Pisos de madeira para terraços modernos: 6 coisas que precisa de saber

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Quando decidimos renovar ou construir um terraço deparamo-nos com um dilema: usar madeira ou azulejo no piso? Parece que a decisão não é muito difícil de tomar, pois quando se fala de exteriores todos descartam a madeira, por pensar que não é um material apto e suficientemente resistente.

Está provado que este conceito não é verdadeiro. A madeira para o pisos exteriores pode ser, quando bem escolhida e tratada, uma solução tão eficaz e cómoda quanto o azulejo. Deve estudar sempre as ofertas disponíveis no mercado, as características do material, as pessoas especializadas que o instalarão e, não menos importante, os custos, a manutenção e a durabilidade. A partir daqui, estão todas as condições reunidas para que o seu terraço terá certamente um funcional e bonito piso de madeira.

Qualidades básicas da madeira

A madeira para pisos é uma boa escolha pela sua durabilidade e resistência, além de acrescentar um toque acolhedor aos espaços em que a coloca. Os pisos de madeira são utilizados na construção há bastante tempo, pela sua composição, modelos, texturas e cores que permitem satisfazer os gostos de cada pessoa e as suas necessidades, sempre dentro das suas limitações financeiras. Actualmente, existem muitos tratamentos que fazem com que seja possível a colocação deste material nos terraços exteriores onde antes se considerava ser problemático o seu uso, fundamentalmente por causa da humidade. Estes pisos podem ser instalados com facilidade, até mesmo sobre pisos já existentes.

Os tipos de piso mais populares

Terraços  por Rash_studio
Rash_studio

Терраса

Rash_studio

Existem diferentes tipos de piso de madeira, com diferentes características. Os chamados pisos de engenharia, os laminados, os pisos de bambu, os decks de madeira e os pisos de madeira sólida.

Os pisos de engenharia são pisos feitos com várias capas de madeira, colocadas em diferentes sentidos e são mais resistentes do que os pisos laminados. Os decks de madeira podem, fruto da sua composição, estar expostos a condições adversas, pois são pisos resistentes ao peso das pessoas e objectos e às mudanças climatéricas. Os pisos de madeira sólida são mais caros e estão dentro dos materiais que não vão de encontro à sustentabilidade florestal, pois obrigam a um abate de árvores indiscriminado, de forma a satisfazer a necessidade da construção.

Cada tipo de piso tem as suas próprias características e, por esse mesmo motivo, os seus preços variam bastantes, entre os mais acessíveis e os bastante custosos.

Madeira nacional

Dentro dos tipos de madeira nacional temos uma grande variedade que vai desde a madeira de cedro, nativa do sudoeste litoral do nosso país, até à de carvalho, bem típica no centro oeste português. Nem todas servem para a construção de pisos e nem todas possuem resistência suficiente para ser consideradas como materiais indicados para exteriores. Dentro das madeiras que servem para esta função destacam-se a de castanho, de carvalho, de cedro, de nogueira e de plátano.

A condição para que um determinado tipo de madeira possa ser utilizada em pisos e mobiliário de exterior é que tenha uma grande resistência a condições adversas, sobretudo no que diz respeito à humidade.

Madeiras exóticas

Entre os pisos que consideramos mais exóticos temos aqueles que actualmente estão na moda: pisos de bambu. Este tipo de piso possui a mesma resistência de um piso tradicional de madeira, sendo que esta planta de ramos muito grossos e retorcidos se adapta muito bem às alterações climatéricas, assim como a alto nível de humidade e temperatura. Apresenta-se como uma alternativa sustentável ao uso da madeira que normalmente se obtém através do abate de árvores e possível extermínio de grandes zonas florestais.

As fibras naturais do bambu permitem fazer pisos fortes, resistentes e flexíveis. A sua construção não requer resinas ou químicos. O tronco é simplesmente cortado, alisado através de calor e posteriormente seco. Tem muito bom aspecto na decoração, quer em cor natural, quer pintado e sujeito a um tratamento final.

Painéis de madeira

Parede e piso  por Spadon Agenturen
Spadon Agenturen

Unicom Starker – 2Thick

Spadon Agenturen

Os pisos laminados ou em placas, são especialmente usados em zonas mais resguardadas de sua casa. É capaz de resistir ao desgaste, à sujidade e á perda de cor. No fundo, a sua aplicação tem a vantagem de oferecer os benefícios da madeira com a resistência do laminado.

Estes pisos não são feitos totalmente em madeira e, geralmente, na sua composição, têm diversos materiais comprimidos a baixa pressão, uma capa que resiste à humidade, uma fibra de vidro e outra que é a que oferece aparência de madeira. Alguns modelos não são, infelizmente, muito resistentes à humidade, razão pela qual o seu uso em exteriores é limitado.

Manutenção do piso de madeira

A manutenção de um piso de madeira, como tudo o que é construído neste material, é algo que deve ter uma rotina. Lixar e envernizar com produtos especiais deve ser feito com alguma regularidade, dependendo do tipo de madeira usada no terraço: pode ser uma vez por ano, ou quando reparar em algum desgaste do material. A sua manutenção diária é como a de qualquer piso interior. Usar pisos de madeira pode ser uma experiência fabulosa, pela sensação de acolhimento e conforto que o material oferece ao estilo da sua decoração, tal como pode ver na imagem que aqui publicamos, de um projecto do estúdio Buro Arquitectura.

O que achou das dicas que lhe deixamos aqui? Qual a sua madeira preferida? Deixe-nos as suas respostas.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!