Dicas boas e práticas para uma casa acessível Dicas boas e práticas para uma casa acessível

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

Dicas boas e práticas para uma casa acessível

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
AM 2014 - Fão: Salas de jantar  por INAIN Interior Design
Loading admin actions …

A construção de uma casa é, por norma, um dos grandes investimentos das nossas vidas. Na hora de avançar para tão importante projecto, queremos pôr tudo de nós naquilo que será o resultado final, ainda que, quando começamos a fazer contas, possamos ser muitas vezes levados a adiar ou a desistir desse sonho. A verdade é que as coisas não têm que ser assim e, aliando decisões acertadas e disciplina aos novos materiais, tecnologias e ao trabalho competente dos profissionais envolvidos - arquitectosengenheirosdesigners de interiores e construtores - é possível tornar a construção da sua casa num sonho bem mais económico do que aquilo que imagina.  

Para que um projecto desta envergadura chegue a bom porto e sinta a diferença no seu orçamento, vai ser necessário utilizar muito do seu tempo no planeamento da obra, focando os pormenores que o podem fazer poupar como o layout e tamanho da casa, os materiais ou os sistemas de construção. Nesta fase, a comunicação com os profissionais envolvidos no projecto é fundamental para que estes, com o conhecimento e experiência que possuem, o possam aconselhar.

Dividimos este livro ideias em dois pontos: o primeiro é sobre planear e construir e o segundo diz respeito ao equipamento. 

Acompanhe-nos e tome nota. 

1. Planear e construir: planeamento

O primeiro passo para uma poupança significativa num projecto de construção diz respeito ao planeamento. Planear é fundamental para que todos as outras etapas corram de feição e conduzam o projecto a bom porto. Assegure-se de que recolhe toda a informação necessária e relevante de forma a ser capaz de definir, de forma rigorosa, o orçamento e, por conseguinte, controlar eficazmente os gastos. Recorra à ajuda de um profissional competente e experiente que o possa ajudar a tomar as melhores decisões. Não se esqueça de, feitas as contas ao projecto, deixar uma margem de segurança para os possíveis imprevistos que possam surgir ao longo do processo de construção.

Planear e construir: materiais de construção

No que aos materiais de construção diz respeito, deve procurar os mais acessíveis – dentro de um nível de qualidade exigido – e evitar os importados e considerados especiais. O mais fácil e racional é procurar por materiais provenientes da sua zona de residência, evitando assim os elevados custos dos outros produtos e respectivo transporte. Não se esqueça, ainda, de contabilizar com rigor possível a quantidade que realmente precisa de cada material. Se o fizer, evitará sobras materiais o subsequentes desperdícios.

Outra solução interessante passa por privilegiar materiais sintéticos que, sendo feitos em fábrica e em série, são menos dispendiosos do que os naturais mas que, ainda assim, não o deixarão ficar mal, nem em termos estéticos nem mesmo de qualidade.

Planear e construir: instalações eléctricas e sanitárias

Andar Modelo - Oeiras: Casas de banho  por Traço Magenta - Design de Interiores

A poupança desmedida nas instalações eléctricas e sanitárias não é minimamente aconselhável. Deve ter em conta que a poupança que poderá estar a fazer no início, ao adquirir materiais de qualidade mais baixa, pode-lhe vir a sair do bolso mais tarde, em manutenção e reparações. Estes sistemas são fundamentais para o correcto funcionamento da casa e a instalação adequada e de qualidade é necessária para o seu bom desempenho. Podemos, por isso, garantir que a verdadeira poupança aqui está em fazer um bom investimento, ou seja, em apostar num material e numa instalação de qualidade estará a prevenir futuros problemas e reparações dispendiosas.

Planear e construir: acabamentos

Casa em S. Pedro do Estoril: Salas de estar  por Ricardo Moreno Arquitectos
Ricardo Moreno Arquitectos

Casa em S. Pedro do Estoril

Ricardo Moreno Arquitectos

A qualidade dos acabamentos é fundamental para que o resultado final do projecto seja o desejado, quer em termos estéticos quer funcionais. Ainda assim, neste caso, é possível, com pesquisa e aconselhamento de profissionais experientes, encontrar no mercado materiais de custo mais baixo, mas com elevada garantia de qualidade e durabilidade. Para evitar surpresas desagradáveis em termos de orçamento, deve evitar os materiais considerados de luxo e os tradicionais. Procure materiais sintéticos e/ou madeiras recuperadas que estão disponíveis a baixos preços, mas que possam responder na perfeição às necessidades.

