Remodelação e decoração de Cozinha Algarvia: Cozinhas mediterrânicas por The Interiors Online

Cozinha tradicional portuguesa: o que não lhe pode faltar, para além da comidinha boa!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

cozinha é a alma de muitas casas, sobretudo daquelas com famílias que adoram preparar deliciosos petiscos e receber pessoas. Mais do que espaços destinados à preparação de alimentos, as cozinhas surgem, hoje em dia, enquanto ambientes de socialização e de convívio.

Em Portugal, come-se bem. A culinária portuguesa é rica e impressiona todos aqueles que nos visitam. Há sabores e aromas que nos transportam logo a casa, à cozinha da avó - as avós cozinham sempre tão bem, não é? -, à família e à tradição.

Inspirados na cozinha portuguesa, vamos-lhe hoje falar sobre cozinhas tradicionais portuguesas. Não, não nos propomos a partilhar receitas, mas sim a mostrar-lhe modelos de cozinhas clássicas e tradicionais com tudo aquilo que as caracteriza.

Está curioso? Nós estamos. E, agora, também ficamos com alguma fome! Vamos mas a isto.

​1. Cozinha tradicional portuguesa: adaptá-la ao presente

Não precisa de interpretar o conceito de cozinha tradicional portuguesa de forma literal. As cozinhas antigas e tradicionais, apesar de apelativas em diferentes aspectos, nem sempre eram funcionais, para além de que podiam ser um pouco pesadas.

Sugerimos-lhe, assim, que se inspire na estética tradicional, mas que a traga ao presente, conjugando-a com elementos modernos de forma harmoniosa e equilibrada.

A título de exemplo, a frente de cozinha pode exibir um estilo tradicional, mas os armários e as gavetas terem interiores com sistemas de arrumação modernos e práticos como prateleiras extraíveis, divisórias, arrumação nas portas, iluminação integrada, e assim por diante.

A paleta cromática também não tem por que ser pesada. Os armários podem assumir um estilo tradicional, mas apresentar uma cor leve e fresca como o branco ou tonalidades pastel.

Em relação aos electrodomésticos, faça uma escolha consciente. Favoreça electrodomésticos modernos e de classe A+ ou superior. Actualmente, há muitas marcas a produzir electrodomésticos com um estilo vintage, mas com tecnologia de ponta. A SMEG - com os seus famosos frigoríficos e não só – é disso bom exemplo.

Consegue perceber a ideia? No fundo, é pensar no que cada estilo tem de melhor e saber combinar elementos.

​2. Cozinha tradicional portuguesa: os materiais

'Country' Urbano: Cozinhas campestres por FABRI
FABRI

'Country' Urbano

FABRI

Os materiais são determinantes num espaço. Há materiais que nos remetem mais para um estilo do que outros e há, também, os que são transversais a vários estilos e cujo impacto depende da forma como são trabalhados. O aço, por exemplo, é particularmente associado a espaços modernos. Já à madeira sem tratamento associamo-la mais a uma estética rústica.

Que materiais pode, afinal de contas, incorporar na sua cozinha tradicional? Temos algumas sugestões:

  1. Madeira: a madeira é um material clássico por excelência. Sendo certo que é muito versátil e que pode, por isso, ser usada em cozinhas de estilos diversos, também não é menos verdade que é quase obrigatória numa cozinha tradicional portuguesa, aparecendo, nomeadamente, nos armários, mesas e cadeiras. Pode ser deixada na sua cor natural e levar apenas uma camada de verniz para a fazer sobressair ou, como lhe dizíamos acima, ter um tom mais suave e fresco como o branco.
  2. Pedra: a pedra é, também ela, um material clássico que sobressai pela sua robustez e beleza. Pode aparecer numa das paredes da cozinha, em torno de um forno de lenha ou até numa ilha central. Note-se que se trata de um material pesado. Como tal, deve ser utilizado com peso e medida para que o espaço não fique sobrecarregado.
  3. Cerâmica: sim, é verdade… mais um clássico! Se há material que nos oferece uma panóplia de possibilidades é a cerâmica. Encontramo-la à venda em tantas cores, formatos e estilos que difícil é tomar uma decisão. Há até cerâmica cujo acabamento imita a superfície da madeira.

    Hoje em dia, está na moda o ladrilho hidráulico. Conhece o material? São peças em formato pequeno fabricadas em cimento pigmentado em moldes que se trabalham com uma prensa hidráulica (daí o nome). Estas peças estiveram muito na moda durante os anos ’70, tendo agora regressado com desenhos inovadores e cores vibrantes que captam a atenção e nos remetem à famigerada azulejaria portuguesa. Pode usar o ladrilho no chão ou na parede backsplash. Não cubra demasiadas superfícies com ele para não criar demasiado ruído visual na divisão.
  4. Os azulejos estilo parede de metro (subway style) são também uma boa opção para a parede backsplash. Pode dispô-los na horizontal ou de forma a criar o efeito chevron.
  5. Mármore: mármore, o belo e luxuoso mármore. O mármore é uma opção para as bancadas ou até para a estrutura de suporte de uma ilha. Quanto mais branco for, mais elevado o preço.
  6. Granito: o granito é, à semelhança do mármore, uma boa escolha para as bancadas. Do ponto de vista estético, diríamos que não iguala o mármore, mas oferece mais resistência e é mais barato.

