Elevador em casa: tudo o que precisa de fazer antes de se atirar de cabeça | homify | homify Elevador em casa: tudo o que precisa de fazer antes de se atirar de
Error: Cannot find module './CookieBanner' at eval (webpack:///./app/assets/javascripts/webpack/react-components_lazy_^\.\/.*$_namespace_object?:2982:12) at at process._tickCallback (internal/process/next_tick.js:189:7) at Function.Module.runMain (module.js:696:11) at startup (bootstrap_node.js:204:16) at bootstrap_node.js:625:3

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Elevador em casa: tudo o que precisa de fazer antes de se atirar de cabeça

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Corredores, halls e escadas modernos por Arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris Moderno
Loading admin actions …

O elevador residencial é um aparelho que, embora possamos associar aos tempos mais modernos, data já dos anos ‘20. Inicialmente tido como um artigo de luxo, tem vindo a ganhar cada vez mais destaque, acompanhando a forma como encaramos a habitação e como vemos nela, entre outras coisas, um investimento para o futuro.   

Para além de oferecer maior funcionalidade e conforto ao seu espaço habitacional, esta tecnologia ajuda a valorizar o seu imóvel a todos os níveis e a torná-lo ainda mais especial, não só aos seus olhos como também aos das pessoas no geral. Porém, e como é natural, para se proceder a uma empreitada desta dimensão é necessário estar preparado para o que aí vem antes da instalação, durante e depois. 

No nosso artigo de hoje, pretendemos ajudá-lo a clarificar aquilo que um elevador de residência pode fazer por si e aquilo que precisa de saber antes de avançar para a sua instalação.

Acompanhe-nos e tome nota.

1. O que considerar antes de instalar um elevador?

Domuslift para interior por homify Moderno
homify

Domuslift para interior

homify

Antes de instalar um elevador no seu espaço residencial, deve considerar de forma ponderada todos os prós e contras dessa decisão. As vantagens da instalação deste tipo de tecnologia são claras e inequívocas, beneficiando qualquer pessoa, qualquer residência e qualquer família que nela habite. Ainda assim, é fundamental que perceba o tipo de casa – estrutura arquitectónica – que possui, o orçamento e as suas reais necessidades.

Tendo em conta o investimento que vai fazer, tenha a certeza que adopta uma solução eficiente e que seja adequada às suas necessidades. Avalie a estrutura da casa e saiba como adaptá-la à instalação de um elevador. Se a casa estiver ainda a ser projectada, o processo é simples e passa pela ordenação das várias divisões de forma a que a instalação da nova tecnologia seja viável e torne o espaço mais funcional e confortável. Se, por outro lado, a casa já estiver construída e habitada, não desanime pois pode haver soluções para proceder, na mesma, à instalação. Claro que, neste caso, o processo é mais complexo e obriga a um estudo mais intenso para perceber o projecto original e saber de que forma se pode instalar o elevador sem causar muito impacto e alterações no espaço original da casa.

2. Quais são as vantagens de instalar um elevador?

Elevador residencial Casas modernas por homify Moderno Alumínio/Zinco
homify

Elevador residencial

homify
  1. Acessibilidade: a instalação de elevadores em residências foca-se fundamentalmente na mobilidade e acessibilidade, seja para uma perspectiva de futuro ou para o bem-estar de quem já habita a casa. É muito importante que a casa seja eficaz e confortável para quem nela habita, seja qual for a sua condição física e/ou a sua limitação locomotiva. Pessoas de cadeira de rodas devem ter a possibilidade de circular por toda a casa de forma independente e sem que isso implique esforço extremo e desnecessário. A forma como os elevadores dão resposta a estes problemas faz desta uma das principais vantagens da sua instalação. 
  2. Valorização da casa: com o mercado imobiliário cada vez mais difícil e concorrido, qualquer elemento de destaque de uma habitação funciona como vantagem e ponto a favor na hora de a avaliar. O elevador, por todas as características que possui e por tudo o que oferece à residência em termos de segurança e mobilidade, terá sempre um impacto fundamental nessa avaliação.
  3. Valorização estética: o grande objectivo dos elevadores de residência passa pela funcionalidade e pela forma como respondem à necessidade dos moradores. Ainda assim, para além disso, não há como fugir à questão da beleza estética que o elemento oferece. A forma como são incluídos na estrutura habitacional da casa fazem dos elevadores um elemento importante na estética do edifício que não passa despercebido a ninguém.
  4. Segurança: a acessibilidade, ao contrário do que muitas vezes pensamos, é algo que afecta todos os utilizadores do espaço habitacional e não apenas aqueles que, por uma ou outra razão, possuem mobilidade reduzida. Podemos por isso dizer que todos os moradores vão beneficiar de maior conforto e segurança ao circular dentro de casa.
  5. Práticos: muitas compras, malas de viagem, carrinhos de bebé, transporte de caixas durante as mudanças… são muitas as situações em que nos podemos ver extremamente carregados e, convenhamos, subir e descer escadas nestas circunstâncias não é particularmente agradável. O elevador resolve o problema. 

