Soleo Skimmer: Piscinas modernas por Soleo

Jardins com piscina: comece a preparar o seu Verão Azul!

Sílvia Astride Cardoso – homify Sílvia Astride Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Sim, ainda faltam três meses para o Verão, mas o jardim deve ser cuidado ao longo de todo o ano e, se por algum motivo se desleixou, ainda vai a tempo de deixar tudo pronto para receber os dias mais quentes. Neste artigo, não vamos falar-lhe apenas sobre jardins, mas sim sobre jardins com piscina

Portugal tem Verões quentes, pelo que toda a gente gostaria de ter uma piscina mesmo ao lado da casa para se refrescar e divertir com toda a privacidade. Um jardim com piscina é um espaço recreativo para toda a família e oferece ainda a possibilidade de receber os amigos para partilhar momentos inesquecíveis. Se é certo que um jardim e uma piscina dão trabalho a construir e a manter, também não é menos verdade que o esforço compensa largamente.

Não raras são as pessoas que pensam que, por terem um jardim pequeno, não têm a possibilidade de nele incorporar uma piscina. Há ainda quem ache que uma piscina é um luxo que está, por isso, só ao alcance de algumas carteiras. Contudo, já não é bem assim. Existem soluções que se adaptam a jardins de diferentes tamanhos e formas e a orçamentos menos generosos.

Venha saber mais sobre como planear o seu jardim com piscina.

1. Quais são os benefícios de ter um jardim com piscina em casa?

Ter um jardim com piscina traz inúmeras vantagens que valem a pena ser consideradas. 

Entre elas, destacaríamos as seguintes:

Diversão garantida: é um espaço óptimo para juntar a sua família e amigos. Não importam as idades. Toda a gente se diverte seja a mergulhar, a nadar, a apanhar sol ou a comer à beira da água. As hipóteses são imensas. Para complementar o espaço pode construir um barbecue e incluir uma mesa confortável para as refeições.

Vida mais saudável: do que todos precisamos é de passar mais tempo ao ar livre longe de ecrãs e de tecnologia e em contacto com a natureza. Quer melhor do que um jardim com piscina para o efeito? Pode dedicar-se às suas plantas, cultivar uma pequena horta com ervas aromáticas e fazer exercício físico tanto no relvado, como dentro da piscina.

Alívio do stress: esta questão não se dissocia da última, mas vale um ponto à parte porque estar ao pé de uma piscina e em contacto com a natureza é uma das formas mais fáceis, naturais e eficazes que existe de aliviar o stress

Conveniência máxima: temos sempre como alternativa, ir para uma praia ou para uma piscina pública ou de um hotel, mas, se a tivermos à porta de casa, é muito mais conveniente. Aliás, em alguns casos, não há sequer opções perto. Além do mais, em mais nenhum sítio encontramos a privacidade de que desfrutamos na nossa casa.  

Acrescenta valor à casa: lembre-se que um jardim com piscina acrescenta valor à casa, pelo que, se um dia a quiser vender, poderá pedir mais dinheiro por ela.

Pode organizar festas e actividades para os miúdos e não só: esta é para todos os nossos leitores que adoram ter gente em casa e são bons anfitriões. Num espaço ao ar livre com piscina, pode organizar múltiplas actividades para os seus filhos, fazer festas de anos – e outras -, planear eventos com os seus vizinhos, fazer vendas de artigos em segunda mão, e por aí fora.

​2. Há desvantagens de ter um jardim com piscina?

Há desvantagens? Sim, há sempre um lado menos bom. As principais desvantagens são: 

Mais despesas: os jardins e as piscinas dão despesa. Para além dos custos inerentes à construção, existem os de manutenção. São necessários produtos, materiais específicos e, em alguns casos, profissionais que levem a cabo este trabalho de preservação. Isto sem esquecer os custos relacionados com o IMI, as licenças, os seguros, entre outros. Contudo, o dinheiro investido também dependerá sempre do tamanho do espaço e da qualidade do mesmo. Uma piscina elevada, por exemplo, que não exija escavação, sai muito mais barata do que uma incorporada no terreno. 

Insegurança: ter uma piscina é uma grande responsabilidade, sobretudo quando há crianças na família. Esta não é propriamente uma desvantagem, mas sim um alerta. Certifique-se de que a sua piscina é inacessível quando não está a ser usada – pode instalar portões, coberturas, alarmes, etc. - e mantenha-se atento.

Eventuais reparações: uma piscina, por melhor que seja, pode ter problemas estruturais ou fugas de água e outros problemas similares que requeiram uma reparação dispendiosa. Antes de instalar a piscina, questione a empresa responsável pelo projecto em relação às garantias.

Se vender a casa, pode não conseguir recuperar o valor total: embora uma casa com jardim e piscina tenha acrescido valor e se destaque no mercado imobiliário, não é garantido que, ao vendê-la, consiga recuperar a totalidade do que nela investiu.

3. O que ter em conta ao planear o espaço em torno da piscina?

Um dos passos mais importantes e que é, por vezes, descurado, diz respeito à organização da área em torno da piscina. Para executar este projecto detalhado, que é determinado por tantos factores, é aconselhável contratar um arquitecto paisagista. Ainda assim, deixamos-lhe algumas dicas.

Tome nota:

Defina o seu orçamento: definir um tecto para os gastos é crucial para delinear o projecto e afunilar as suas escolhas. Calcule o seu orçamento já com uma margem de manobra para cobrir eventuais imprevistos. 

