Moradia 1 - alçados:   por Teresa Ledo, arquiteta

Arquitectura típica: 5 projectos de casas alentejanas!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.
Loading admin actions …

O Alentejo é uma das zonas mais ricas do país. Com belas praias e cenários idílicos, ainda melhor gastronomia e pessoas de trato fácil, é um destino que atrai portugueses e estrangeiros em massa. 

A paisagem alentejana é por nós bem conhecida. As casas com paredes caiadas e faixas coloridas – em azul, amarelo, vermelho, e assim por diante – são facilmente identificáveis e é de extrema importância manter-lhes a traça e, desta forma, preservar o nosso património físico e cultural. Para que tal aconteça, têm os arquitectos um papel importante. Quer se trate de uma remodelação ou construção de raiz, é essencial haver uma preocupação paisagística. 

Neste artigo, partilhamos consigo cinco projectos de casas alentejanas. Em boa verdade, nem lhe precisávamos de facultar esta informação: basta olhar para elas para perceber de onde são. 

Os projectos foram levados a cabo pelo gabinete Arqtledo. A arquitecta, Teresa Ledo, tem gabinete no centro histórico de Grândola e debruça-se sobre projectos diferenciados que procura sempre adaptar ao cliente e ao lugar. 

Vamos ver estes? Acompanhe-nos!

1. Azul e branco em Milfontes

Alçado Nascente: Moradias  por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Alçado Nascente

Teresa Ledo, arquiteta

Começamos por uma moradia em Vila Nova de Milfontes, concelho de Odemira, com uma generosa área de 400 m². A moradia isolada tem vista para o rio de Mira e insere-se num loteamento privado, indo assim, ao encontro, das pretensões do cliente. 

A casa desenvolve-se sob o comprido e possui várias aberturas para o exterior, com o qual se integra. Afinal de contas, estar no Alentejo é estar em pleno diálogo com a mais pura e tranquila natureza. O programa da casa desenvolve-se, nomeadamente, no extenso piso inferior. O segundo piso conforma uma área mais privada e intimista. 

2. A tradição dialoga com o moderno

Fachada Principal - obra concluida: Casas  por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Fachada Principal – obra concluida

Teresa Ledo, arquiteta

Manter a traça original de uma casa não significa que esta não possa ser modernizada em alguns aspectos. Muito pelo contrário, é possível aliar, com harmonia, o melhor dois mundos. A moradia que acima vê é disso exemplo. Com laivos marcadamente alentejanos, o imóvel possui janelas com portadas modernas, vãos grandes e acabamentos modernos.

Área junto à cozinha:   por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Área junto à cozinha

Teresa Ledo, arquiteta

A moradia isolada insere-se num loteamento urbano com 420 m² de área, no qual o permitido era 120 m² de área de implantação. Para contornar os constrangimentos espaciais, projectou-se uma moradia com um pé-direito duplo com mezanino. Aproveitou-se, assim, o espaço, na vertical. A casa, com área aparentemente reduzida, possui, assim, cinco quartos com boas áreas. 

3. Uma herdade e pêras!

Pre-existência:   por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Pre-existência

Teresa Ledo, arquiteta

O terceiro projecto diz respeito à requalificação de edificações existentes numa pequena herdade. Como se percebe pela imagem, as edificações encontravam-se em mau estado de conservação e não exibiam significativo valor arquitectónico. Porém, mantiveram-se as implantações existentes, tendo-se, todavia, alterado a linha arquitectónica e a volumetria.

Entrada da Herdade:   por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Entrada da Herdade

Teresa Ledo, arquiteta

Sim, esta é a mesma herdade. Consegue acreditar? Está irreconhecível! Na entrada, prepondera o granito e a calçada portuguesa. À medida que a imagem se abre se entra na herdade, percebemos que a imagem arquitectónica, no interior da quinta, é renovada. A bela moradia possui paredes branco e, no espaço, evidenciam-se o xisto e o granito, duas rochas provenientes dos ricos e heterogéneos solos alentejanos. 

4. Moradia bifamiliar

Moradia 1 - alçados:   por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Moradia 1 – alçados

Teresa Ledo, arquiteta

Num terreno com 100 m² foram implantadas duas moradias bifamiliares com um pequeno logradouro. A arquitecta procurou dar continuidade à frente de rua no que toca à arquitectura na zona histórica. Ao mesmo tempo, introduziram-se elementos mais modernos. As dimensões totais são de 150 m².

5. Reconversão para turismo

Antes:   por Teresa Ledo, arquiteta

Sendo uma das regiões mais procuradas do país, é natural que o número de casas para turismo aumente progressivamente. O nosso último projecto leva-nos a Grândola e trata da reconversão de um edifício abandonado em turismo. A casa é tipicamente alentejana, mas precisava de uma lavagem em termos de estilo para ser trazida ao presente. 

Projeto de arquitetura - Reconversao de edificio abandonado em turismo:   por Teresa Ledo, arquiteta
Teresa Ledo, arquiteta

Projeto de arquitetura – Reconversao de edificio abandonado em turismo

Teresa Ledo, arquiteta

Eis a proposta da arquitecta Teresa Ledo. Como é apanágio dos edifícios modernos, os espaços interiores e exteriores integram-se através de amplos panos envidraçados. É, na verdade, o expressivo uso do vidro que define a casa que se estende sob o comprido e mantém algumas características tradicionais como o telhado laranja e o binómio azul e branco.



Recomendado:
- Remodelar casa: conselhos e guia completo

De qual destes projectos mais gostou? Deixe-nos o seu feedback! 
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!