Planear e construir: pré-fabricados

RUSTICASA | Casa em Jouars-Pontchartrain | Versailles: Casas de madeira  por Rusticasa
Rusticasa

RUSTICASA | Casa em Jouars-Pontchartrain | Versailles

Rusticasa

Os pré-fabricados são uma opção de excelência para quem pretende construir ou adquirir uma casa de baixo custo sem que isso signifique abrir mão da funcionalidade, do conforto e do valor estético. Estamos perante projectos de habitação mais ecológicos e sustentáveis, de rápida construção e baixo preço que são preparados em fábrica e posteriormente transportados para o local de montagem escolhido. Os pré-fabricados estão disponíveis num vasto leque de materiais como o aço, a madeira e até o cimento, garantindo todas as características de uma casa dita normal.

Planear e construir: isolamento

Isolamento Térmico pelo exterior: Casas  por RenoBuild Algarve
RenoBuild Algarve

Isolamento Térmico pelo exterior

RenoBuild Algarve

Uma das formas de tornar a sua casa mais económica é assegurar-se em relação à qualidade do isolamento. Um isolamento térmico adequado – paredes, chão e tecto – tornará a sua casa mais eficiente e reduzirá a quantidade de energia para manter temperaturas confortáveis nas várias épocas do ano. Existem várias formas de atingir esta eficiência, assim como vários tipos de isolamento que, como é normal, variam em características e preço. Consulte um profissional da área que o ajude a avaliar aquilo que realmente precisa e a tomar a decisão mais adequada. Tenha também em mente a importância de isolar os canos de água quente e as condutas de ar, minimizando assim a perda de calor pelos mesmos.

2. Equipar: electrodomésticos

A escolha de electrodomésticos adequados pode ajudar a criar uma casa mais económica e sustentável. Se antigamente não existia qualquer preocupação na hora de comprar, hoje em dia a informação disponível permite-nos equipar a casa de forma mais consciente e responsável. Adquira aparelhos energeticamente eficientes e, mesmo que pague um pouco mais inicialmente, lembre-se que, a longo-prazo, poderá usufruir de poupanças significativas. Ao escolher os electrodomésticos, olhe para as etiquetas energéticas fornecidas pelo vendedor e tenha a eficiência do aparelho em conta na escolha final. A aquisição de aparelhos da classe A+++ garante um desempenho mais eficiente e, por isso mesmo, também mais responsável e ecológico no que ao gasto de energia diz respeito.

Equipar: iluminação

Também o sistema de iluminação da sua casa é passível de ser o mais ecológico e energeticamente eficiente. Para começar, aconselhamos a utilização, em todo o espaço, de lâmpadas de baixo consumo (lâmpadas LED, por exemplo). É certo que, tal como no caso dos electrodomésticos, as LEDs são mais caras, mas asseveram uma poupança a médio /longo prazo que é largamente compensadora. Afinal, estamos a falar de lâmpadas que, para além de ecologicamente viáveis, podem durar até 10 anos.

Para além da escolha das lâmpadas, pode ainda optar por instalar reguladores de intensidade que lhe permitirão definir a intensidade de luz – e, por isso, mesmo a quantidade de energia gasta – que precisa em cada espaço da casa e em cada momento do dia.

Equipar: filtros de água

A utilização de um filtro de água é uma opção que lhe permite poupar na utilização e compra de água. Já imaginou o dinheiro que poderia poupar, a curto/médio prazo, não tendo de trazer a água para beber do supermercado? Hoje em dia, esta é uma solução cada vez mais comum e, por isso mesmo, são cada vez mais as marcas que disponibilizam estes produtos para aquisição no mercado. Existem filtros de água para todos os gostos, marcas e preços pelo que pode escolher aquele que melhor der reposta às suas necessidades, seja ele um filtro central instalado na entrada principal de água da casa (fornece água filtrada para toda as divisões), um purificador instalado na torneira ou um simples jarro de filtragem que lhe permite ter sempre água filtrada e pronta a beber ou utilizar na lavagem e preparação de alimentos.


E por falar em poupar água, não perca o nosso artigo:
- Seca em Portugal: dicas úteis para poupar água em casa no seu dia-a-dia!

Estas dicas foram-lhe úteis? Vai pô-las em prática? Em que é que poupou ao construir a sua casa ou no seu dia-a-dia?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!