Pense num estilo: o seu jardim com piscina pode ter vários estilos. Prefere áreas modernas, minimalistas ou rústicas? Cada estilo tem as suas próprias características e definir aquele que pretende para esta área ajudá-lo-á na escolha dos materiais, da decoração, dos tipos de plantas, entre outras coisas. O estilo do jardim com piscina deverá ir de encontro ao estilo da casa para que haja uma harmonia entre o interior e o exterior.

Considere o propósito do espaço: por quantas pessoas o espaço vai ser usado e com que frequência? Tem filhos e animais domésticos? Vai praticar exercício físico no seu jardim com piscina? Procura beleza acima de tudo ou funcionalidade? Defina as suas prioridades para projectar uma área à medida.

Soleo Skimmer: Piscinas modernas por Soleo
Soleo

Soleo Skimmer

Soleo

Tenha em conta a questão da privacidade: o jardim deve estar devidamente vedado para garantir a sua segurança e privacidade. Nada pior do que estar sujeito a olhares indiscretos de vizinhos e de peões enquanto usufrui de uma bela tarde de sol com a família. Pode apostar em vedações de madeira, de ferro, num material sintético, com sebes e pode, ainda, combinar ambos os tipos.

Pondere o tempo disponível para a manutenção: se não vai ter ajuda de um profissional para manter o espaço, então projecte um jardim com plantas que exijam pouca manutenção. Em relação à piscina, terá que aprender alguns passos básicos para a tratar e manter a água limpa.

Crie áreas com propósitos distintos: o seu jardim, por mais pequeno que seja, deve ser dividido virtualmente em áreas com propósitos distintos: uma para a piscina, outra para as espreguiçadeiras, outra para o relvado e plantas, outra para um barbecue (se for o caso) e mesa para refeições, e assim sucessivamente. Em termos visuais, o espaço ficará muito mais apelativo e não lhe faltará funcionalidade.

A importância dos materiais: ainda a propósito do tópico anterior, pode-se socorrer dos materiais para identificar cada área. Imagine um deck em madeira em torno da piscina, um piso em cerâmica para a zona de refeições ou blocos de pedra a atravessar o relvado para não o danificar. Os materiais dos acabamentos, assim como dos móveis e objectos de decoração, devem ser resistentes ao uso no exterior com tudo o que isso implica.

Clima e exposição ao sol: a escolha das plantas, materiais e do local para a piscina dependerá do clima (mais no caso das plantas) e da exposição ao sol. 

Planeie algumas áreas de arrumação: áreas de arrumação no jardim? Sim! É conveniente ter um espaço onde possa arrumar todos os objectos, produtos e maquinaria que usa para tratar do seu jardim e piscina.

Não negligencie a decoração: personalize o espaço com alguns objectos de decoração como velas em lanternas, pontos de luz, pufes, têxteis confortáveis, vasos, entre outras coisas.

​4. Que tipos de piscinas existem?

Moradia Foz do Douro: Piscinas ecléticas por Karst, Lda
Karst, Lda

Moradia Foz do Douro

Karst, Lda

Há imensos modelos de piscinas no mercado. Escolher uma não é tarefa fácil. Acima de tudo, deve ter em conta o tamanho do espaço onde vai integrar a piscina e a proporção da mesma em relação à casa, o número de pessoas que a vão usar e, claro está, o seu orçamento.

Os tipos de piscina mais populares são:

Piscinas em alvenaria: são as mais duradouras (podem chegar aos 50 anos) e também as mais dispendiosas e as que levam mais tempo a ser construídas (até dois meses). Entre as piscinas de alvenaria, tem as piscinas de betão armado e as que são construídas em blocos ou painéis de betão.

Piscinas de vinil: são revestidas por um material vinílico e demoram cerca de 20 dias a instalar. Têm a vantagem de ser mais baratas e de a manutenção ser fácil. Além do mais, são versáteis em termos de formatos e designs disponíveis. Por outro lado, são mais frágeis do que as piscinas de alvenaria.

Piscinas em fibra de vidro: trata-se de uma boa opção para quem pretende uma instalação rápida pois estas piscinas são pré-fabricadas e, por isso, já vêm prontas a ser instaladas no terreno depois de construída uma base com malha de ferro e alvenaria. São baratas e fáceis de limpar, mas como são feitas em fábrica, há menos hipóteses em termos de design.

Piscinas de borda infinita: os limites parecem não existir e a piscina funde-se com a paisagem, criando uma maravilhosa ilusão de óptica.

Piscinas elevadas: não exigem escavação por serem acima do nível do solo. Podem ser em tela, PVC, flexíveis com estrutura metálica e rígidas. No último caso, terá que ser semi-enterrada.

Incorporadas no terreno: são as mais tradicionais e têm uma margem nivelada com o solo.

Outras: há, ainda, as piscinas com jactos de água, escorregas, quedas de água, rochas e com efeitos de luz especiais. Cada extra significa um custo adicional.

​5. Que profissionais o podem ajudar a planear o seu jardim com piscina?

Como já mencionámos, é uma mais-valia ter a ajuda de um profissional para planear o seu jardim com piscina. No separador “Profissionais”, aqui na homify, pode encontrar uma vasta lista de profissionais organizados por categorias. Procure arquitectos paisagistas, jardineiros e empresas de piscinas e spas. Se inserir o seu código postal ou área de residência, encontrará empresas mais perto de si. É conveniente pedir, pelo menos, três orçamentos antes de optar por uma empresa. 

Recomendado: 

42 fantásticas casas com jardim e piscina

Esperamos tê-lo ajudado com este livro de ideias. Se quiser colocar questões, estamos à sua disposição!
Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis

Encontre inspiração para casa!