O estilo minimalista é frio e aborrecido? Verdadeiro ou falso

Agata Alencoao Agata Alencoao
Loading admin actions …

Ainda está recordado daquele fantástico estilo que é o minimalismo? Óptimo! Hoje vamos desmistificar alguns mitos acerca deste estilo, que apesar de já estar presente no mundo da decoração há tanto tempo, continua a ser alvo de muita discussão. Apesar de uma opinião valer aquilo que vale, acreditamos que tem em boa conta as nossas opiniões e por isso mesmo, vamos tentar desmistificar este assunto, do nosso ponto de vista. Não lhe queremos afirmar com toda a certeza do mundo que aquilo que lhe escrevemos é o que está certo, contudo é a nossa opinião bem fundamentada sobre o assunto. Se é um daqueles que ainda tem algumas questões relativamente ao assunto, se calhar vai encontrar algumas respostas neste artigo. Quer arriscar? Vamos a isso!

1. O estilo minimalista é só branco

Salas de estar minimalistas por DECLASE

Ainda existe muito a ideia errada de que o estilo minimalista é unicamente branco. Então olhe lá para a imagem, quantas coisas realmente brancas lá vê? Pois é , tirando as serigrafias que estão emolduradas, nada mais é branco neste espaço. E agora responda-nos a outra questão, acha que há alguma hipótese deste espaço não ser considerado um espaço minimalista? Acreditamos que a sua resposta seja não. Muito bem, então agora se juntarmos ambas as respostas é fácil de perceber que não tem de existir uma relação estrita entre minimalismo e branco. É verdade que este estilo privilegia esta cor, contudo não é obrigatório que esta seja a única presente.

2. O estilo minimalista é aborrecido

Há uma certa tendência em afirmar que o estilo minimalista pode facilmente incorrer no risco de ser aborrecido, mas calma lá, esse não é um perigo que pode acontecer em todos os outros estilos decorativos? Claro que sim! Escolhemos uma vez mais uma imagem que contrarie o estereotipo. Estamos perante uma casa minimalista que, pelo uso do padrão e da cor, é tudo menos aborrecida. Há certas barreiras que devemos quebrar e generalizar não é, na maior parte das, vezes muito bom. Qualquer tipo de decoração é  quilo que fazemos dela e aquilo que ela vai transmitir é o sentimento que nela incutimos aquando da sua construção e desenvolvimento. 

3. O estilo minimalista é arrumado

Ora aqui está um ponto com o qual não poderíamos concordar mais, o estilo minimalista é sem sombra de dúvida um estilo que promove a arrumação e ainda que a arrumação deva sempre estar presente na nossa casa, é óbvio que um estilo mais despojado e com menos elementos vai ser sempre mais fácil de manter organizado. Na fotografia que vemos, temos um plano picado, precisamente para mostrar o espaço visto de cima, assim não restam dúvidas de que divisões clean são, indubitavelmente, apanágio do minimalismo.

4. O estilo minimalista requer muito dinheiro

Residential building in Lisbon 2: Salas de estar minimalistas por Lagom studio
Lagom studio

Residential building in Lisbon 2

Lagom studio

Em relação ao minimalismo e ao dinheiro há uma coisa que é importante abordar. O estilo minimalista não é apenas possível pelo uso de peças de design. É verdade que há móveis e acessórios de decoração muito caros, mas se não tivermos possibilidade ou não quisermos gastar todo esse dinheiro, o mais importante é o conjunto e por isso mesmo pode optar por comprar peças mais baratas, de design minimalista, juntá-las e ter uma óptima combinação.

5. O estilo minimalista não é para todos

Dizer que o estilo minimalista não é para todos é algo profundamente descabido e sem lógica. Desde quando estamos impedidos de escolher o estilo de que mais gostamos para a nossa casa. A decoração é para todos e por isso qualquer que seja o estilo que mais nos agrade, esse pode ser o estilo que queremos na nossa casa. Há algumas considerações a ter, nomeadamente o espaço físico que temos para decorar, contudo neste caso, até calha bem, já que que o minimalismo é um dos mais indicados para todo o tipo de área, com mais ou menos metros quadrados é praticamente impossível que uma decoração minimalista não resulte. 

6. O minimalismo já não é uma tendência que está na moda

Este último ponto poderia dar-nos pano para mangas, como se diz em linguagem coloquial. O que é ou não moda? Quem define as novas tendências?… Bom, no caso da moda de vestir existem respostas um bocadinho mais estanques, mas o mundo da moda é muito diferente do mundo da decoração e por isso mesmo, há que tê-lo em conta quando pensamos nestas questões. De facto o minimalismo já não é um estilo novo, mas isso não quer dizer que esteja fora de moda ou que tenha deixado de fazer sentido, pelo contrário. Ele apareceu e não mais deixou de ser uma tendência, podemos ou não optar por ele, mas a verdade é que ele existe ao lado de tantos outros estilos e por isso mesmo, podemos perfeitamente considerá-lo uma escolha tão trendy como outra qualquer. Estamos a falar da sua casa, do espaço em que vai passar grande parte do seu tempo – não de roupa que muda diariamente! – o importante aqui é perceber em que tipo de espaço se sente realmente bem, tranquilo e em paz, na verdade a decoração não pretende muito mais do que isto. Você é o mais importante de tudo isto e a sua casa o sítio escolhido para que se possa sentir a maior parte do tempo feliz.

Tirou algumas dúvidas em relação a este assunto? Converse connosco!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!