Living room floor: Paredes  por Home Staging Factory

Tudo o que sempre quis saber sobre o pavimento flutuante!

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.
Loading admin actions …

O termo pavimento flutuante está por todo o lado assim que começamos a pensar em construir uma casa, ou simplesmente em fazer uma pequena renovação. Ouvimos dizer a cabeleireira que mudou o chão e pôs pavimento flutuante. O vizinho diz que renovou o chão e pôs flutuante. Ouvimos tantas vezes que acabamos habituados à ideia deste tipo de pavimentos.

Mas será que sabe mesmo o que é um pavimento flutuante? Sabe que vantagens tem, ou de que é feito? Algum dia pensou como se aplica?

Para responder a estas e a outras questões hoje a homify apresenta-lhe este pequeno guia sobre o tema. Acompanhe-nos, vai ver que encontrará aqui informação bastante útil!

O que é chão flutuante?

Living room floor: Paredes  por Home Staging Factory
Home Staging Factory

Living room floor

Home Staging Factory

Chamam-se  pavimentos flutuantes ou chãos flutuantes  aos pavimentos que não são diretamente fixados ao chão. Os restantes pavimentos são fixados ao chão através de argamassa, cola ou outro sistema qualquer, mas o sistema flutuante não precisa.

O termo flutuante refere-se ao sistema de assentamento, em que as peças que são encaixadas entre si e instaladas em cima o piso anterior sobre uma manta de material isolante.

Que tipos de pavimento flutuante existem?

Existem muitas variedades de pavimentos flutuantes, mas na realidade podem resumir-se a dois tipos: – Pavimento flutuante de madeira e pavimento flutuante de laminados sintéticos. 

O pavimento flutuante de madeira é constituído por várias camadas de madeira natural, sendo que a camada final, aquela onde pisamos todos os dias, é uma película de madeira nobre, sendo o que distingue, à primeira vista, um produto do outro. A espessura dessa última camada de madeira é na realidade o que define a qualidade do pavimento flutuante de madeira, pois influencia diretamente a sua resistência e durabilidade.

O pavimento de laminado é constituído por um material rígido sintético composto de várias camadas fundidas entre si. A última camada é decorativa, podendo ter o aspeto desejado, muitas vezes assemelhando-se extraordinariamente à madeira natural. É um pavimento muito resistente, adequado até a zonas húmidas e com muito trânsito, como superfícies comerciais.

Nesta imagem de um quarto da autoria da Traço Magenta – Design de Interiores está um piso flutuante. Consegue dizer de que tipo é?

Vantagens do chão flutuante

- Preço – o pavimento flutuante é uma forma mais económica de ter um acabamento semelhante à madeira, sem os custos desta. O soalho flutuante de madeira é mais caro do que o laminado sintético, mas ainda assim é mais barato do que a madeira natural.

- Rapidez e facilidade de instalação - o tempo para assentar um pavimento flutuante é muito menor comparativamente a qualquer outro pavimento, além de não precisar de obras de grande envergadura. A sua instalação é relativamente silenciosa e pode ser feita diretamente sobre o pavimento anterior.

- Manutenção da temperatura – este tipo de pavimentos é mais quente do que os pisos de cerâmica, pelo que é apropriado para divisões onde o conforto e a sensação de aconchego são mais importantes, como os quartos.

- Isolamento sonoro – se o pavimento flutuante for corretamente instalado, com a manta de isolamento, e um bom encaixe entre as peças, torna-se num bom isolador de ruído entre andares.

Desvantagens do chão flutuante

Não tem muitas desvantagens, mas podemos apontar três, que se aplicam a algumas versões de flutuantes:

- O pavimento sintético pode aumentar o ruído interno da casa pois tende a refletir o som de impactos no chão (quedas de objetos e passos).

- O soalho flutuante de madeira não apresenta grande resistência à humidade pelo que não é adequado para cozinhas, casas de banho ou outras divisões húmidas. A sua manutenção complica-se, sendo só pode ser limpo com um pano humedecido e nunca lavado.

- Alguns pavimentos flutuantes, de ambos os tipos, resistem mal ao impacto e à abrasão.

Cores e texturas

No mercado atual há uma infinidade de acabamentos e variedades para os pavimentos flutuantes. 

No caso dos flutuantes de madeira natural, as variedades do pavimento flutuante espelham quase todas as variedades de madeira. E no caso dos laminados sintéticos as semelhanças com a madeira são assombrosas, havendo por vezes dificuldades em perceber que são imitação.

