A extraordinária história de um loft!

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

Quando falamos em lofts pensamos imediatamente em espaços abertos e modernos, numa tendência recente na área da arquitetura. Mas na verdade este tipo de conceito já data dos anos 70, nos Estados Unidos, onde os altos preços do imobiliário levaram muita gente a adaptar antigos prédios comerciais e industriais, bem como sótãos e armazéns, transformando-os em moradias práticas, muito funcionais.

A necessidade transformou-se em tendência, e hoje em dia o conceito de loft é muitas vezes conotado com moradores criativos e sofisticados, mas que nunca deixam de lado o seu lado utilitário.

Segundo esta lógica nasce em pleno Bairro Alto, no coração da Lisboa noctívaga, jovem e cosmopolita, um projeto de excelência que resulta num loft que ultrapassa a mera tendência!

O gabinete DRCF Arquitectos, trabalhando em estreita colaboração com os donos e respeitando a sua visão, pegou num espaço comercial e respetivo armazém, e converteu-os num espaço habitacional diferente, absolutamente inovador e moderno.

Se sempre se questionou sobre a possibilidade de adaptar aquele armazém antigo que já não é usado há anos para ser a sua moradia, venha conhecer este loft e descubra que a criatividade abre portas ao impossível!

E a antiga estrutura metálica restaurada!

Loft Story: Salas de estar industriais por DRCF Arquitectos

Rodando um pouco o ângulo de visão podemos ver as antigas vigas metálicas, que foram devidamente restauradas e integradas na decoração.

O primeiro piso integra dois níveis distintos num único espaço aberto. O primeiro nível é o de entrada, onde se recebem visitas e se penetra no ambiente interior, funcionando como eixo em torno do qual gira a dinâmica da casa. A partir dele tem-se acesso a um nível inferior onde se encontram a cozinha, a sala de jantar e a sala da televisão, e ao piso superior, em mezanino, onde ficam os quartos.

Os autores do projeto de arquitetura não tiveram intervenção na decoração do espaço, mas tinham uma ideia bem definida da tendência que iria ser seguida e por isso optaram por iluminação indireta, alguns pontos de luz no teto e luz direcionada dando destaque a pormenores arquitetónicas de referência.

As paredes em pedra da construção original…

Loft Story: Salas de estar industriais por DRCF Arquitectos

A colaboração do gabinete de arquitetura foi solicitada pelos proprietários numa fase muito inicial, num estágio pré-projeto, de forma a validar a viabilidade das suas ideias para o espaço. Isto permitiu um elevado controlo sobre as obras e ir fazendo alterações ao projeto enquanto estavam a decorrer, num work in progress que garantiu flexibilidade ao fluir de ideias.

O espaço originalmente estava ao abandono, sem acabamentos, e com os pavimentos e os rebocos muito deteriorados. Mas a estrutura do edifício estava em bom estado o que levou os criadores do conceito a manterem as paredes e a valorizar a estrutura em ferro, que dão o caráter industrial a todo espaço.

Para além disso algumas paredes em melhor estado de conservação e com maior valor estético, além de mantidas, foram expostas, garantido a preservação do estilo.

Na imagem acima podemos ver uma parede do piso inferior, que suporta o peso da estrutura, ou seja autoportante, exposta em toda a sua beleza. Se reparar bem verá que a sua espessura é extraordinária, muito maior do que aquilo que podemos esperar numa parede moderna, denotando o estilo antigo de construção e garantido a solidez da edificação.

Para garantir este protagonismo foi estrategicamente colocada iluminação indireta, e partindo do chão para o teto.

As escadas de acesso ao piso desnivelado

Loft Story: Corredores e halls de entrada  por DRCF Arquitectos

Na foto acima podemos ver as escadas de acesso ao nível inferior, entrando diretamente na sala de jantar. Como é possível ver o pavimento foi feito, de forma simples, em betonilha afagada. As restantes paredes, cuja estrutura não foi deixada a nu, são de reboco branco. A simplicidade dos acabamentos serve dois propósitos que se interligam: – por um lado dá destaque aos elementos antigos recuperados, e por outro perpetua o estilo industrial que reina na habitação.

Apesar de não ser da autoria do gabinete de arquitetos responsável pelo projeto a própria decoração exalta a natureza industrial do projeto e a antiguidade do edifício com a sua miscelânea de mobiliário clássico e moderno, simples e funcional, e acessórios com um toque helénico.

Sala de jantar e área de lazer

Loft Story: Salas de estar industriais por DRCF Arquitectos

No desnível inferior vemos então a sala de jantar e uma sala de estar com televisão. O mobiliário é reduzido e tornado desnecessário pela prateleira naturalmente criada pelo desnível, e pelo nicho utilizado para criar um sofá.

É possível ver na foto acima como este engenhoso desnível contorna as antigas vigas, e perceber o seu objetivo de aumentar o pé direito, tornando possível a existência dos dois pisos, sem ter de aumentar a altura do edifício.

A cozinha prática e moderna

Loft Story: Cozinhas industriais por DRCF Arquitectos

A cozinha, também no desnível do piso inferior, é muito moderna e adaptada às necessidades de tempo e espaço dos dias que correm. Os armários de linhas simples e direitas permitem a continuidade do tom das paredes, numa sensação de amplitude oferecida pela cor branca.

Acesso ao piso superior

Loft Story: Salas de estar industriais por DRCF Arquitectos

Para impor divisórias e permitir a privacidade os quartos foram instalados no piso superior, com paredes feitas em pladur, ou seja em gesso cartonado pintado de branco.

Para lhe dar acesso foram instaladas escadas de ferro que se fundem perfeitamente com a estrutura de ferro antiga, e cujo ruído é silenciado por degraus de madeira. Aliás é de referir que todos os elementos metálicos foram pintados no mesmo tom de cinzento industrial.

Os quartos no piso superior

Loft Story: Quartos industriais por DRCF Arquitectos

E por último uma pequena espreitadela num dos quartos!

O soalho é de madeira em tábuas corridas, para um melhor conforto térmico e isolamento sonoro. Mas ao mesmo tempo este material acentua o ar antigo do edifício e destaca os elementos industriais que ficaram à mostra, sem pôr em causa uma decoração moderna e com elementos dos antigos clássicos, como a escolhida.

Gostou deste tipo de casa? !Quer conhecer outro loft fenomenal, mas com um estilo radicalmente diferente? Então não deixe de ler o artigo ’Pequeno loft incrível e maravilhoso!’

Gosta deste tipo de arquitetura? Vê-se a viver numa casa assim? Deixe-nos a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!