Pedras Para Piscina: Conheça os Tipos Mais Indicados, Dicas +16 Ideias

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Pedras Para Piscina: Conheça os Tipos Mais Indicados, Dicas +16 Ideias

Patricia Smaniotto – homify Patricia Smaniotto – homify
Piscinas  por Lanza Arquitetos
Loading admin actions …

Ter uma piscina em casa é algo que valoriza o imóvel, ao mesmo tempo que propicia muito lazer para a família e os amigos. A beleza dessa área social geralmente é buscada com entusiasmo por quem a inclui em um projeto de casa, mas não se deve esquecer que é preciso também buscar a segurança nesse espaço.

Um elemento importante para a segurança na área da piscina é escolher pisos antiderrapantes e que sejam atérmicos, ou seja, que absorvam calor. As pedras para piscina são ideais e podem ser encontradas em vários tipos, cores, tamanhos e modelos.

Neste livro de ideias, apresentamos os principais tipos de pedra para o entorno ou a borda da piscina e uma pequena seleção de imagens que podem ser inspiradoras na hora de projetar a área de lazer. Confira!

Por que escolher pedras para a piscina

Piscinas  por Lanza Arquitetos
Lanza Arquitetos

Casa Mangabeiras 2

Lanza Arquitetos

A piscina é, no projeto da casa, uma área social em que se promove o lazer da família e dos amigos, portanto ela deve ser pensada em termos de beleza e segurança, a fim de cumprir eficientemente seu objetivo e, ainda, constituir-se em um elemento de valorização do imóvel.

A escolha de pedras para a área da piscina é, portanto, um momento importante na busca do prazer e do bem-estar nesse espaço. Essas pedras, que deixam o ambiente mais fresco e fácil de cuidar, devem cobrir a borda ou mesmo todo o entorno da piscina. Os principais requisitos em relação às pedras para piscina é que elas sejam atérmicas e antiderrapantes. Aliás, é exatamente por causa dessas características imprescindíveis que não são indicados pisos cerâmicos ou outros pisos convencionais nessa área, geralmente muito lisos e escorregadios quando molhados.

As pedras para piscina precisam ser atérmicas – ou seja, não absorverem muito o calor – para que as pessoas possam caminhar sobre elas sem se queimar mesmo quando expostas direta e continuamente ao sol. E precisam ser antiderrapantes para que a sua superfície molhada não enseje acidentes, já que a área da piscina fica permanentemente molhada com a movimentação das pessoas que entram e saem da água.

Portanto, no que se refere a pedras antiderrapantes, é importante observar na hora da compra as ranhuras existente na superfície delas: são essas ranhuras que a tornam mais ou menos antiderrapantes. Verifique com o vendedor as opções existentes e pergunte sobre os tipos de maior qualidade para conferir se não vale mais a pena levar um produto mais caro, mas com mais qualidade no que se refere à aspereza da sua superfície e, portanto, capaz de propiciar mais segurança. 

Uma boa notícia é que existem centenas de opções de pedras para piscina, que podem ser encontradas em várias formas, modelos, cores e tamanhos, inclusive com texturas inovadoras que imitam os mais diversos materiais. Mais uma vez, lembre-se de que, quanto mais áspera, mais antiderrapante e melhor é a pedra para a segurança dos usuários da piscina. Um exemplo de pedra com textura semelhante a uma lixa é a Caxambu, por exemplo.

Tipos de pedras para piscina

1. Pedra mineira – A pedra mineira é uma das mais utilizadas no Brasil quando o assunto é o revestimento da área da piscina. Entre as suas vantagens estão a beleza, a durabilidade, a proteção térmica, a fácil instalação e a fácil manutenção, assim como o fato de ser naturalmente antiderrapante.

 2. Pedra São Tomé – Como a pedra mineira, a pedra São Tomé é uma das mais utilizadas na área de piscinas. Esta bela pedra é altamente resistente tanto a agentes corrosivos quanto ao desgaste natural, além de ser antiderrapante e ter capacidade de proteção térmica. Ela se apresenta em duas cores: branca e mesclada.   

3. Granito – Embora não pareça à primeira vista, o granito também é uma boa opção para se utilizar como pedra para borda de piscina ou mesmo em toda a área. Além de ser muito resistente graças à sua extrema dureza, o granito oferece adequação térmica, é um material de grande beleza e apresenta várias opções de cores. Porém, antes de ser aplicado à área da piscina, o granito precisa passar por um tratamento que o torne antiderrapante, já que a sua superfície polida é totalmente proibida em um ambiente molhado como esse.