E se isto acontece quanto aos tons, o mesmo se passa com as texturas. Há pisos flutuantes com a textura rugosa e os veios da madeira rústica, assim como os há com acabamentos polidos e modernos. 

A escolha será sempre determinada pelo seu estilo e pelo seu orçamento.

Aplicações e resistência

Pavimento Vinilico em Régua: Espaços comerciais  por Decorpisus
Decorpisus

Pavimento Vinilico em Régua

Decorpisus

O soalho flutuante de madeira natural tem os referidos constrangimentos causados pela pouca resistência à humidade, mas os laminados sintéticos podem ser extremamente resistentes, sendo até apropriados para áreas exteriores.

Os pavimentos flutuantes são classificados quanto à sua resistência à abrasão e ao impacto. 

Quanto à abrasão classificam-se com a nomenclatura AC, em vários níveis identificados por um número. Quanto maior for o número maior é a resistência. Por exemplo uma classificação AC-4 pode ser utilizado para uso comercial com baixo tráfego, enquanto o AC-6 já é para alto tráfego.

Quanto à resistência a impactos a classificação é em IC e funciona também por níveis, aumentado a resistência com o número atribuído.

Instalação e manutenção

Hall Entrada | Escadas | Elevador : Corredores e halls de entrada  por Areabranca
Areabranca

Hall Entrada | Escadas | Elevador

Areabranca

Os soalhos flutuantes, com sistemas de instalação por encaixe são bastante fáceis de instalar, e pode até fazê-lo como projeto DIY.

Certifique-se de que coloca a manta isoladora (que pode adquirir nos mesmos fornecedores onde comprar o pavimento) e de que deixa as placas chegarem à temperatura e às condições de humidade do espaço antes de as colocar. O mais aconselhado é deixar as embalagens com as placas de soalhos durante 48 horas no meio da divisão onde serão instaladas.

A manutenção dos pavimentos de madeira deve ser delicada, apenas com um detergente muito suave num pano humedecido, mas as restantes podem ser limpas normalmente com qualquer detergente desde que não seja muito agressivo. Evite esponjas com esfregão que podem danificar a superfície.

Como escolher?

Remodelação Herdade Aroeira - Almada:   por Alex Cardoso - Construção Civil
Alex Cardoso – Construção Civil

Remodelação Herdade Aroeira – Almada

Alex Cardoso - Construção Civil

- O preço tende a subir com o grau de resistência por isso avalie as suas necessidades, tendo em conta o tráfego esperado e as condições dos espaços. Certifique-se que em zonas como a cozinha ou a casa de banho instala os produtos mais resistentes, podendo poupar por exemplo nos quartos. Um bom profissional vai saber aconselhá-lo neste sentido. 

- Certifique-se de que os painéis têm todos a mesma dimensão, e são retos e planos. Qualquer desvio, mesmo que pequeno, vai dificultar o encaixe e gerar falhar que comprometem a integridade do pavimento, além de acumular pós e sujidade difícil de remover. Este facto está muitas vezes diretamente ligado às condições de armazenamento por isso inspecione bem o que comprar.  

- Há entidades e sites privados que avaliam muitos pavimentos flutuantes do mercado. Investigue e explore avaliações e opiniões. 

- Se for instalar sozinho leia bem o manual de instruções (que deve ser claro e explícito) e antes de comprar garanta que está bem informado sobre a dificuldade de montagem.

Preços

E por último a sumo da questão: – quanto custa ter um pavimento flutuante? 

Ora bem, não podemos dar preços concretos e definitivos, uma vez que os valores são muito variados, tendo em conta os fornecedores, os níveis de resistência, os acabamentos e muitos outros fatores. E ainda tem de contar com os custos de mão-de-obra, se não fizer a instalação sozinho. Mas podemos dar-lhe valores aproximados…   

Segundo o site http://www.geradordeprecos.info, um pavimento laminado, de lâminas de 1200x190 mm, Classe 21: Doméstico moderado, resistência à abrasão AC1, formada por painel base de HDF laminado decorativo em pinho, montagem com cola, colocadas sobre lâmina de espuma de polietileno de alta densidade de 3 mm de espessura, custa cerca de 15 Euros (mão-de-obra incluída). Pode parecer um preço baixo, e realmente não é muito elevado, mas lembre-se que a resistência deste material à abrasão é a mais baixa da escala!

Quer ver ideias fantásticas para os chão da sua casa? Então continue a ler o artigo ’10 revestimentos irreverentes para o chão de sua casa’.

Qual é a sua opinião sobre pavimento flutuante?
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!