Espaços de luxo e de requinte com raízes africanas

anadomenti anadomenti
Loading admin actions …

Hoje iremos partir até Angola para dar-lhe a conhecer a luxuosa sede do Cipro-Group. Localizado no pólo industrial de Viana, este projecto de luxo reflecte os conceitos de construção singular que foram desenvolvidos com o objectivo de criar soluções únicas tanto a nível de materiais e técnicas de construção assim como a nível de mobiliário e decoração.

A sede concentra aqui os escritórios, fábrica de madeiras e mobilimobiliário de luxo, oficinas e armazéns assim como apartamentos, suites, sala de convívio, lavandaria, piscinas,  refeitório e cozinha. 

Descubramos então os segredos destes espaços de extremo requinte e luxo onde a cor, textura e formas são captadas de uma forma muito singular pelo fotógrafo António Chaves.

Quando o vidro é o protagonista da história

Cipro Group - Sede - Angola:   por António Chaves - Fotografia
António Chaves – Fotografia

Cipro Group – Sede – Angola

António Chaves - Fotografia

Comecemos então por apresentar-lhe o exterior do edifício. 

Este projecto, que por fora nada mais é que um enorme volume em vidro, começa por surpreender-nos mal nos começamos a aproximar dele. De modo a captar-nos a atenção, deixa-nos espreitar o luxo que este mesmo envolve, ao utilizar o vidro como material principal. Assim, uma fachada sóbria e monumental é encarada como uma grande montra que revela toda a beleza do interior. Vamos então descobri-la?

A forma

Cipro Group - Sede - Angola:   por António Chaves - Fotografia
António Chaves – Fotografia

Cipro Group – Sede – Angola

António Chaves - Fotografia

Quando nos encontrámos no interior do edifício, verificámos de imediato a existência de espacos distintos. Na zona de entrada e recepção, podemos verificar o enorme incentivo à permanência no lugar proporcionado através da pequena sala de espera. Aqui, para além das cores e materiais utilizados, é a forma dos objectos que ganha principal destaque. Desde a utilização da curva na parede que define a zona de espera, passando pelo círculo para definir os luxuosos candeeiros até à combinação da curva e linha recta para a definição da mesa de recepção; todo este espaço poderá ser lido como um todo devido à beleza da forma destes objectos.

Os materiais

Cipro Group - Sede - Angola:   por António Chaves - Fotografia
António Chaves – Fotografia

Cipro Group – Sede – Angola

António Chaves - Fotografia

Para além da forma, os materiais utilizados são também culpados pelo bom gosto e requinte que encontrámos nestes espaços. Mais uma vez, podemos verificar que a diversidade poderá ser muito benéfica quando procuramos atribuir um carácter único aos espaços. Aqui podemos dizer que o mármore tem um papel fundamental para a definição da volumetria geral. Ao mesmo tempo que reveste o pavimento, trespassa para o plano vertical definindo assim a parede do fundo da sala. Para além do mármore, o espaço é definido pelo uso da madeira no mobiliário, a pele nas poltronas e na cadeira de escritório, do metal utilizado nas peças de decoração (vasos e candeeiros), do vidro e do tecido.

A cor

Cipro Group - Sede - Angola:   por António Chaves - Fotografia
António Chaves – Fotografia

Cipro Group – Sede – Angola

António Chaves - Fotografia

Sabendo que a cor é um dos elementos fundamentais na cultura africana, esta não poderia faltar na definição destes espaços. Combinada com os diversos materiais, a cor surge aqui nas mais variadas formas e elementos decorativos. Esquecendo os monocromáticos, este espaço surge repleto de alegria e vida proporcionados pelo vermelho vivo utilizado nas cadeiras e no aparador ao fundo, pelo laranja nas cadeiras e nos quadros e pelos castanhos da madeira no chão e paredes. Todas dentro da mesma gama cromática, surgem combinadas com pequenos apontamentos de verdes e amarelos que fazem lembrar o mundo selvagem africano.

Os padrões

Cipro Group - Sede - Angola:   por António Chaves - Fotografia
António Chaves – Fotografia

Cipro Group – Sede – Angola

António Chaves - Fotografia

Se alguma vez foi dito que a utilização de padrões em excesso poderia arruinar um espaco, essa afirmação estaria completamente errada. O excesso de mosaicos utilizados no chão, paredes e tecto tornam esta sala de jantar num espaço extremamente divertido e criativo ao mesmo tempo que luxuoso. Estes padrões, combinados com elementos clássicos e de linhas simples criam aqui um lugar muito dinâmico e moderno. A mesa de jantar, toda ela em vidro, surge aqui como uma analogia ao camaleão. Ou será que ao contrário de nós, reparou na mesa logo à primeira vista?!

A luz como definidora de espaços

Cipro Group - Sede - Angola:   por António Chaves - Fotografia
António Chaves – Fotografia

Cipro Group – Sede – Angola

António Chaves - Fotografia

Para além do que já foi aqui referido, a luz é um dos elementos fundamentais para tornar um espaço único que alicite à permanência no mesmo. Este é o caso desta sala de estar, que ao combinar os enormes vãos em vidro e clarabóias com a estratégica iluminação artificial, tornam esta sala num espaço perfeito para desfrutar de um incrível final de tarde africano.

Tem mais alguns segredos de luxo que queira partilhar conosco? Conte-nos tudo!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!