longínqua. Mas se é um dos felizes proprietários de um pequeno pedacino de terra para plantar o seu jardim, hoje escrevemos para si!

Como é o seu jardim? Tem árvores, flores e relva, ou é pequenino e tem apenas verde? 

Seja qual for a sua composição ou tamanho, o mais certo é ter dúvidas sobre como cuidar dele. E quando dá com aquelas plantas, de que tanto gostava, secas como se tivessem estado ao sol do deserto dá por si a pensar que o melhor era mesmo contratar um jardineiro profissional. Mas o orçamento não dá para tanto…  

Nós percebemos, e sabemos também que as soluções existem. Desde escolher as plantas certas, à fertilização e à rega, há um mundo para descobrir na jardinagem. E com alguma paciência e persistência pode poupar bastante dinheiro e simultaneamente descobrir um passatempo ideal para si.

Por isso venha connosco conhecer algumas regras que deve seguir religiosamente se quer cuidar sozinho do seu jardim, e junte-se aos milhares de jardineiros amadores por esse mundo fora. Porque a relva nem sempre é mais verde do outro lado…

Conheça o tipo de solo do seu jardim

Se está a planear levar a sério a jardinagem é crucial começar por conhecer o seu tipo de solo. Todo o seu trabalho será em vão se a qualidade do solo não for a adequada.

O solo fornece os nutrientes vitais às suas plantas, água e ar que eles exigem para o crescimento e desenvolvimento saudável. Mas cada porção de terra tem a sua própria mistura de matéria orgânica e matéria inorgânica, que determina em grande parte o que lá pode cultivar com sucesso. No entanto as condições de solo ideais podem ser criadas de forma amadora em canteiros ou vasos. Para jardins e paisagens maiores o melhor é recorrer a um profissional para o ajudar a conhecer as características do solo que tem para trabalhar.

Basicamente existem cinco tipos de solo: – argiloso, arenoso, turfoso, calcário e lodoso. E cada um é perfeito para cultivar tipos de plantas muito diferentes. Adicionando alguns componentes ou drenando, por exemplo, pode conseguir adaptar o seu solo, mas o melhor é plantar vegetação adequada ao que já tem por isso toca a investigar.

Adube o solo corretamente

Para conseguir uma manutenção simples para o seu jardim, aproveitando o melhor das suas capacidades e com o mínimo de interferência possível, não se esqueça de preparar o solo e adicionar os fertilizantes ideais para cada planta. Isto pode parecer um pouco básico em termos de sugestão, mas enquanto que uma planta sem nutrientes socumbe ou sofre reveses no seu crescimento, o efeito de uma terra bem adubada nas suas plantas é fenomenal.

Depois de saber o tipo de solo que tem para trabalhar adicione-lhe os nutrientes necessários. As plantas, tal como os serem humanos, precisam de uma mistura de nutrientes para crescer. Elas precisam de nitrogênio (N) para o crescimento da folha, fósforo (P) para o crescimento da raiz, e potássio (K) para o crescimento do fruto.

A maioria dos adubos que pode comprar em centros de jardinagem ou comércio normal já contém estes nutrientes em quantidades suficientes para um crescimento de seis semanas. Aplique-os!

Controle as ervas daninhas

Vamos a acabar com a preguiça! Não deixe as ervas daninhas instalar-se! Se quer o seu jardim impecável tem de dedicar-lhe tempo e amor, por isso toca a arrancar regularmente toda e qualquer erva que nasça, para além das que semeou ou plantou.

Para ter menos trabalho pode optar por relvados resistentes e deixar o mínimo de área disponível ao crescimento de pragas indesejadas. Nas áreas que não forem relvadas pode utilizar cascas de pinheiro, cascalho, gravilha ou outro tipo de materiais granulosos para limitar o crescimento das ervas daninhas à volta das suas plantas. Veja como fazer na imagem acima, um projeto dos Viveros Pou Nou.

E sempre que uma aparecer não tenha pena! Arranque-a! Afinal o que melhor demonstra desleixo num jardim são ervas a crescer descontroladamente.

Desinfete as ferramentas de jardinagem

Jardim  por Sophie Allport
Sophie Allport

Sophie Allport Seed Tin and Plant Labels

Sophie Allport

Esta ideia pode parecer estranha, mas pode salvar as suas plantas e poupar-lhe dinheiro e trabalho extra. Especialmente se tiver alguma planta doente, que não é nada de estranho em jardinagem.

Sempre que trata uma planta doente está a sujeitar todas as outras ao mesmo problema se não limpar e desinfetar as suas ferramentas de jardinagem. Desinfetar as suas ferramentas de jardinagem é a melhor maneira de evitar a propagação de microrganismos causadores de doenças no seu jardim.

