Remodelação de apartamento T3 no centro histórico do Porto Remodelação de apartamento T3 no centro histórico do Porto

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Remodelação de apartamento T3 no centro histórico do Porto

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Remodelação T3 no centro histórico Porto: Salas de jantar  por Alma Braguesa Furniture
Loading admin actions …

Convidamo-lo a acompanhar-nos ao Porto para lhe darmos a conhecer a remodelação de um apartamento T3, no centro histórico da cidade. Na verdade, a partir de um T3 desenvolveu-se um T2 com duas suítes, um escritório e a integração da antiga zona de marquise na cozinha e na sala. Desta forma, conseguiram-se áreas mais amplas.

O gabinete, responsável pelo projecto, apostou em materiais nobres e, no que toca a decoração, foi beber inspiração ao estilo nórdico que se confunde, neste projecto, com influências estilísticas dos anos '50. O apartamento tem a área total de 120 m².

O trabalho foi levado a cabo pela Alma Braguesa Furniture, uma empresa de design de interiores, com escritório em Braga. A Alma Braguesa actua no mercado público e privado, tendo como suporte um gabinete de design e arquitectura. Por ter produção própria, é capaz de dar resposta às necessidades específicas dos clientes e dos espaços intervencionados. Assim, conseguem-se criar ambientes exclusivos onde todos os detalhes são perscrutados com minúcia: as madeiras, as cores, os têxteis, entre outros.

Venha conhecer este encantador apartamento.

1. Um espaço, três ambientes: sala de estar, sala de jantar e zona de leitura

uma sala, três ambientes: Sala de estar  por Alma Braguesa Furniture
Alma Braguesa Furniture

uma sala, três ambientes

Alma Braguesa Furniture


Começamos pelo núcleo social do apartamento que reúne três ambientes: a sala de jantar, a sala de estar e uma zona de leitura que, por estar junto à janela, usufrui da luz natural que entra copiosamente no espaço.

A sala de jantar acomoda uma mesa de nogueira, ladeada por seis cadeiras, com estofos pretos em pele. O conjunto de estilo retro é coroado por um candeeiro esguio, com uma estética dos anos '50.

Na sala de estar, encontramos um sofá moderno, em tecido cinza, defrontado por um móvel de televisão, lacado em amarelo. A zona de leitura é singela e agradável, com uma cadeira de rattan a conformá-la. Estando as fibras naturais na moda, a opção por uma cadeira de rattan não podia fazer mais sentido. Adoramos o toque orgânico e rústico que o material empresta à atmosfera.

Destaque, ainda, para a carpete raiada que imita a superfície do mármore e compõe a decoração, tornando a sala mais confortável.

2. Sala e cozinha integrados

Na imagem, o detalhe da zona de ligação entre a sala e a cozinha. Esta última não se abre e integra totalmente na sala, mas também não está confinada entre quatro paredes. Quem estiver a utilizar a cozinha não se sentirá, por certo, isolado. A configuração é fluida e promove uma dinâmica familiar próxima e articulada.

O pavimento é flutuante, ou seja, não está directamente fixado ao chão. As peças são encaixadas entre si e colocadas sobre o piso pré-existente em cima de uma manta de material isolante. O flutuante é cada vez mais usado, pelo preço acessível e pela facilidade da instalação e da manutenção.

3. Sala de jantar

Sala de Jantar anos 50: Salas de jantar  por Alma Braguesa Furniture
Alma Braguesa Furniture

Sala de Jantar anos 50

Alma Braguesa Furniture

O mobiliário escolhido para a sala de jantar é em nogueira natural. Trata-se de um tipo de madeira elegante, muito utilizado para o fabrico de móveis. É denso, resistente e sobressai pelo luxuriante tom chocolate.

A acompanhar a mesa, está um móvel aparador que, para além de rematar o espaço, será útil quando aqui se fizerem refeições.

4. Cozinha

O mobiliário de cozinha é em MDF (Medium-Density Fiberboard), um derivado da madeira, e as bancadas em Silestone branco. O que mais se destaca, porém, é o revestimento cerâmico com padrão marmoreado que cobre as paredes e o chão. Este padrão impactante cria um ponto focal no ambiente, tornando-o único.

O generoso volume de arrumação em madeira, com forno e microondas embutidos, dispensa a adição de armários superiores, sobre as bancadas.

A cozinha fica, deste modo, mais leve, indo ao encontro das tendências actuais para o espaço.


5. Suíte I

Prosseguimos para a zona privada do apartamento, composta por duas suítes.

A primeira suíte exibe linhas simples e elegantes. A cama possui uma estrutura em madeira de nogueira e a cabeceira é forrada e almofadada. As mesas de cabeceira partilham o molde da base da cama e têm um módulo com gaveta lacado. As cores neutras são intervaladas pela carpete verde que, na sua discrição, dá vida ao ambiente.

Os candeeiros são, tal como os da sala, estilo anos '50. Para o tecto, pelo contrário, optaram-se por modernos spots LED. O roupeiro é embutido e apresenta superfícies brancas e lisas, quase imperceptíveis.

6. Suíte II

Terminamos na segunda suíte onde se impõe a cabeceira de cama, em ferro cortado a laser e lacado a cinza. É uma peça delicada, elegante e escultórica que chama a atenção e dispensa outros elementos decorativos elaborados. As mesas de cabeceira são em madeira de eucalipto fumado.

O processo de defumação transforma, por completo, a folha de eucalipto. O tom escurece e torna-se mais sofisticado e a superfície ganha matizes de poros dourados. É uma excelente opção para fabricar um móvel cheio de carácter que faça a diferença num espaço.

O que achou desta remodelação? Deixe-nos a sua opinião na caixa de comentários abaixo! 
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!