Casa feita de memórias e paisagem

Mariana Caldeira Mariana Caldeira
Loading admin actions …

A casa em que vivemos assume um papel preponderante no nosso dia-a-dia. Além de nos proporcionar ambientes mais ou menos adequados às diferentes funções, acaba por ser o palco de grande parte das nossas memórias e vida familiar. As verdadeiras casas de família, ocupadas por várias gerações ao longo dos anos, são, sem dúvida, o melhor exemplo do valor simbólico que uma habitação pode ganhar.

É neste sentido que lhe apresentamos um projeto de recuperação e ampliação de uma quinta de família no sul do país. Com o objetivo de cumprir o desejo do avô dos arquitectos João e Andreia Rodrigues, desenhou-se um espaço capaz de combinar a preservação do passado com as vivências do presente num resultado intemporal.

Para responder este desafio, os dois irmãos juntaram-se ao arquitecto Manuel Aires Mateus, que mais uma vez nos surpreende através do seu trabalho absolutamente irrepreensível. Venha connosco e descubra um espaço magnífico, muitíssimo bem registado pelo fotógrafo português Nelson Garrido.

Lugar

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

O local da intervenção encontra-se envolvido pela típica paisagem alentejana, perto de Montemor-o-Novo, entre alguns lagos e sobreiros. Além da atmosfera relaxante das planícies desta região, a construção localiza-se numa herdade que com 400 hectares conforma condições ambientais excepcionais.

Intervenção

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

Dadas as características do lugar, a intervenção desenvolvida pelos arquitectos procurou apenas complementar a beleza natural deste território rural assim como a paisagem única do local. Sendo assim o trabalho seguiu três princípios fundamentais; recuperar a identidade original do espaço, introduzir uma piscina para lazer e integrar um jardim e horta de apoio às novas vivências da casa.

Arquitectura

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

Os espaços foram cuidadosamente remodelados procurando preservar a identidade original da arquitectura. Apesar de terem sido integrados novos materiais e acabamentos de acordo com as características de conforto da atualidade, foram mantidos os aspectos mais rústicos do espaço através de algumas peças de desenho mais tradicional e da presença da madeira. 

Piscina

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

Para quebrar a paisagem seca do Alentejo foi introduzida uma piscina em linhas bastante mais modernas. Sem criar contrastes com a envolvente, este elemento assume uma forma quadrangular criando uma sensação de total continuidade com a horizontalidade da envolvente.

Jardim

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

O último passo da intervenção foi a integração de um jardim quadrangular capaz de suprimir alguns funções de apoio à habitação. Ocupando cerca de um hectare, este novo espaço incorpora uma horta e ainda flores e outros tipos de vegetação. Além de preencher algumas questões funcionais importantes, o jardim conforma um ambiente único ao nível sensorial e visual, proporcionando uma experiência única.

Interiores

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

O interior da habitação é acompanhada de uma simplicidade desconcertante. Embora o branco seja sem dúvida o tom predominante, qualquer hipótese de monotonia é quebrada pela materialidade dos pavimentos mais rústicos e outras peças decorativas mais tradicionais. O verdadeiro protagonista do espaço é, sem dúvida, a paisagem que através dos grandes vãos conforma verdadeiros quadros.

Simplicidade

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO:   por NGPHOTO
NGPHOTO

AIRES MATEUS, CASA NO TEMPO

NGPHOTO

O mais interessante deste projeto foi sem dúvida a forma como o trio de arquitectos lidou com a passagem do tempo na arquitectura. A compreensão de um valor simbólico muito forte criado pela ocupação da casa por diferentes gerações da mesma família, a capacidade de integrar uma nova dimensão contemporânea sem criar qualquer contraste dramático com o contexto e a concepção de uma arquitectura verdadeiramente intemporal deram origem a um espaço de excelência. A simplicidade deslumbrante da casa só pode resultar de um processo criativo extenuante.

Conte-nos a sua opinião. O que achou da combinação entre passado, presente e futuro?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!