E a homify disse faça-se luz!

Ida Gaspar – homify Ida Gaspar – homify
Google+
Loading admin actions …

Luz, luz e mais luz!! Nós por cá na homify dizemos sim, que venha ela, afinal é sempre bem-vinda na nossa casa. Na sua também, não é verdade?

Quando vamos habitar uma casa temos em atenção vários detalhes, a organização da mobília, como a sua escolha, a decoração e os materiais que irão revestir a nossa casa. Mas será que já parou para pensar sobre a iluminação que precisa dentro da sua casa? Já pensou o quão é ela importante para a nossa comodidade, mas também para o nosso bem estar? Se até agora não se tinha lembrado do critério luz, então caros leitores está na hora de se fazer luz! E não é de qualquer forma que a queremos, mas sim na sua mais bela e luminosa forma, por isso trouxemos no artigo de hoje as seis grandes dicas que deve ter em conta na sua habitação para iluminar todo o lar. Quer espreitar? Quer ver a nossa luz? Então só tem de seguir o brilho bonito e cativante das próximas inspirações…  

'homify liga as luzes… Está agora desvendado o mistério!'

Pintar o teto de branco

Salas de estar tropicais por Helô Marques Associados
Helô Marques Associados

Living com madeira de demolição

Helô Marques Associados

Mas porque será que quando falamos em luz, falamos na cor branca? Alguma suspeita por aí? Não… Então saiba porquê…

A cor branca é o tom que mais recebe a luz, fica um  espaço mais luminoso, amplo e aberto. Tem como o poder de refletir por toda a área a entrada da luz natural, como a luz artificial. Fica um espaço clean e harmonioso. Neste sentido um teto de cor branca é sempre uma boa aposta, nomeadamente porque as luzes/candeeiros ficam, geralmente, naquela zona, o que dá maior propagação da luz por toda a divisão. Veja nesta sala de estar, onde reina a cor branca, como todo o ambiente é bastante luminoso, claro, vivo, arejado e super atrativo! 

Limitar as cores fortes

As cores fortes são sempre bem-vindas em nossa casa, permitem criar uma decoração única, além de serem fáceis de conjugar com a cor branca, mas atenção faça-o sempre com moderação, pois elas poderão ser inibidoras de luz, afogando a fonte de luz principal (natural ou artificial). 

Prefira pequenos apontamentos, para tons mais fortes, e claro não se esqueça da ideia principal – a de ganhar luminosidade em casa. Detalhes que fazem grande diferença, afinal uma casa luminosa é uma casa atrativa!

Fazer pleno uso da luz natural

Apartamento Saldanha_Reabilitação Arquitectura + Design Interiores: Quartos ecléticos por Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores
Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores

Apartamento Saldanha_Reabilitação Arquitectura + Design Interiores

Tiago Patricio Rodrigues, Arquitectura e Interiores

Sim, é fundamental que façamos pleno uso da luz natural, por questões económica, pois se estiver luz solar lá fora não há necessidade de ligar outra fonte de luz artificial. Mas também porque torna o espaço com mais vida, acordar de manhã ou chegar em casa depois de um dia de trabalho e ver o espaço luminoso, dá-nos mais energia, certo? Então é necessário privilegiar as janelas de casa, com cortinas leves, transparentes, de preferência branca, que deixam passar mais a luz solar. Pode também abrir as cortinas ou as janelas, aí sem dúvida que a luz entra pela casa adentro. Procurar uma disposição dos móveis que deixa passar a luz natural, não quebrando a sua passagem. Privilegiar também, as zonas onde precisa de mais luz, por exemplo no caso do escritório, pode colocar a secretária mais perto da janela, já que lá existe uma grande necessidade de luz. 

Tenha esta condição em atenção aquando a organização do seu espaço, se no caso de ter tudo no lugar, mas achar o seu espaço escuro então talvez o melhor seja pensar em mudar alguma coisa. 

Substituir luzes do teto por luzes delicadas, no perímetro

Nesta dica sugerimos que substitua as luzes do teto, por luzes delicadas, em todo o perímetro da divisão, se pensarmos bem é mais nessa zona que precisamos de ser iluminados, vejamos o sofá fica na maioria das vezes encostado à parede, logo a fonte de luz vir do centro, por um candeeiro nem sempre é lógico, a do perímetro foca a luz para nós. O mesmo acontece no quarto, com a cama. Veja no caso desta sala, decorada pelos arquitetos de interior portugueses - Almancil 4, que cuidaram da iluminação, com luzes em todo o perímetro, de facto iluminam bastante bem esta grande divisão, criando um ambiente zen. 

Nesta zona do perímetro prefira luzes delicadas, já que é para um ambiente de relaxe e de descanso. As luzes fortes ficam para outras ocasiões. 

Usar iluminação difusa

A luz difusa vá ao encontro das luzes no perímetro, uma vez que estas encontram-se espalhadas por diversos ângulos da divisão, tem o poder de iluminar todas as direções em torno da superfície. É ainda uma luz suave que não possui nem a intensidade, nem o brilho da luz direta, além de criar sombras fortes. É uma luz bastante confortável, uma opção em voga e posta em prática nos projetos de casas novas. O ambiente fica sem sombra de dúvida luminoso! 

Usar lâmpadas mais brilhantes

LED GOLD BULB: Sala de estar  por Light & Store
Light & Store

LED GOLD BULB

Light & Store

E finalmente que venha o brilho! No caso de precisarem de lâmpadas para os seus candeeiros, prefira as de luz mais brilhantes, pois irão propagar mais luminosidade e ambiente, criarão um ambiente mais vivo, sendo estas ideais para os espaços que não pedem tanta tranquilidade, como a sala, a casa de banho, escritório ou ainda a cozinha. 

E agora estão prontos para dar mais luz na sua vida?! 

Sentiu a luz deste artigo? Gostou das ideias e inspirações partilhadas?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!