4. Mármore – O mármore também pode, surpreendentemente, ser utilizado como piso para área externa, em função da sua dureza, resistência e proteção térmica, assim como da sua beleza e da variedade de cores e tipos que apresenta. Porém, como o granito, o mármore também precisa de tratamento antiderrapante antes de ser instalado no local.  

5. Piso Fulget – Embora não seja uma pedra natural como as anteriores, o piso Fulget, também conhecido como granito lavado ou granilite, também é uma excelente opção para a área da piscina, já que é totalmente atérmico e antiderrapante, além de apresentar beleza estética. Ele está disponível em dois tipos: o cimentício, que é uma mistura de cimento com pequenos pedaços de pedra (calcário, quartzo e mármore, entre outras), e o resinado, que mistura resinas com pedrinhas. O piso resinado, com tecnologia norte-americana que deixa o piso mais bonito e uniforme, apresenta várias vantagens em relação ao piso cimentício: ao contrário deste, ele não tem juntas e não fica com manchas; é mais resistente às intempéries e não corre risco de sofrer rachaduras com o tempo; e sua execução é muito mais rápida, já que não passa pelo banho com ácido de que o piso cimentício precisa, o que demanda tempo.

Limpeza e manutenção de pedras para piscina

Além da pedra mineira e da São Tomé, existem várias outras pedras naturais que podem ser utilizadas como piso de pedra para a área da piscina, sendo que quase todas, como a pedra Goiás, têm em comum o fato de serem atérmicas e de conterem ranhuras que propiciam um piso antiderrapante. Essas ranhuras, no entanto, têm o inconveniente de juntar sujeira, o que faz com que as pedras mereçam atenção especial na hora da limpeza. Uma boa notícia é que o uso de escovas e outros materiais similares está liberado, já que o piso não corre o risco de arranhar. Assim, o indicado é lavar o piso de pedra com água e sabão periodicamente, de modo a evitar que o acúmulo de sujeira reduza a qualidade antiderrapante do material.

A seguir, alguns exemplos de piscinas com pisos de pedra:

1. A piscina com revestimento em dois tons de azul fica em destaque com piso de pedra branca

2. A pedra branca em torno da piscina sinuosa faz boa parceria com o piso bege da área de lazer

3. Pedra branca e pedra mesclada na área de lazer delimita os ambientes

Piscinas  por Moran e Anders Arquitetura
Moran e Anders Arquitetura

Retrofit – Residência Alphaville

Moran e Anders Arquitetura

4. A área da piscina fica leve e aconchegante com a presença de pedra branca e de madeira

5. A combinação de pedra clara na piscina, madeira no deck e grama no jardim é convidativa

Piscinas  por Maria Claudia Faro
Maria Claudia Faro

ÁREA EXTERNA – PISCINA

Maria Claudia Faro

6. Piso de pedra São Tomé e outro que imita madeira criam ambientes na área de lazer

7. O piso claro em torno da piscina deixa a área elegante e delicada

8. Pedra e área verde são uma linda combinação para o entorno da piscina

9. Tons de bege também são uma opção bonita e discreta para o piso de pedra da piscina

Piscinas  por Lanza Arquitetos
Lanza Arquitetos

Casa na Pampulha 1

Lanza Arquitetos

10. A borda em pedra branca da piscina faz um contraste bonito com o gramado verde

11. Pedra São Tomé clara no piso e pedra filetada marrom na parede decoram a área da piscina

12. A pedra mesclada fica muito agradável no piso em torno da piscina

13. É importante o piso de pedra antiderrapante também em piscinas cobertas

Piscinas de jardim  por Flávia Gueiros
Flávia Gueiros

Espaço da piscina

Flávia Gueiros

14. A hidromassagem tem piso em granito em cor semelhante ao piso de pedra em volta da piscina

15. A borda da piscina recebeu pedra em tom marrom, enquanto a área em volta apresenta pedra bege

16. O mármore branco deixa sofisticada a área de piscina com linhas simples e retas

Piscinas  por Lanza Arquitetos
Lanza Arquitetos

Alberto Alkmim

Lanza Arquitetos
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!