Terraços  por Vicente Galve Studio

De terraço descuidado a verdadeiro paraíso!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Hoje, provar-lhe-emos que nenhuma remodelação é impossível, independentemente do ponto de partida. Se quiser, consegue. E porque não começar pelo terraço? Afinal de contas, é o local perfeito para repousar e partilhar bons momentos com a família e amigos. E é sobre um terraço este projecto. O espaço era amplo e com potencial, mas estava com um ar negligenciado, melancólico e, por consequência, inutilizável. Não conformados, os proprietários queriam devolver-lhe uma nova vida para dele poderem desfrutar ao máximo. Para isso, pediram ajuda aos profissionais do gabinete Bervic Interiorismo. O terraço, embora com uma boa dimensão, é estreito. Mas, os responsáveis pelo projecto conseguiram contornar este desafio. Veja o resultado final. Quem sabe não é esta a motivação de que precisa para recuperar o seu terraço?

Antes: um espaço sem privacidade, sem conceito e sem personalidade

Assim era o terraço antes da intervenção. Sem ordem, sem conceito, sem personalidade. Para além disso, estava completamente exposto para as casas vizinhas, não dispondo de nenhuma privacidade. Chama-nos a atenção a banheira – ou, pelo menos, espécie de – encostada a um dos cantos. Está vazia, suja e sem água. Os únicos elementos que dão vida são as plantas. Mas, não chegam para tornar este espaço agradável. Há, ainda, um grelhador que nos parece mal localizado. Vamos descobrir o “depois”.

Depois: um espaço privado e organizado

Eis o terraço após a intervenção! A vedação de cor branca prolongou-se e agora protege um pouco mais os proprietários em relação aos eventuais olhares curiosos dos vizinhos. Os profissionais mantiveram as plantas já existentes, mas aparecem agora plantadas num novo vaso que se integra no desenho do terraço. Chama, sem dúvida, a nossa atenção o facto de o espaço ser todo em branco, uma cor que o torna mais fresco e que o faz parecer maior. O grelhador também ficou, mas agora não parece “perdido” no meio do conjunto. Cremos apenas que o muro sob a vedação carecia de uma nova pintura. De resto, este é um terraço muito agradável!

Depois: detalhes da mini piscina

A partir deste ângulo, conseguimos ver com maior clareza a piscina. Ou mini-piscina. Não é grande, mas com a estrutura em madeira onde se insere parece bem maior do que aquilo que realmente é. 

É, sem dúvida, um pormenor refrescante e maravilhoso. Afinal de contas, num dia quente de Verão, quem não gostaria de ter assim uma piscina para revigorar o corpo e a mente? Repare, ainda, no pedestal da mesma. Foram-lhe inseridas luzes que oferecem segurança, conforto e funcionalidade mesmo durante a noite.

Antes: espaço desperdiçado

Nesta fotografia, vemos o terraço a partir de outra perspectiva. Este espaço prolonga-se até se encontrar com a casa. Não é largo, mas é deveras comprido e estava mal aproveitado. Não havia conceito, nem ordem, nem um lugar para os proprietários se sentarem ou se resguardarem do sol.

Depois: espaço para refeições e uma pérgola fantástica

Que tal a mudança? Agora, aquele espaço vazio que víamos na imagem anterior tem uma mesa de refeições resguardada por uma bela pérgola que, com a sua brancura e leveza, quase nos dá aquela sensação de oásis no meio do deserto. Deste lado, para além de se poderem fazer as refeições, os proprietários também se podem deitar nas espreguiçadeiras a ler um livro, a ouvir música, a apanhar sol ou, pura e simplesmente, a contemplar o seu novo espaço. A pérgola garante sombra e o candeeiro suspenso a meio torna o terraço acolhedor e prático quando a noite cai.

Uma agradável área de refeições

Finalizamos o projecto desta surpreendente remodelação, contemplando em detalhe a área da mesa que se colocou no terraço, abaixo da pérgola. Vemos que todo o material é funcional: a mesa é em madeira, é desdobrável e faz-se acompanhar por cadeiras e um banco comprido onde cabe sempre mais um. O banco integra ainda armazenamento o que é óptimo para armazenar os objectos utilizados no espaço exterior – como almofadas, velas, toalhas de praia, entre outras coisas – durante os dias em que o frio não permite que dele se desfrute.

O que achou desta transformação? Como vê, não precisa de um espaço extraordinariamente amplo para incluir tudo aquilo de que gosta. Até piscina! 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!