8 plantas que purificam o ar da sua casa

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
A primeira casa, Rima Design Rima Design Paredes e pisos modernos
Loading admin actions …

Viver numa cidade implica muitos escapes, muitas pessoas a respirar o mesmo ar, muita poluição vinda de várias origens. Respirar torna-se mais difícil e há mesmo cada vez mais pessoas com problemas a nível respiratório. Mas a natureza tem maneiras de purificar o ar!

Toda a gente sabe que as florestas são os pulmões da terra (têm uma ajudinha da peso no fitoplâncton dos oceanos, mas essa é outra história). O que pouca gente sabe é que, na realidade, elas podem fazer toda a diferença na qualidade do ar interior!

Pode parecer estranho, mas os interiores de nossas casas podem ser ambientes verdadeiramente tóxicos.

O formaldeído, proveniente de tintas e vernizes, dos móveis em contraplacado e até dos plásticos, liberta-se e paira no ar. O benzeno dos fumos, dos detergentes fortes e das fibras sintéticas. O amoníaco, tão presente em produtos de limpeza.

Estes são apenas três exemplos dos vários poluentes que respiramos dentro de casa, mas há muitos mais.

As plantas de interior podem dar uma ajuda preciosa, a eliminar estes e outros poluentes do ar que respira em casa. No entanto, há plantas que são muito mais eficazes do que outras.

Já sabe que a homify quer o melhor para si, por isso hoje falamos-lhe de algumas plantas de interior que são realmente eficazes como purificadoras de ar, para além de darem muito mais estilo à sua casa. Acompanhe-nos!

1 – Espada de São Jorge

As Espadas de São Jorge, nas suas variedades Sansevieria laurentii ou Sansevieria trifasciata, são plantas herbáceas bem conhecidas de quem gosta de ter plantas naturais em casa.

É uma planta pouco exigente, que não requer regas muito frequentes e tem uma boa longevidade. As suas folhas longas são muito decorativas, mas a sua propriedade mais especial é ser muito eficaz a limpar os tóxicos benzeno, formol, tricloroetileno, xileno e tolueno do ambiente interior.

Adicionalmente, produz uma boa quantidade de oxigénio durante a noite, o que vai melhorar a qualidade do ar em sua casa.

2 – Palmeira rápis

A palmeira rápis, de seu nome científico Rhapis excelsa, é uma planta com um porte elegante e esguio, muito usada como complemento decorativo, em especial para dar um toque exótico aos espaços.

Mas, além de bonita, esta planta é uma grande aliada na purificação do ar interior, limpando xileno, formaldeído e amoníaco. Este último, presente nos detergentes, faz com que a palmeira rápis seja especialmente indicada para casas de banho e cozinhas.

3 – Jibóia

A jibóia é uma planta muito apreciada em decoração pelas suas folhas de um verde fresco com manchas marmoreadas e pela facilidade de manutenção. O seu nome científico é Epipremnum aureum, mas é conhecida por muitos outros, como ’hera-do-diabo ou raínha-marmórea’.

Esta planta pode ter um papel crucial em sua casa, especialmente se gosta de mudar os móveis e a decoração muitas vezes, pois absorve benzeno, um químico muito utilizado no fabrico desses elementos.

4 – Pau D'Água

Apartamento . Lisboa . Reabilitação . Remodelação . Alfama, aponto aponto Cozinhas rústicas vintage,cadeiras de madeira,pavimento,mosaico hidraulico

O Pau D'`´``Água (Dracaena fragrans) é uma planta verde que pode atingir uma altura considerável, mas que cresce bem lentamente.

Quando bem mantida e podada, é excelente para fins decorativos, mas também para purificar o ar pois absorve vários químicos. Se chegar a florir, confere ao ambiente um delicado e fresco aroma que tornará os espaços ainda mais agradáveis.

5 – Antúrios

As espécies mais conhecidas de antúrios são Anthurium andraeanum e a Anthurium scherzeranum. Tanto uma como a outra são óptimas a filtrar amoníaco por isso, à semelhança da palmeira rápis, também são indicadas para casas de banho e cozinhas.

Gostou de saber destas propriedades dos antúrios? Então descubra como cuidar bem deles no artigo ’Antúrios: truques e cuidados a ter para que durem muito tempo’.

6 – Lírio da paz

Muitas vezes confundido com antúrio, o lírio da paz (Spathiphyllum wallisi) é a estrela das plantas purificadoras.

O lírio da paz remove compostos voláteis do ar, libertados por muitas acções decorativas e de construção, como pintar e envernizar, e pelas próprias peças decorativas.

Estes compostos são conhecidos por provocar dor de cabeça, alergias na pele, irritação nos olhos, nariz e garganta e falta de ar, entre outras aflições de saúde.

7 – Hera

A modesta hera, tantas vezes malvista por danificar as paredes que lhe servem de apoio, é na realidade uma planta perfeita para estrelar uma decoração fresca e acolhedora, como a desta imagem, de um projecto do gabinete Rima Design.

A hera-inglesa (Hedera helix), em especial, é muito útil a humidificar ambientes naturalmente secos, dispensado o humidificador artificial.

Por outro lado, esta planta consegue absorver muitos contaminantes do ar, à excepção do amoníaco, sendo óptimas para salas de estar e quartos.

8 – Fetos

Acabamos esta selecção de plantas purificadoras com os fetos, tão comuns em algumas matas, mas sobretudo em muitas casas do nosso país.

As suas folhas recortadas tornam os fetos muito apelativos, conseguindo dar uma imagem descontraída (despenteada) ao ambiente, sem que perca o seu ar composto. Além disso ocupam pouco espaço.

Tanto a variedade Nephrolepis exaltata como a Nephrolepis obliterata são excelentes a filtrar o formaldeído, libertado por papéis e madeiras contraplacadas, o que as torna muito indicadas para escritórios e salas (sobretudo com móveis novos).

Tem alguma destas plantas em casa? Se não tem, qual prefere vir a ter?

Precisa de ajuda com um projeto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!