Remodelação onde o passado ganhou vida!

Maria Miranda – HOMIFY Maria Miranda – HOMIFY
Loading admin actions …

O Porto é uma cidade com um grande potencial turístico e com muita vida, assim a reabilitação de apartamentos antigos tem estado bastante em voga na cidade. É de um destes casos que lhe falamos no homify 360º de hoje. Mas a acrescentar ao projecto temos um dado especial é que o prédio em questão, situado na Rua Alexandre Braga foi projectado em 1923 pelo reconhecido arquitecto portuense José Marques da Silva. O que o torna um edifício especial para a história da arquitectura e da cidade e coloca na sua reabilitação um grande responsabilidade. 

Um projecto pioneiro: Como referem os Arquitectos, que tiveram a cargo a tarefa de reabilitação do edifício, Nuno Valentim Arquitectura e Reabilitação ''o sistema construtivo tradicional da casa burguesa portuense foi reinterpretada por Marques da Silva, apresentando-se neste caso um pioneiro processo de ajustamento à incorporação de vigas em betão em forma de “T” invertido que reforçam a estrutura principal (diminuindo a presença de muros estruturais e libertando consequentemente a configuração interior dos espaços). Mantêm-se no entanto a madeira como elemento de estrutura secundária (pavimentos e cobertura) e a pedra nos muros de meação e nos elementos trabalhados da fachada. Trata-se de um dos primeiros edifícios na cidade do Porto a aplicar o betão como elemento estrutural e a assumi-lo como elemento de composição de fachada.''

Conheça abaixo este projecto tão especial.

Fachada

Na fachada a reabilitação é evidente pelas tonalidades bastante vivas como o amarelo que pode ver na imagem e o aspecto novo dos acabamentos. Já na fachada percebemos que este é um edifício com uma arquitectura especial, que marcou uma época. O apartamento tem seis pisos e uma organização que lembra a habitação corrente plurifuncional portuense. No rés-do-chão localizam-se duas entradas, uma destinada ao estabelecimento comercial, própria e independente, e uma segunda entrada individualizada para os restantes espaços do edifício. No 1º andar situam-se três escritórios, sendo os restantes andares destinados a habitação.

O projecto

Segundo os arquitectos ''O primeiro projecto do arquitecto para este edifício data de 1923 ao qual foram sendo feitas alterações, principalmente ao nível da composição do alçado, até estar concluído em 1928. O primeiro projecto apresenta uma composição que se aproxima da tipologia portuense, mas com uma profusão de elementos decorativos. O segundo projecto apresenta já o alçado actual, mais simplificado e que transparece a evolução da sua linguagem. Esta alteração passou sobretudo pela reformulação/depuração das fachadas e incorporação de betão, assumindo-o parcialmente como material de acabamento sem pintura na fachada da Rua Alexandre Braga.''

Escadaria

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva:   por Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação
Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva

Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Os interiores têm elementos em madeira como o chão e a escadaria, como era característico da época. Esta escadaria foi recuperada, sendo que o seu desenho foi mantido, é um exemplar bastante bonito de uma escada de um apartamento desta época. Com degraus em madeira e um corrimão trabalhado, também em madeira. O corrimão é clássico mas tem um padrão diferente daquele que costumamos ver, com formas geométricas aproximando-se de estilo contemporâneo. Esta escadaria é uma inspiração, conheça outras aqui.

Interiores

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva:   por Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação
Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva

Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Os interiores do edifício foram reabilitados mantendo as principais características do passado e preparando-as para o futuro. Desde o chão de madeira às soleiras da porta, todos estes elementos com características da época em que o edifício foi projectado. O resultado é magnífico e repare como o espaço está repleto de luminosidade e conforto.

Sala

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva:   por Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação
Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva

Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Amplas janelas e quase a todo o comprimento embelezam esta sala proporcionando uma fantástica entrada de luz natural. Uma sala com o charme das salas antigas, janelas elegantes, tectos trabalhados e pé direito alto. O melhor do passado transportado para os dias de hoje.

Uma casa espaçosa

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva:   por Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação
Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva

Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

O apartamento localiza-se no centro do Porto, uma óptima localização. E repare que os compartimentos são bastante amplos e espaçosos, um apartamento perfeitamente capaz de alojar uma família moderna, proporcionando qualidade de vida.

O espaço é propriedade da Fundação Instituto Marques da Silva (FIMS) que teve o interesse na preservação deste edifício de importantes características arquitectónicas, mantendo o seu programa/uso original com uma viabilidade económica apoiada no arrendamento das fracções.

Elementos arquitectonicos

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva:   por Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação
Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva

Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Alguns elementos especiais revelam uma arquitectura diferente, como por exemplo os ângulos que formam as paredes em primeiro plano na imagem, também estas com amplas janelas fazendo com que a luminosidade invada o espaço. Um bom exercício será imaginar a decoração dos interiores deste espaço tão singular no centro do Porto. Dê asas à sua imaginação…

Janelas para o Porto

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva:   por Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação
Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

Reabilitação de edifício de 1923-1928 da autoria do Arquitecto Marques da Silva

Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação

E é incrível a vista para a cidade do Porto, nomeadamente para o emblemático edifício do mercado do Bolhão. Sem dúvida este é um lugar cheio de vida, transeuntes e comércio animam e trazer cor a esta zona durante todos os dias do ano. Certamente um lugar muito interessante para viver…  

Conheça aqui outro exemplo de reabilitação de sonho!

Gostou?! Deixe o seu comentário... 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!