3. Quais são as desvantagens de instalar um elevador?

Elevador residencial Cozinhas modernas por homify Moderno
homify

Elevador residencial

homify

Não obstante as sedutoras vantagens, há algumas desvantagens associadas aos elevadores. Destacaríamos as seguintes: 

  1. Custo de instalação e manutenção: embora já haja muitas opções no mercado e empresas que oferecem a possibilidade de se pagar o investimento em parcelas, não há como negar que, associados aos elevadores, estão altos custos de instalação e de manutenção. 
  2. Difícil de instalar: se a casa for construída de origem, pode ignorar este ponto. Todavia, se o elevador for incorporado a posterior, então pode ser mais difícil ou, em alguns casos, impossível. 
  3. Ocupa muito espaço: tenha em mente que a instalação de um elevador lhe subtrair espaço à casa. É uma caixa volumosa que requer espaço para ser instalada e funcionar devidamente. Há quem contorne esta questão, construindo o elevador no exterior (mas aberto para o interior, claro está).
  4. Pode criar maus hábitos: se é certo que é uma mais-valia para idosos, pessoas com mobilidade reduzida, para quando estamos, por exemplo, carregados com malas ou compras ou cansados, também não é menos verdade que o elevador pode criar o mau hábito, numa pessoa perfeitamente saudável, de nunca mais recorrer às escadas. Como bem sabemos, o sedentarismo tem repercussões na saúde e se passa o dia sentado a uma secretária, não faz desporto e depois ainda usa o elevador em casa, pode criar um problema! 
  5. É necessário um gerador: esta não é necessariamente uma desvantagem, mas sim uma salvaguarda. Para não ficar preso no elevador caso falhe a luz, instale um gerador. 
  6. Pouco seguro para crianças: há acidentes que, infelizmente, incluem crianças e elevadores. Numa casa onde existam crianças e elevadores, a vigilância deve ser redobrada, podendo mesmo ser oportuna a instalação de um portão de segurança em torno do elevador. No mais, deve explicar aos seus filhos como se usa o aparelho e os perigos que este pode constituir. 

4. Que tipos de elevador residencial existem?

Elevador residencial Casas modernas por homify Moderno
homify

Elevador residencial

homify
  1. Elevadores hidráulicos: os elevadores hidráulicos são os mais antigos e, normalmente, considerados a melhor opção para uma residência, fundamentalmente por serem mais seguros. Este é um tipo de elevador resistente e confiável em todos os momentos de utilização. Ainda assim, tenha em mente que, optando por estes modelos, necessita de ter uma espécie de sala de máquinas em sua casa – de preferência afastada dos principais ambientes por causa do ruído -, o que torna a instalação mais lenta do que os restantes modelos. Este é um modelo de instalação mais versátil e mais económica quando comparado, por exemplo, com o eléctrico. Ainda assim, tenha em mente que este tipo de elevador “consome” óleo hidráulico o que, infelizmente, provoca cheiros que se podem espalhar pela casa.
  2. Elevadores eléctricos: os elevadores eléctricos são os modelos que mais modernização sofreram ao longo dos tempos. Funcionam com suspensão de contrapesos e, por isso mesmo, podem não ser o ideal para casas construídas em zonas de elevada propensão sísmica. São elevadores mais práticos e de utilização mais fácil, não necessitando de casa de máquinas e não usando óleos para o seu funcionamento. A sua sustentação por sistema eléctrico faz com que os níveis de ruído sejam inferiores às outras opções, proporcionando maior conforto e despreocupação. Além de tudo, este é também o modelo mais rápido e, por isso, mais eficaz na deslocação entre pisos. 
  3. Elevadores pneumáticos: fruto das suas características, os elevadores pneumáticos têm-se tornado cada vez mais requisitados para instalação em residências. A vantagem deste modelo foca-se principalmente no tamanho mais compacto e na facilidade com que pode ser instalado em habitações já construídas e habitadas, sem necessitar de grandes alterações à estrutura. Para além de tudo isto, é também energeticamente mais eficaz sendo, por isso mesmo, mais adaptável a qualquer tipo de orçamento. Tem sido o modelo mais escolhido para projectos de arquitectura moderna nos últimos anos uma vez que, a versatilidade que possui, faz com que facilmente se torne parte integrante da estrutura e do projecto arquitectónico em questão.

