Cores para tornar a fachada frontal moderna | homify | homify Cores para tornar a fachada frontal moderna
Error: Cannot find module './CookieBanner' at eval (webpack:///./app/assets/javascripts/webpack/react-components_lazy_^\.\/.*$_namespace_object?:2982:12) at at process._tickCallback (internal/process/next_tick.js:189:7) at Function.Module.runMain (module.js:696:11) at startup (bootstrap_node.js:204:16) at bootstrap_node.js:625:3

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Cores para tornar a fachada frontal moderna

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Casas modernas por monovolume architecture design Moderno
Loading admin actions …

Ainda que a percepção da cor possa ser subjectiva de pessoa para pessoa, ao longo dos anos esta veio desempenhando, nas sociedades, um papel estético e principalmente simbólico que se foi enraizando e ajudando, muitas vezes, a atribuir diferentes significados e a caracterizar os espaços de acordo com a sua história, os seus costumes e tradições. Embora muitas vezes colocada, erradamente, em segundo plano, ela é um dos elementos fundamentais na arquitectura e na decoração e exerce um papel decisivo no resultado da obra projectada, ajudando a marcar o espaço, a defini-lo e a criar uma memória visual sobre ele. 

Na verdade, a cor, tem a capacidade de transformar um edifício e de moldar por completo a percepção que podemos ter dele. A sua energia afecta as nossas funções corporais e influencia as nossas emoções de forma positiva ou negativa. Quando correctamente utilizada, tem um papel fundamental no nosso conforto e bem-estar na relação com o espaço, mas quando mal utilizada (ou utilizada em excesso) tem a capacidade de criar ambientes de grande ruído visual e exuberância que provocam uma estimulação exagerada e, por isso mesmo, desconforto, mau-estar e cansaço visual.

Na arquitectura, a cor e aquilo que ela nos transmite estará sempre dependente dos materiais que tem como base e da fonte de luz que nela incide. Assim sendo, a cor de um edifício e a percepção que temos dele não depende apenas da sua pintura, mas também, de igual forma, dos materiais utilizados e da forma como estes são expostos e organizados.

No artigo de hoje, pretendemos dar-lhe a conhecer vários exemplos de projectos de arquitectura moderna onde a cor desempenha um papel fundamental na percepção do resultado final. 

Acompanhe-nos.

1. Multiplicidade de cores e materiais

Começamos por uma casa onde se destaca o uso de diferentes cores e materiais. Trata-se de um imóvel moderno, de linhas geométricas bem definidas e onde a cor desempenha um papel fundamental, não só na percepção que se tem do espaço, como também na demarcação do mesmo.

Os profissionais decidiram utilizar três cores, todas elas de características vincadas e que reforçam o carácter moderno, o conforto e a elegância do edifício. Assim, a casa ficou dividida em três ambientes distintos: o privado pintado de branco e que, de certa forma (através do tecto), abraça os outros dois; o de convívio pintado de negro e virado para o exterior; e o exterior no qual foi utilizada a pedra que tem a sua cor única e natural. 

São os contrastes entre as cores e os espaços e a forma cuidada como estes se mesclam com o meio envolvente que tornam este projecto de carácter moderno tão especial.

2. Tons escuros como referência

Casas modernas por homify Moderno Ferro/Aço

Quem disse que uma cor escura não é capaz de criar um ambiente confortável e que proporcione bem-estar? Não podia ser uma ideia mais errada e o projecto acima é disso prova. 

Este edifício mostra a importância da cor e da sua relação com os materiais de construção na percepção do projecto. Os profissionais optaram pela utilização de um elegante cinza escuro em todo o edifício, tom esse que surge interrompido por amplos panos de vidro. Este diálogo entre a cor e os materiais permite que o espaço interior e a luz natural e artificial tenham um papel fundamental na forma como vemos, assimilamos e percebemos a cor e a sua função.

3. A importância do branco

O branco foi-se assumindo, ao longo dos anos, como a cor mais consensual na arquitectura. Sendo verdade que nos dias de hoje se começam a arriscar em novos esquemas cromáticos, não é menos verdade que o branco continua no topo das preferências. A verdade é que o branco, como facilmente se percebe pelo projecto acima, oferece uma sensação de elegância, vida e luminosidade a todo o edifício, fazendo-o sobressair no contexto em que está inserido e ajudando a destacar todos os elementos, cores e pormenores que vivem à sua volta.  

