Escadas interiores funcionais, mas criativas!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Vai, certamente, reparar que nas imagens que lhe deixamos neste artigo, as escadas ultrapassam o seu propósito funcional, servindo antes – ou também – como elementos que veiculam a diferença nas divisões onde se encontram, independentemente do estilo decorativo e arquitectónico que as envolve.

A pedra basilar da arquitectura contemporânea vai de encontro a uma preferência por espaços abertos, luminosos e arejados. Assim, é comum encontrarmos degraus flutuantes que, do ponto de vista arquitectónico, são deveras interessantes. Além disso, tomam de empréstimo pouco espaço o que é sempre importante quando se trata de um elemento permanente. Todavia, as alternativas são variadas e coadunam-se aos mais diversos estilos decorativos. Há escadas em madeira, em betão, mais clássicas ou mais rústicas. Tudo depende do seu gosto, do ambiente de sua casa e das suas circunstâncias – viver com crianças ou com idosos, por exemplo, muda completamente o planeamento do espaço.

Se está, porventura, a construir uma casa que vai ter mais que um andar – ou dois ou três – tem, então, que pensar que tipo de escada lhe vai colocar. Afaste-se da imagem insípida da escada em madeira como uma criança desenharia e inspire-se em estilos mais inusitados para subir às alturas. Da sua casa, claro.

Todas em vidro

Tem vertigens? Ora, então pode passar à frente. Escadas em vidro não são, por certo, o seu “lugar confortável”. Mas, reconheça, têm muita pinta, não têm? Um vão de escadas inteiramente envidraçado pode constituir a solução ideal para dar um toque de modernidade a uma casa mais antiga e pesada ou para obter mais claridade visto que deixa, naturalmente, passar a luz natural e artificial, para além de as reflectir. 

São, ademais, um elemento que proporciona abertura se percepcionarmos a casa enquanto um todo. Todavia, e ainda que desempenhem uma função importante em termos arquitectónicos, são um tanto ou quanto ambíguas visto que quase passam despercebidas, numa espécie de “estou aqui, mas não estou”. 

Se escolher este tipo de escadaria, não se esqueça de escolher um vidro resistente com tratamento anti-derrapante para sua segurança.

Flutuantes

As escadas flutuantes são um elixir para vistas cansadas, mas, ao mesmo tempo, impróprias para cardíacos, pessoas desastradas e, sobretudo, crianças. Se acha que se inclui numa destas categorias, então, provavelmente, não é esta a melhor solução para o seu lar, doce lar. Porém, é inegável a beleza arquitectónica deste tipo de escadas e são muitos os que adorariam ter umas em casa. São leves, de traço minimalista e o seu design vanguardista torna-as versáteis. As da imagem pertencem a uma casa em Porto Alegre, no Brasil. Têm pontos de luz a cada três degraus e um pequeno jardim interior sob elas o que lhes empresta ainda mais encanto. Pode sempre pôr um corrimão para tornar a experiência menos assustadora. Não o queremos com uma perna partida!

Futurista

Esta escadaria no interior de uma casa projectada pelo atelier alemão Schiller Architektur BDA encerra, em si mesmo, o estatuto de obra de arte. Cada degrau, concebido em aço, é uma forma geométrica com linhas dinâmicas e singulares que, combinadas com o vidro do corrimão e o betão na parede ganham ainda mais impacto na composição de uma decoração de estilo industrial, quase futurista.

Caminho iluminado

É numa casa em Itália que encontramos estas escadas em que cada degrau é, ao mesmo tempo, um ponto de luz, dando quase a ideia de se tratar de uma saída de uma nave espacial o que cria um efeito visual sublime. À semelhança de algumas escadas de imagens anteriores, também se encontram suspensas o que se enquadra no espaço com um estilo arquitectónico minimalista e contemporâneo onde o branco predomina. Ainda que cumpram um propósito funcional, estas escadas iluminadas sobressaem no conjunto e ocupam um papel de destaque na casa, inclusive – ou sobretudo – quando vista do exterior, todo envidraçado.

