Sete pequenos apartamentos, sete grandes inspirações

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Sete pequenos apartamentos, sete grandes inspirações

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Cozinhas  por  Design, Eclético
Loading admin actions …

Nas cidades grandes onde os apartamentos são cada vez mais pequenos, torna-se impreterível saber aproveitar o espaço de forma bem estruturada, de forma a propiciar um dia-a-dia das famílias pleno de bem-estar e de funcionalidade. Em boa verdade, o tamanho pouco importa quando se sabe optimizar e explorar as áreas com truques audazes e elementos de poupança de espaço.

Pode-se tratar de um apartamento pequeno, de um loft organizado em dois níveis ou de um estúdio. Independentemente da tipologia de habitação, há formas de transformar poucos metros em ambientes confortáveis e práticos. 

No artigo de hoje, mostramos-lhe sete projectos internacionais que mostram como tirar partido de ambientes pequenos. Venha vê-los e escolha o seu preferido!.

1. Agora o branco

O branco é uma cor indispensável num espaço pequeno, andando de mão dada com a luz natural. As cores claras são aliados perfeitos para ambientes pequenos uma vez que auxiliam a aumentar a percepção de amplitude, tanto num espaço aberto, como quando se trata de divisões separadas. Este loft é um exemplo agradável de como usar esta cor que torna o ambiente simples e limpo. A madeira e a luz desempenham igualmente um papel importante.

2. Móveis que poupam espaço

Em Bolonha, encontramos este apartamento de 33m². Porém, este espaço limitado não foi impedimento para se criar uma atmosfera confortável e convidativa. A estética e a funcionalidade combinam na perfeição neste apartamento limitado onde o corredor que liga o quarto e casa de banho à cozinha e à sala foi aproveitado para a inserção de espaços de arrumação que surgem sob a forma de nichos nas paredes.

3. Onde está o quarto?

Cozinhas  por  Design, Eclético

Consegue encontrar a cama neste loft? É difícil, mas não é impossível. A área de repouso quase desapareceu, passando despercebida no todo que é este pequeno estúdio. Se dispuser de uma altura generosa, esta é uma opção discreta a considerar. A separação entre os vários espaços da casa não é, por definição, particularmente notória. Todavia, através de móveis e pequenos elementos conseguimos perceber onde está o quê. Os móveis de design, como a cadeira Charles and Ray Eames, valorizam a decoração e prendem a nossa atenção que, desta forma, se desvia dos contrangimentos espaciais.

4. 60m² de sonho

O apartamento que vemos na imagem tem apenas 60m² estendidos para o exterior através do terraço. O chão em madeira clara e as paredes claras ampliam-no, assim como o mobiliário moderno e simples. Repare que, ainda que se trate de um espaço integrado, a cozinha distingue-se da sala através do chão revestido a cerâmica. O estilo contemporâneo e minimalista garante uma sensação de espacialidade à casa, sem excluir um toque pessoal e ecléctico.

5. Um sótão bem explorado

Salas de estar  por homify, Moderno

Projectar um apartamento num sótão? Mais do que um desafio, uma verdadeira diversão. Aproveite ao máximo cada recanto da casa e opte por esquema de distribuição de espaço que privilegie a funcionalidade. Se não pode, por exemplo, prescindir de uma biblioteca ou de um local onde arrumar os seus objectos decorativos, por que não aproveitar uma parede para o efeito à semelhança do que se fez na imagem? É certo que terá de o fazer por medida, mas, num espaço pequeno, cada centímetro conta. Um truque engenhoso? Uma clarabóia ampla que deixe entrar luz natural e amplifique o espaço.

6. Minimalista e cheia de carácter

O estilo minimalista, para além de apelativo, é extremamente útil para decorar e mobilar áreas pequenas. A ideia de móveis grandes para espaços exíguos é, por si só, uma contradição. O minimalismo dever-se-á reflectir não só na decoração, como na própria estrutura arquitectónica do lugar. A título de exemplo, temos as guardas de vidro da escada que, pela sua transparência, é como se não existissem no espaço. A escada leva-nos a um piso superior onde se encontram as áreas de lazer desta casa, desimpedindo o andar inferior para abrigar a zona social. Espaços em altura são, sem dúvida, uma grande vantagem.

Mora num apartamento pequeno? Vai inspirar-se em alguma destas sugestões? Deixe-nos as suas ideias. 
Casas  por Casas inHAUS, Moderno

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!