T2 120M2: Casas modernas por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

A empresa portuguesa que constrói casas modulares bonitas e acessíveis

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Artigo Patrocinado
Loading admin actions …

Há cada vez mais pessoas a optar pela construção de casas modulares. São ecológicas, mais baratas e, como são pré-fabricadas e montadas in loco, evitam-se obras morosas e inconvenientes. Em Portugal, o conceito ainda não se generalizou e só há pouco tempo é que alguns bancos começaram a conceder créditos para a construção deste tipo de casa. Acreditamos, no entanto, que é um nicho em progressão e não em regressão. 

Quando publicamos artigos sobre casas pré-fabricadas, os nossos leitores mostram interesse e perguntam-nos sempre sobre empresas portuguesas que os possam ajudar a construir uma casa deste género. Hoje, vamos apresentar-lhe uma: a JGDS-EPA.  

A JGDS é uma empresa de construção e remodelação de casas que, não obstante, se distingue das demais por explorar conceitos de construção de casas eficientes, seguras, funcionais e modernas. Os clientes podem optar por uma construção modular em aço ou por uma construção em madeira. Seja como for, o trabalho de excelência levado a cabo pela empresa, depressa arredará da cabeça dos mais cépticos a ideia de que estas casas são frágeis ou menos apelativas do ponto de vista estético. 

Conseguimos despertar a sua curiosidade? Então, acompanhe-nos.

As casas que se impõem na colina

T2 120M2: Casas modernas por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

Como dizíamos na introdução, há algum preconceito em relação a casas pré-fabricadas que são vistas como sendo esteticamente menos interessantes. Mas, será bem assim? Bom, é certo que uma casa tradicional, em alvenaria, oferece uma miríade de hipóteses de design e é também inegável que as casas pré-fabricadas podem estar mais limitadas nesse sentido precisamente por serem pré-fabricadas. Contudo, isso não significa que não possa idealizar uma casa pré-fabricada à sua medida. Tanto pode privilegiar um estilo mais tradicional, como preferir uma abordagem moderna, por exemplo. Aliás, trabalhe com a empresa que escolher para executar o seu projecto e discutam formatos, acabamentos e outros pormenores de design interessantes. Lembre-se que é um mercado em expansão e que estão sempre a surgir novas e melhores possibilidades. O seu pré-fabricado não tem que ser uma casa simples e estéril de ideias. As casas que vemos acima, tipologia T2 e com 120 m² são disso prova. 

A beleza da madeira

T2 120M2: Casas modernas por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

A madeira será sempre um material popular na construção. Usa-se no interior, no exterior e, depois, usa-se ainda nos móveis e até em elementos de decoração. Trata-se de um material versátil, bonito, resistente e que, ainda por cima, transmite uma sensação de calor e de aconchego como nenhum outro. 

Para além da nobreza que lhe está inerente, a madeira possui, ainda, um elevado grau de isolamento térmico e acústico que supera o das construções tradicionais. A JGDS utiliza madeira de Abeto Nórdico PICEIA que, como o próprio nome indica, é proveniente dos países nórdicos onde, como sabemos, o clima é muito rigoroso. Vale ainda realçar que é tratado em autoclave que o preserva contra térmitas, caruncho e podridão. 

Venha saber mais.

Em madeira, mas com linhas mais simples

Casa Zmar - : Casas modernas por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

E se, em cima, vimos casas de madeira com linhas, de alguma forma, vanguardistas, aqui vemos uma bonita casa com linhas mais singelas, mas plena de modernidade. Mais uma vez, o imóvel está totalmente integrado na natureza.

O sistema de encaixe destas casas providencia-lhe segurança e robustez estrutural, características que são também asseguradas pela espessura das pranchas de madeira maciça. As paredes duplas são isoladas com lã mineral, revestidas com placas de gesso cartonado, MDF ou tábuas macheadas dispostas na vertical ou horizontal mediante a escolha do cliente. 

Ainda tem dúvidas quanto à qualidade destas construções? Prossigamos. 

Abertura para a natureza

Casa Zmar - : Casas modernas por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

Numa casa pré-fabricada, não tem por que abdicar da incorporação de uma varanda, terraço ou alpendre. Além do mais, dentro do estilo moderno, vale sempre a pena abrir generosos planos de vidro que ponham o interior e o exterior em contacto. 

As portas e as janelas são aplicadas em PVC com vidro duplo, respeitando as normas e técnicas europeias. Já as portas interiores são em madeira maciça com guarnições por sistema de encaixa. 

Então, significa que não vou sentir frio ou desconforto numa casa assim?

Casa França - 105m2 : Casas de madeira  por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

Sim, significa precisamente isso. Ora pense: onde é que as casas pré-fabricadas são mais usadas? Nos países nórdicos onde o Inverno é extremamente rigoroso com neve, humidade e temperaturas negativas. Nos Estados Unidos da América e no Canadá, também se encontram amiúde estas construções. Então, por que não em Portugal onde o clima é ameno? Estas casas são mais duradouras do que as de alvenaria, o que não significa que não precisem de manutenção, como aliás todas as casas precisam de quando em vez (pinturas, reparação de fendas, eliminação de humidade, etc.). 

Por que continuamos a optar por casas tradicionais?

Casa França - 105m2 : Casas de madeira  por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

Perante as vantagens que estas casas oferecem, por que é que continuamos a optar mais pelas construções normais? Não sabemos, mas estamos em crer que a mentalidade está a mudar, sobretudo entre os mais jovens que procuram soluções de habitação baratas, rápidas e sustentáveis.

Além do mais, note-se que as casas modulares podem ir crescendo à medida que a família cresce ou que surgem novas necessidades (um escritório, um quarto de hóspedes, mais espaço para arrumação, entre outras). São quase como uma construção de Lego às quais se pode ir acrescentando mais uma peça e outra. Este acrescento pode ser na vertical ou horizontal.

Construída enquanto o diabo esfrega um olho!

Casa Zvilla: Casas pré-fabricadas  por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

E por falar na procura por rapidez e sustentabilidade: segundo a JGDS-EPA, os clientes poderão desfrutar da casa em apenas quatro meses após a obtenção de licenças. As casas pré-fabricadas requerem licenças, tal como numa construção tradicional pelo que se deve dirigir à Câmara Municipal para fazer o pedido. A empresa responsável pelo seu projecto pode ajudá-lo neste sentido. Não menos importante é a faceta ecológica destas casas que são construídas com materiais naturais, como a lã mineral no revestimento que permite a absorção do calor e do ruído, mitigando assim os gastos energéticos. No mais, estas construções incluem uma pré-instalação para energias renováveis.

Ir com a casa às costas!

Casa Zvilla: Casas pré-fabricadas  por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

Construímos uma casa e, de repente, a vida dá-nos a volta e temos que mudar de cidade! Para além de tudo o que deixamos para trás, ainda temos que abrir mão da nossa rica casa. Ora, as casas modulares são amovíveis porque têm dimensões padronizadas que permitem que a estrutura seja deslocada não só pela via terrestre, como também pela via marítima. Isto sim é ir com a casa às costas! 

Contactos úteis

Casa Zvilla: Casas pré-fabricadas  por JGDS-EPA - CASAS MODULARES

Se está a pensar construir casa, não perca mais tempo. Pense no seu orçamento, pense no planeta e opte por uma casa pré-fabricada. Na imagem acima, tem todos os contactos da JGDS-EPA. Avance!

Recomendado: 

13 casas pré-fabricadas feitas em Portugal com pouco tempo e dinheiro

Para mais questões, entre em contacto connosco por mensagem privada ou no nosso fórum de discussões!

Encontre inspiração para casa!