Mas antes de desinfetar, limpe. Remova a sujidade, detritos de plantas ou adubo, e só depois desinfete com um produto próprio.

Mantenha o jardim bem regado

Jardim  por Jonny's Sister
Jonny's Sister

Personalised Watering Can

Jonny's Sister

Plantas bebem a sua comida. Se o solo secar, as suas plantas vão morrer de fome, ou murchar.

A eficiência da rega vai estar diretamente ligada à retenção de água por parte do solo e pode tornar-se a parte mais vital do crescimento das plantas.

Mas água em excesso pode causar uma miríade de problemas de saúde às plantas, pelo que é essencial saber quando regar. Podridão da raiz, doenças e pragas vão instalar-se com água em excesso, pelo que é necessário conhecer as condições ideais e aprender as necessidades de rega para os diferentes tipos de plantas do seu jardim.

Por outro lado um solo muito poroso ou uma rega feita na hora de temperatura mais elevada do dia pode fazer com que esteja a gastar água sem que as suas plantas a recebam.

Use palhas e folhas

Jardins rústicos por Luiza Soares - Paisagismo
Luiza Soares – Paisagismo

MÃO NA TERRA, Belo Horizonte, 2015

Luiza Soares - Paisagismo

Palhas, folhas, musgo ou cascas de árvore…
Este material é usado para reter a humidade no solo, eliminar ervas daninhas, manter o solo fresco e tornar o aspeto do jardim mais atraente ao olhar. Como é material orgânico também ajuda a melhorar a fertilidade do solo quando se decompõe. Não deixe de usar no seu jardim!

Ampare as suas plantas e flores com suportes

  por Sarea
Sarea

Jardin

Sarea

As suas plantinhas estão a crescer, e tal como os adolescentes humanos estão a ficar com membros longos e desengonçados? Está na altura de lhes providenciar apoio!

As suas opções são muitas, desde galhos a estacas ou mesmo estruturas metálicas, tudo vale para ajudar as suas plantas a enfrentar as agruras do clima. Simplesmente fixe o material escolhido cravando-o firmemente no solo e ate a plantita a ele com um cordel.

Dê uma ajudinha à exposição solar

Jardim  por Tuti Arquitetura
Tuti Arquitetura

Jardim Vertical

Tuti Arquitetura

Planeie a plantação ou sementeira de modo a que as suas plantas recebam a quantidade de luz ideal. Para isso é necessário conhecer bem as necessidades da planta. Leia e pesquise, mas normalmente as plantas e sementes compradas nas lojas da especialidade já vêm com etiquetas que explicam como cuidar delas. 

Se as suas plantas mais amigas do sol estão em vasos, altere a sua posição conforme a hora do dia, ou mesmo segundo a estação do ano, para potenciar a exposição à luz do sol.

Use campânulas e proteções de plástico e metal em banda quando necessário

Jardim  por horst

Se ama muito as suas plantas e quer mantê-las no seu lugar ao longo de todo o ano considere a utilização de campânulas ou estruturas de proteção planta a planta, ou pelo menos canteiro a canteiro. Pode inclusivamente construir pequeninas estufas para essas plantas em particular. Este método é bastante útil para proteger as plantas mais sensíveis sem construir uma estufa, se estas não forem em número elevado. Mas lembre-se, vai ficar com um jardim esteticamente menos perfeito e terá de cuidar delas cá fora exposto ao vento frio e chuva…

E não se esqueça de construir uma pequena estufa para o inverno

Jardim  por Greenhouse Stores
Greenhouse Stores

Halls Popular 6x10 Greenhouse

Greenhouse Stores

Se no inverno gosta mesmo é de estar à lareira a ler um livro ou a tricotar e prefere deixar a jardinagem ao ar livre para alturas mais propícias, então a solução é construir ou comprar uma estufa. Com este simples dispositivo poderá continuar a usufruir do seu passatempo bem protegido, e as suas plantas mais sensíveis não estarão expostas ao clima frio. Plante dentro da estufa e na primavera transplante para o exterior ou simplesmente quando o frio chegar pegue nos vasos com plantas e coloque-os lá. 

Com uma pequena estufa além de continuar a jardinar, terá as suas queridas plantas em sítio seguro, e ainda poderá ter um jardim com mais estilo. Há estufas lindíssimas!

Ficou interessado cuidar do seu jardim? Então veja como o pode organizar com estas ideias.

Gosta de jardinagem? Tem sugestões que gostasse de partilhar connosco? Faço-o por mensagem!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!