Recomendado:
- Consulte o seu arquitecto antes de dar início a um projecto desta natureza.

5. Em que situações o elevador é conveniente?

  1. Para moradores com mobilidade reduzida: se a sua mobilidade, ou de algum familiar, é reduzida permanente ou temporariamente, o uso de elevadores em residências com mais de um piso vai tornar a sua vida muito mais confortável, aumentando exponencialmente a qualidade da mesma. Esta tecnologia permite quebrar os limites de locomoção dentro da casa e quebrar barreira na forma como a pessoa se move e, também importante, na forma como os familiares se relacionam com essa mesma locomoção. 
  2. Perspectiva de futuro: se vive numa casa onde planeia passar o resto da sua vida, planeá-la com pensamento no futuro é uma óptima decisão: é aqui que entram os elevadores. Com o avançar da idade é normal que as dificuldades de locomoção aumentem e a necessidade de ajuda de terceiros seja uma realidade cada vez mais premente e até, em certo ponto, constrangedora. Construa a sua casa pensando nesses momentos e equipando-a de forma a que não seja obrigado a sentir-se desconfortável na sua própria habitação. Com isto, evitará ter de mudar de casa e estará a cuidar o seu futuro e a fazer com que envelhecer seja também um privilégio vivido da forma mais confortável possível.
  3. Necessidade de valorização: a instalação de um elevador de residência é, para além de tudo o resto, uma forma de aumentar exponencialmente o valor estético, funcional e comercial da sua casa. Aposte na instalação de um aparelho que se ajuste à decoração e ao estilo arquitectónico da casa, que se integre na estrutura, que possua acabamentos de alta qualidade e que seja uma mais valia em todos os sentidos. Mais tarde, se pretender colocar a casa no mercado, esta estará certamente classificada numa gama mais elevada e atingirá um valor de mercado que permitirá fazer um negocio mais rentável.

6. Os custos e a manutenção

Hall de Elevador por WGR Engenharia Moderno

Embora a instalação de elevadores de residência se tenha tornado mais comum e, por isso mesmo, estes aparelhos estejam mais acessíveis na hora da aquisição, deve ter em mente que os custos não se vão ficar por aqui. Planeie bem o projecto e inclua sempre, na estimativa dos custos, os valores relacionados com as obras iniciais – e possíveis alterações à estrutura da casa -, a instalação em si e, claro está, a manutenção. A instalação deste tipo de tecnologia pode obrigar a modificar várias coisas em sua casa, como por exemplo o sistema eléctrico, o que apresentará custos acrescidos no valor final.

Depois de devidamente instalado e funcional, é importante que o elevador seja alvo de manutenção regular, de forma a manter o seu normal funcionamento e toda a segurança. Desta forma, estará a evitar problemas futuros que podem atingir níveis de gravidade elevados. Por norma, este tipo de aparelho prima pela segurança que oferece, ainda assim é necessário cada um fazer a sua parte, tornando-se imprescindível realizar uma manutenção atenta e levada a cabo por profissionais especializados.


E por falar em mobilidade, não deixe de ler este artigo: 
- Casa de idosos: o que ter em consideração quanto ao seu interior

Ficou convencido? Acha que um elevador lhe ia ser útil? Conte-nos tudo! 
Casas modernas por Casas inHAUS Moderno

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!