Living Room : Salas de estar minimalistas por Tendenza -  Interiors & Architecture Studio

Isolamento de paredes: a barreira de protecção de que todas as casas precisam!

Sílvia Astride Cardoso – homify Sílvia Astride Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Ter um bom isolamento: esta é uma das características mais importantes numa casa. Durante o Inverno, o isolamento impedirá que o ar quente gerado pelo seu sistema de aquecimento se evada e, no Verão, que a casa sobreaqueça. Isto, para além de tornar a casa mais confortável, também evita o desperdício o que tem um impacto considerável nos gastos energéticos. De nada lhe serve ter um sistema de aquecimento de ponta numa casa mal isolada, por isso considere este passo e investimento primeiro.

O isolamento também servirá para melhorar o conforto acústico da casa, o que é especialmente vantajoso quando se trata de imóveis situados em zonas barulhentas.

O dinheiro gasto com o isolamento dependerá do tipo de isolamento,  do tamanho da casa e da antiguidade da mesma. Porém, como o isolamento produz um efeito positivo no que toca à redução dos custos de energia, o investimento é recuperado rapidamente.

Pode isolar as janelas, as portas, o telhado e o piso, mas as paredes são as mais importantes já que é através dela que se perde entre 30% a 40% do calor. Depois das paredes segue-se o telhado (25%) e as portas e janelas (20%), estando o piso em último.

Vamos, então, focar-nos no isolamento de paredes. Tome nota.

​1. Isolamento térmico de paredes

Consoante o tipo de parede na sua casa, pode usar:

Isolamento de paredes duplas: estas paredes possuem um intervalo entre a folha externa e interna, pelo que o isolador é inserido na parede através de furos que são reenchidos com cimento.

Isolamento de paredes sólidas: não possuem um intervalo, motivo pelo qual terá que escolher entre um isolamento interno ou externo. O isolamento externo cobre a fachada e o interior é, como o próprio nome indica, aplicado nas paredes interiores da casa.

​2. O isolamento térmico de paredes controla a humidade?

Sim. O isolamento leva a que a temperatura da casa não oscile, o que previne o surgimento de humidade. Pelo contrário, numa casa mal isolada, é difícil – ou até mesmo impossível – manter o nível da temperatura. O isolamento em celulose é uma boa opção já que o material possui capacidades respiradoras que absorvem até 15% da humidade sem que se altere, o que não acontece com a lã de vidro ou lã de rocha que são permeáveis à humidade e vêem a sua capacidade isolante a diminuir. 

Contudo, para além do isolamento, a casa deve ser bem ventilada e possuir extractores de vapores, tratamento térmico das pontes térmicas lineares e aquecimento.

​3. Isolamento de paredes com lã de vidro

Damos-lhe agora a conhecer alguns dos materiais mais populares para isolar as paredes.

Começamos pela lã de vidro – também conhecida como fibra de vidro – que é, possivelmente, o tipo de isolamento mais utilizado hoje em dia. Este material, como o nome sugere, é feito de fibra de vidro e exibe uma textura idêntica à lã. Trata-se de um material isolante fabricado em rolos/mantas, tubos, feltros ou placas. É utilizado amiúde na construção e noutros sectores devido ao seu excelente desempenho térmico e acústico e às propriedades mecânicas. Além do mais, não agride a superfície contra a qual está em contacto, não perde a capacidade isolante ao longo do tempo e não promove o aparecimento de fungos e bactérias.

A fibra ou lã de vidro deve, porém, ser manuseada com muito cuidado porque o pó e os biliões de pequenos pedaços de vidro podem afectar os olhos, a pele e os pulmões.  A sua instalação deve ser feita por um profissional devidamente protegido com um fato de calças e manga comprida, luvas, óculos e máscara.

​4. Isolamento de paredes com lã de rocha

Tem na sua composição rocha basáltica e outros materiais orgânicos não prejudiciais à saúde. A lã de rocha é incombustível e garante um excelente desempenho térmico e acústico, detendo estabilidade mecânica até aos 800ºC. É muito resistente e duradoura, é leve e, por isso, de fácil manuseio, corte e instalação e não retém água.