Ainda assim, o excesso desta cor e a opção pelo branco total pode, muito facilmente, retirar a força e a capacidade de destaque a um edifício. Os responsáveis por este projecto resolveram bem esse problema, quebrando a paleta monocromática com generosas superfícies envidraçadas. O vidro ganha, assim, enorme importância, não só pela forma como projecta a cor para o exterior, mas também pelo modo como ajuda a quebrá-la.

4. A irreverência do cor-de-rosa

Casa A.F. | atelier d'arquitectura J. A. Lopes da Costa Casas modernas por Atelier d'Arquitetura Lopes da Costa Moderno
Atelier d'Arquitetura Lopes da Costa

Casa A.F. | atelier d'arquitectura J. A. Lopes da Costa

Atelier d'Arquitetura Lopes da Costa

Quando bem pensada e inserida no ambiente envolvente, a opção por uma cor mais irreverente pode funcionar. Neste projecto, a escolha de cor recaiu sobre o rosa. Em tempos conotada, essencialmente, com o mundo feminino, o cor-de-rosa é, nos nossos tempos, uma cor universal e que assenta bem numa sociedade que se quer cada vez mais aberta e igualitária.

Esta é, apesar de toda a sua alegria e jovialidade, uma cor nostálgica que nos remete para as paletas cromáticas da infância e para todas as sensação que daí possam vir. A escolha desta cor num projecto de arquitectura moderna, embora seja arriscada, acaba por ser, hoje em dia, cada vez mais consensual e, para além do destaque e da originalidade, oferece ao edifício habitacional um carácter romântico e aconchegado.

5. O poder do vermelho

Numa moradia em que de destaca uma cor neutra, a utilização do vermelho pode ter uma influencia absolutamente avassaladora. Como podemos ver neste projecto, o calor, a sensualidade e o poder do vermelho leva-nos a uma percepção totalmente diferente do edifício em questão, mudando por completo a forma como o vemos, o entendemos e nos sentimos nele.

A utilização de uma cor tão forte deve ser sempre muito bem ponderada e levada a cabo com equilíbrio e precaução. O vermelho é uma cor que, dependendo da forma como é utilizada, pode provocar diferentes sensações e estados de espírito. A sua utilização num detalhe da construção, como é o caso nesta moderna casa, tem a capacidade de ajudar a compor o ambiente, a dividi-lo em blocos distintos e a criar uma abordagem improvável. 

6. Madeira em projectos modernos

RUSTICASA | Casa em Le Prieuré | Montfort l'Amaury por RUSTICASA Moderno Madeira Acabamento em madeira
RUSTICASA

RUSTICASA | Casa em Le Prieuré | Montfort l'Amaury

RUSTICASA

Ainda é das pessoas que pensa que a madeira só funciona em casas de estilo rústico e em ambientes mais tradicionais? Pois bem, não podia estar mais enganado! Uma das grandes vantagens de um material como a madeira é que se adapta facilmente a qualquer estilo arquitectónico e decorativo. O tipo de madeira, a forma como é aplicada e como se relaciona com os restantes materiais da casa será sempre fundamental para o resultado final.

A casa que aqui mostramos é um exemplo perfeito da utilização da madeira, na sua cor natural, na construção de um edifício de arquitectura moderna. O tom natural das placas de madeira que constroem a casa criam, por si só, um padrão que favorece a estética e que, quando combinado com os panos de vidro e detalhes de cor escura, funciona na perfeição. Há, na utilização deste material, uma capacidade de, ao mesmo tempo, se relacionar e contrastar com o entorno, o que é difícil de conseguir de outra forma.

7. Que profissionais lhe podem ser úteis?

Casa S. Roque Casas minimalistas por Urban Core Minimalista
Urban Core

Casa S. Roque

Urban Core

Para levar a cabo o seu projecto, apoie-se na experiência e no know-how arquitecto. Ele saberá escolher uma cor que tenha a ver com a casa, com aquilo que a rodeia e com o seu gosto pessoal. Para o trabalho ficar bem feito, contrate um pintor. Ao consultar a nossa lista de arquitectos e pintores, pode afunilar a sua pesquisa através da adição do nome da área servida ou do código postal.


Recomendado:
- 11 casas sensacionais com muito vidro!

Que cor escolheria? Deixe-nos o seu feedback em relação a este artigo!
Casas modernas por Casas inHAUS Moderno

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!