​3. Cozinha tradicional portuguesa: não se esqueça dos têxteis

Remodelação T4 . Bairro de Alvalade, Lisboa: Cozinhas ecléticas por BL Design Arquitectura e Interiores
BL Design Arquitectura e Interiores

Remodelação T4 . Bairro de Alvalade, Lisboa

BL Design Arquitectura e Interiores

Os têxteis asseguram o conforto e o aconchego dos espaços e também têm o seu lugar na cozinha. Empreste cor ao seu espaço com têxteis com padrões ligados à natureza, às riscas ou, tão-somente, lisos.

E, numa cozinha, onde se incluem tecidos? Em almofadas para as cadeiras (as próprias cadeiras podem ser estofadas), nas cortinas ou estores de rolo para as janelas, nos tapetes ou passadeiras, nos panos de cozinha e pegas e, claro está, nas toalhas para a mesa.

Privilegie tecidos laváveis (almofadas com fechos por exemplo) e, se possível, mande-os impermeabilizar.

​4. Cozinha tradicional portuguesa: a atenção ao detalhe

Para onde quer que se olhe, numa cozinha tradicional portuguesa, há pontos focais e pormenores que se evidenciam.

Os armários, por exemplo, não apresentam superfícies lisas e minimalistas. Pelo contrário, têm, nas portas, molduras de carpintaria que os tornam mais especiais. Alguns deles podem ter portas em vidro quadriculado que permitem que se veja para o interior.

Os puxadores também não devem ser descurados. Por norma, nas cozinhas tradicionais, são em metal (ferro forjado, por exemplo) ou em porcelana, uns mais simples, outros mais rebuscados.

As torneiras e o hardware da cozinha são também uma fonte de inspiração. Escolha elementos que tenham formas clássicas e detalhes. Na IKEA tem como exemplo as torneiras da gama Gamlesjon ou Glittran. No que toca ao lava-louça, sugerimos um em cerâmica e encastrado.

Estes pormenores a par com os materiais farão toda a diferença.


Vamos saber mais sobre a decoração.

​5. Cozinha tradicional portuguesa: como decorar

Apartamento Saldanha_Reabilitação Arquitectura + Design Interiores: Cozinhas modernas por Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores
Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores

Apartamento Saldanha_Reabilitação Arquitectura + Design Interiores

Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores

Já falámos sobre funcionalidade, sobre materiais, sobre a importância dos têxteis e da atenção ao detalhe. Todos estes elementos são determinantes para um projecto, seja ele de que estilo for.

Vamos, agora, à parte mais divertida: a decoração. Que peças de decoração pode incorporar numa cozinha tradicional portuguesa? Damos-lhe algumas sugestões.

  1. Aposte nos candeeiros: uma cozinha bem iluminada é uma cozinha funcional e confortável. Os candeeiros são excelentes objectos de decoração. Para além das luzes embutidas sob os armários que são, essencialmente, de carácter funcional, aposte num candeeiro de tecto de estilo clássico – como um candeeiro de lustre – ou em candeeiros suspensos sobre a ilha, a península ou a mesa (se as tiver).
  2. Peças de decoração de estilo vintage/tradicional: uma cozinha não deve estar apinhada. É preciso que haja espaço para que se preparem confortavelmente as refeições. Porém, uma cozinha sem decoração é uma cozinha estéril.

    Sobre o balcão pode, por exemplo, ter uma balança antiga (como as de mercearia), peças de marcas portuguesas como as taças para a fruta ou as bandejas Bordallo Pinheiro, frascos e recipientes em porcelana e com os nomes pintados à mão, cestos em vime, e assim por diante.
  3. Dê vida às paredes: não deixe as paredes totalmente despidas. Valorize-as com apliques e/ou com quadros que mostrem motivos ligados à natureza ou outros que se coadunem com o estilo tradicional da sua cozinha. Pode, também, decorá-las com pratos ou bandejas. Se for o caso, e como já mencionámos, use marcas portuguesas como a Bordallo Pinheiro ou a Vista Alegre. Não precisa de gastar imenso dinheiro e comprar tudo ao mesmo tempo. Inicie, por exemplo, uma colecção de pratos ou de outras peças de cerâmica e expanda-a aos poucos. O que acha desta ideia?
  4. Flores, plantas e ervas aromáticas: naturais e ao acesso de toda a gente, as flores, as plantas e as ervas aromáticas são uma excelente forma de emprestar cor e frescura aos espaços. Se os cactos e as suculentas estão mais associadas a ambientes modernos, as orquídeas, antúrios ou hidrângeas podem ser uma boa solução para os mais clássicos.

​6. Cozinha tradicional portuguesa: forno de lenha

Para rematar o espaço e preparar aqueles cozinhados tão cheios de sabor não há como um forno de lenha. Quem recupera uma casa antiga tem, não raras as vezes, um forno de lenha já instalado. Porém, ele pode ser acrescentado posteriormente se a estrutura da casa e o espaço assim o permitirem. Coloque essa questão ao profissional que o acompanhar neste projecto.

Vale ainda realçar que os fogões com várias bocas e uma grande chaminé são também um elemento distinto nas cozinhas tradicionais.

​7. Cozinha tradicional portuguesa: que profissionais me podem ajudar?

Remodelação e decoração de Cozinha Algarvia: Cozinhas mediterrânicas por The Interiors Online
The Interiors Online

Remodelação e decoração de Cozinha Algarvia

The Interiors Online

Um arquitecto, um designer de cozinhas, um decorador e/ou um designer de interiores podem ajudá-lo a projectar a sua cozinha tradicional. Cada um participa em etapas diferentes. Consulte a nossa lista e afunile a sua pesquisa através da adição do nome da área servida ou do código postal.


Recomendado:
- Escolher o revestimento para o chão da sua cozinha

Deixe-nos o seu feedback em relação a este artigo e coloque todas as suas questões!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!