​5. Isolamento de paredes com celulose

Apartamento Terraços da Ponte: Quartos ecléticos por Estúdio AMATAM
Estúdio AMATAM

Apartamento Terraços da Ponte

Estúdio AMATAM

O isolamento com celulose é o mais ecológico. A celulose é feita a partir de cartão reciclado, papel de jornal e outros restos de papel que são mesclados com um produto químico que retarda as chamas e a torna resistente a insectos. Como é um material compacto, quase não tem oxigénio e, como tal, é um excelente produto para minimizar danos provocados pelo fogo. O material é comprado em blocos e propicia um isolamento muito satisfatório com uma boa relação qualidade-preço. Porém, pode causar alergias por causa do pó dos jornais. Além do mais, tende a perder volume ao longo dos anos e há menos empresas que se dedicam à instalação deste tipo de material isolante (se compararmos com o número de empresas que instala lã de vidro, por exemplo). 

​6. Isolamento de paredes com espuma de poliuretano

A espuma de poliuretano é também uma excelente forma de isolamento. Esta espuma, hoje em dia, utiliza gás não-clorofluorcarbono (CFC) como agente de expansão, o que ajuda a mitigar os danos na camada de ozono. A espuma pesa cerca de 1 quilo por metro cúbico, ou seja, é bastante leve. Existem espumas de baixa densidade que podem ser aplicadas em áreas que não têm isolamento. Vale também realçar que a espuma é resistente ao fogo. Na forma de spray, é uma solução muito prática para preencher brechas e fendas que provoquem fugas de ar – como as que aparecem em torno das portas se da janelas.

​7. Isolamento de paredes com poliestireno XPS e EPS

Já ouviu falar em poliestireno XPS e EPS? É o mesmo material, mas o XPS é o poliestireno extrudido e o EPS é o poliestireno expandido. Este isolante térmico sintético assemelha-se ao plástico e surge como uma espuma rígida muito leve que pode assumir diversas cores, entre as quais se destaca o azul. O poliestireno tem excelente desempenho térmico, é de fácil instalação, altamente resistente à absorção de água e não favorece o surgimento de bolor. Além do mais, é leve, o que reduz o peso das construções e os esforços nas estruturas de suporte.

As placas de poliestireno deverão ser colocadas entre as paredes duplas e fixadas ao pano interior com suportes especiais. É imprescindível que as placas sejam instaladas na perfeição para precaver pontes térmicas.

* fonte: DECO Proteste

​8. Isolamento de paredes com cortiça

A cortiça é-nos bem familiar. Provém dos sobreiros – tem uma origem natural – e é reciclável. A cortiça é trabalhada de modo a apresentar-se em placas ou em granulado. Apesar de impermeável à água, é permeável ao vapor. Contudo, resiste ao envelhecimento e exibe excelentes propriedades na manutenção da temperatura perante as variações térmicas e no que toca a insonorização.

* fonte: DECO Proteste

​9. Isolamento de paredes com tela isolante

A tela isolante apresenta-se na forma de lâminas reflectoras que cobrem películas flexíveis de isolamento térmico. É resistente à água e à humidade e sobressai pela leveza e fácil aplicação. Pode ser colocada na vertical – em caixas de ar – ou na horizontal por baixo de pisos flutuantes. Funciona ainda como barreira à condensação.

* fonte: DECO Proteste

10. Que profissionais lhe podem ser úteis?

Como terá percebido, o isolamento térmico é um ponto incontornável de qualquer projecto. Segundo a DECO, a aplicação de técnicas de isolamento nos edifícios construídos de raiz já entrou no caderno de encargos. Porém, ainda há alguma resistência quando se trata de obras de reabilitação. Um arquitecto podê-lo-á ajudar neste sentido e recomendar o melhor tipo de isolamento para a sua casa. Se está a pensar construir ou renovar, então não deixe de entrar em contacto com mais do que um gabinete de arquitectura para trocar ideias e pedir orçamentos. 

Recomendado:
- Como isolar a sua casa do frio: dicas para se proteger este Inverno!

Esperamos tê-lo ajudado com este livro de ideias. Não hesite em colocar-nos as suas questões!
Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis

Encontre inspiração para casa!