Espectacular renovação em França

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Quando uma casa se torna obsoleta e deixa de servir as necessidades dos proprietários, estes devem tomar uma decisão. Podem fazer as malas e tentar vendê-la ou, tendo possibilidades para tal, pôr mãos à obra e renová-la. Há prós e contras em cada uma destas decisões e a solução depende, certamente, dos donos e das suas circunstâncias.

Hoje, na homify, vamos focar-nos num projecto de renovação. Quando a casa tem potencial, está construída num local agradável e os donos têm uma noção daquilo que gostariam de ver alterado, então esta é uma boa opção.

A moradia deste livro de ideias, renovada pelo arquitecto parisiense Oliver Stadler, demonstra como é possível que uma estrutura que parece ter os dias contados ter ainda muito para contar. A transformação é admirável. Venha conhecê-la.

Casa de terror: escura e melancólica

Apesar de ainda estar habitável, o aspecto da casa não era agradável. A fachada, outrora branca, estava delapidada. A cobertura do alpendre não deixava a luz natural entrar em pleno pelo que as janelas são meras aberturas sombrias. As plantas trepadeiras já não tinham folhas, o que dava à casa um ar desleixado. É o tipo de casa para onde ninguém gostaria de regressar ao fim do dia.

Afinal havia outra

Espere. Afinal não havia outra. É a mesma casa! Mas, que diferença! A casa despiu-se do seu carácter umbroso e pouco convidativo. A versão renovada mantém a estrutura original do edifício, mas a nova pintura e o telhado reparado dão-lhe outro vigor. Repare que o alpendre já não existe. Agora, os proprietários podem desfrutar de uma varanda. A ausência de uma cobertura facilita a entrada de luz na casa. E as janelas? Já reparou? Foram ampliadas, oferecendo à moradia um aspecto mais leve e fresco. O jardim também foi tratado. A vegetação deplorável está agora verde e possante, emoldurando na perfeição a casa.

Uma cozinha brilhante e funcional

Cozinhas modernas por Olivier Stadler Architecte
Olivier Stadler Architecte

Cuisine avec plan en béton ciré

Olivier Stadler Architecte

Ao entrarmos na casa, deparamo-nos com uma cozinha luminosa agregada à sala de jantar. A renovação envolveu a demolição de paredes para se criarem espaços abertos. O plano aberto é melhor para as famílias porque permite uma melhor supervisão das crianças e promove o diálogo entre os membros da família. A cozinha e a sala são ambas funcionais e modernas. O chão em cimento polido da cozinha demarca-a da sala de jantar e é mais fácil de limpar pelo que foi a escolha adequada para o espaço em questão.

Sala de família espaçosa

Salas de estar modernas por Olivier Stadler Architecte
Olivier Stadler Architecte

Ouverture des murs porteurs, pose d'IPN pour agrandir les espaces

Olivier Stadler Architecte

O plano aberto também inclui uma sala de estar espaçosa. As grandes janelas atrás do sofá deixam entrar luz natural. A sala de estar distingue-se da cozinha e da sala de jantar e forma um nicho limitado pelo sofá com chaise-longue. Este espaço aberto, em grande parte preenchido pelo sofá, é confortável para o tempo passado em família. As crianças podem brincar na sala de estar, enquanto os pais trabalham ou preparam o jantar.

Hall

Closets modernos por Olivier Stadler Architecte
Olivier Stadler Architecte

Aménagement du dressing d'entrée

Olivier Stadler Architecte

Conheçamos agora o hall. Tal como as divisões anteriores, também ele é luminoso e moderno. Os proprietários aproveitaram este espaço para embutir armários que se prolongam do chão até ao tecto, oferecendo muita arrumação, o que vem sempre a calhar numa casa com crianças. As janelas dão as boas-vindas à luz natural que ilumina o espaço na totalidade, sem ser necessária qualquer luz artificial ao longo do dia. Assim se poupa energia. Preparar as crianças para a escola num espaço como este é uma tarefa simples.

Quarto das brincadeiras

No segundo andar, para além dos quartos – cuja imagem os proprietários decidiram não disponibilizar – encontramos também um quarto de brincadeiras para as crianças. Os tectos baixos dão a sensação de se tratar de uma casa da árvore, para além de tornarem as prateleiras mais acessíveis. Os pequenos nichos e armários armazenam todos os livros e brinquedos das crianças. Em contraste com o branco escolhido para as paredes e os armários, encontramos um tapete num alegre tom cor-de-rosa.

Que grande transformação! Gostou da forma como os arquitectos resolveram as principais fragilidades da casa? Deixe-nos a sua opinião! 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!