Transição

Casa Mar - Avanca: Corredores e halls de entrada  por a3mais
a3mais

Casa Mar – Avanca

a3mais

A arquitecta Solange Valente do atelier A3 Mais projectou a Casa Mar situada em Matosinhos. É curioso o pormenor da escadaria que começa com degraus suspensos que, mais à frente, continuam normalmente. Ou seja, as escadas inferiores prolongam-se para além da parede, aparecendo suspensas, e comunicam com o chão por se revestirem do mesmo material que ele. Se a sua casa tiver um desnível acentuado – que é sempre um pormenor arquitectónico interessante -, saiba dele retirar proveito através da colocação de umas escadas idênticas.

Um pop de cor

A este loft, na Polónia, imaginamo-lo habitado por um casal jovem com uma vida apressada, enérgica e gostos simples e descomplicados. A parede em tijolo deixado a descoberto, as madeiras claras e a paleta cromática a preto e branco beneficiam destas escadas, pintadas num vibrante e alegre tom de amarelo, que desembocam na sala, surgindo enquanto elemento diferenciador no todo. Não se olvide nunca que um detalhe colorido na sua casa pode ser uma verdadeira terapia. No entanto, planeie tudo de forma moderada, lembre-se que “menos é mais”.

Em espiral

Duas casas em Monção: Corredores e halls de entrada  por JPL Arquitecto
JPL Arquitecto

Duas casas em Monção

JPL Arquitecto

O arquitecto João Paulo Loureiro - JPL Arquitecto - desenhou esta bela e imponente escadaria para o projecto Duas Casas em Monção. A sumptuosa e delicada forma em que a escada se desenvolve opõe-se à robustez dos materiais com que foi construída: ferro, vidro, betão armado e pedra. Neste exemplo, a estética moderna vai ao encontro da tradição visto que as técnicas construtivas aplicadas na casa aquando da sua construção foram absorvidas da região em que se encontra. Esta escadaria liga o piso térreo e o andar superior que, em boa verdade, são duas casas distintas: uma para o pai e outra para o filho.

Uma obra-de-arte

Mais que uma escadaria, é um elemento escultural. Desenhada pelo estúdio alemão Jurgen Mayer Architekten destaca-se pelas improváveis e delicadas linhas curvilíneas que quase nos lembram uma alga a dançar ao sabor das correntes. A brancura impoluta e o chão em cinza reforçam, ainda mais, a sua beleza que, apesar de imponente, é também um tanto ou quanto celestial. Esta escada é o elemento central da moradia e conecta os três pisos. Em baixo, existe uma zona de spa e salas de arrumos, a meio encontram-se as zonas comuns como a cozinha e salas de estar e jantar e, por fim, deparamo-nos com o terceiro andar que, por ser mais silencioso, abriga os quartos.

Clássicas

Corredores e halls de entrada  por le songe du miroir photographe
le songe du miroir photographe

Une maison de maître dans l'Ain

le songe du miroir photographe

Ainda que não fiquemos indiferentes ao que de melhor se faz no design e arquitectura contemporâneos, umas escadas clássicas serão sempre bonitas e elegantes. Veja-se o exemplo desta escadaria numa casa francesa ladeada por um corrimão com um desenho intemporal e com degraus em pedra. É o tipo de imagem que convida a nossa imaginação a percorrer outros tempos que nos envolvem e não nos devolvem. Os quadros com pinturas históricas emoldurados a dourado e os móveis antigos enobrecem esta escadaria.

Com o corrimão em vidro

Para dar um toque de modernidade às suas escadas, considere a colocação de um corrimão em vidro ou em acrílico. O vidro é um material duradouro e apelativo, para além de ser amigo do ambiente, uma preocupação constante da arquitectura contemporânea. Na escada da imagem, por sinal integrada num projecto português, é o corrimão em vidro que lhe traz personalidade. Se ponderar esta ideia, repare que não só fica com uma escadaria com um design moderno, como também a torna mais segura, sem que, por isso, se perca a leveza. Para além disso, a transparência do vidro propicia a sensação de maior abertura do espaço visto que lhe permite ter visibilidade de um lado para o outro da divisão.

Qual destes tipos de escadas interiores escolheria para sua casa? Tinha coragem para colocar degraus flutuantes ou prefere um estilo mais clássico? 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!