6 segredos para ter um jardim com relvado perfeito

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

É sempre agradável chegar a casa e dar de caras com um jardim impecável e que nos enche de orgulho. Por isso, ficamos desiludidos quando o relvado começa a ficar pálido, amarelado e a levantar em certas zonas. Isso acontece naturalmente porque, a um certo ponto, a relva cumpre o seu ciclo de vida e começa a perder as qualidades de que tanto gostamos: o verde, a suavidade e a uniformidade. No fundo, deixa de ter um aspecto tão belo como quando a colocamos.

É, por isso mesmo, necessário dedicar tempo à renovação deste tapete natural assim que ele comece a dar sinais de desgaste. Organize tudo o que necessita e dedique algum tempo a fazer de jardineiro. Para que cumpra o papel de forma eficaz, deixamos algumas dicas sobre como tratar o seu jardim da melhor forma possível.

Remover a relva mal tratada e seca

O primeiro ponto não poderia ser outro que não tomar a decisão 100% firme de trocar a relva mal tratada. Seja porque está pálida, completamente seca ou porque se começou a soltar. Independentemente da razão, se não dedicar tempo à sua renovação, de nada vale ter muita vontade de ver um jardim novo e colorido.

Despenda algum tempo a planificar tudo o que precisa de fazer, desde quantas horas pensa dedicar-lhe até ao dinheiro que precisa de gastar. Uma vez dado este passo, está na hora de deitar mãos à obra e, em pouco tempo, terá um novo tapete natural. Aproveite para o complementar com algumas plantas e flores, como mostramos nesta imagem do Lo Interior, e torne o seu jardim num lugar verdadeiramente especial.

Tempo e paciência para semear um novo relvado

Os prognósticos do clima, o formato, o tamanho do jardim e, até mesmo, os elementos que o decoram, devem ser factores a considerar quando está a trabalhar como jardineiro e é tudo isto que o vai ajudar a perceber por onde e quando começar.

O desenho deste jardim, criado pela empresa Ecoentorno Paisajismo Urbano é bastante amplo, pelo que a ideia de mudar todo o relvado de uma só vez não é minimamente viável. O melhor, para estes casos, é fraccionar cada parte e ir avançando passo a passo. Não trabalhe com pressa, pois quando terminar e vir o seu jardim tão bonito como o desta imagem, dará valor à sua paciência e agradecerá a si próprio por trabalhar de forma metódica e organizada.

Nivelar o solo

A análise correcta do solo é o passo que se segue depois de ter definido onde começar. Este pormenor é de extrema importância pois, muitas vezes, a situação é de tal forma extrema que dificulta o trabalho. Assim sendo, se vai remover o seu relvado velho para colocar um novo, aproveite e dedique algum tempo a nivelar o terreno e tornar o relvado mais uniforme. Claro que isto será sempre uma opção dependente das suas necessidades e dos seus gostos, pois todos sabemos que muitos gostam de ver zonas mais altas e mais baixas no jardim.

Tudo se vai centrar no seu gosto e na sua decisão. Quer dinamismo? Então explore este jogo de níveis distintos no Jardim. Pelo contrário, se o que procura é homogeneidade, então aproveite que vai dedicar tempo ao seu jardim e nivele bem a sua zona.

Ferramentas para tratar a relva

Até os mais profissionais precisam de ajuda. Por isso, deve ir em busca da sua para que tudo seja mais fácil e prático. Entre o que não pode faltar estão as ferramentas, principalmente um bom ancinho que o ajude a levantar a relva estragada e a plantar e consolidar a nova. Além disso, nunca estará a mais uma pequena pá para acomodar a terra e um regador que ajudará a terminar o trabalho como um profissional.

Na imagem, mostramos mais um brilhante trabalho de exterior da empresa Ecoentorno Paisajismo Urbano, onde o tapete verde que forma o jardim convive na perfeição com o caminho de pedras e a vasta vegetação, de tal forma que nos convida a desfrutar de um momento de relaxamento rodeado por toda esta verdura.

Plantar um novo relvado com muito cuidado

Jardins modernos por Arquiindeco
Arquiindeco

Pasto alfombra

Arquiindeco

Agora sim, ponha toda a sua energia e inspiração na colocação do novo relvado, lembre-se que hidratá-lo bem antes de o montar é uma grande ajuda, tal como ir avançando passo-a-passo e por partes. Não se precipite e não queira acabar mais rápido do que é suposto pois o único resultado disso será cansaço.

Na fotografia, uma proposta da empresa Arquiindeco, vemos um belo exemplo de um relvado – neste caso sintético – cuja instalação não difere muito do natural pelo que usando o mesmo plano de trabalho e ferramentas poderá acomodá-lo até que ele tenha um aspecto sensacional como o que vê aqui.

Regar a relva regularmente

Já tem o seu novo relvado? Está com bom aspecto? Agora, depende apenas de si e de quem vive consigo que continue assim durante muito tempo. Dedique tempo a regá-lo, a adubá-lo, a podá-lo e a protegê-lo de tudo o que o possa afectar.

A empresa Rousseau Arquitectos convida-nos a admirar o quão espectacular fica um relvado bem cuidado e ao qual se dedica muita atenção. Com isto, não podemos negar que o grande protagonista do jardim é a relva e que, uma vez terminado todo o procedimento de renovação, é fácil perceber como todo o espaço adquire uma vitalidade assombrosa. Por isso, se quer um jardim espectacular preste especial atenção à relva. Agora só falta colocar mãos à obra.

O que achou das dicas que aqui deixamos? Tem alguma que queira partilhar? Deixe-nos os seus comentários. 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!