Casas de banho pequenas com poliban - o melhor produto numa embalagem pequena! | homify
Error: Cannot find module './CookieBanner' at eval (webpack:///./app/assets/javascripts/webpack/react-components_lazy_^\.\/.*$_namespace_object?:3654:12) at at process._tickCallback (internal/process/next_tick.js:189:7) at Function.Module.runMain (module.js:696:11) at startup (bootstrap_node.js:204:16) at bootstrap_node.js:625:3

Casas de banho pequenas com poliban – o melhor produto numa embalagem pequena!

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Casas de banho modernas por Item 6 Arquitetura e Paisagismo Moderno
Loading admin actions …

Quando se pensa em construir uma casa de banho a primeira coisa em que muitos pensam é na banheira, pelo seu impacto visual e pelo imaginário de relaxamento e contentamento que as rodeia. As banheiras são símbolos de status e luxo, e os polibãs acabam relegados para segundo plano, parentes pobres do banho, destinados a espaços mais pequenos e aos duches da correria do quotidiano. 

Na realidade os polibans podem ser espaços tão belos como as banheiras, mas mais práticos do que estas. A existência destes dois elementos na sua casa não é mutuamente exclusiva, pois pode ter ambos (seja no mesmo espaço ou em espaços separados), no entanto com a passagem dos anos, o preço e a falta de água, e a progressiva perda de mobilidade que a idade acarreta, é normal começar a ver os polibãs com um interesse totalmente novo. É nesta altura que uma renovação da casa de banho ganha contornos de realidade e muitas banheiras desaparecem para dar lugar aos polibãs! E, sejamos honestos, numa casa se banho pequena o polibã é quase obrigatório…

Se está a pensar em construir uma casa de banho pequena com poliban ou pretende acabar com o reinado da banheira em sua casa, este artigo é para si. Aqui vai conhecer em detalhe as vantagens e desvantagens dos polibãs, que alternativas que tem à sua disposição, com que preços pode contar e muito mais. Venha connosco redescobrir os polibãs e comece a planear a sua nova casa de banho!

Poliban ou polibã?

A pergunta impõe-se porque é muito comum ver as duas palavras, mesmo em contexto profissional. A palavra portuguesa é polibã, e trata-se de um apropriamento e aportuguesamento da palavra de origem francesa poliban, que designa uma área da casa de banho, muitas vezes quadrangular e elevado do pavimento, muitas vezes fechado com portas de correr ou cortinas, destinado ao chuveiro. Por associação começou a chamar-se de polibã a qualquer área de duche, seja qual for a sua configuração, mesmo quando são cabinas de duche ou bases de duche..

Assim para a sua pesquisa na internet, e até para conversas com profissionais, pode usar as duas grafias pois ambas são entendidas e correntemente utilizadas.

Vantagens e desvantagens de ter um poliban

As desvantagens são poucas… Com a enorme variedade de formas, materiais e estilos à disposição no mercado, nem sequer a estética é limitada. A única desvantagem de só ter um poliban é mesmo a impossibilidade de tomar um longo e relaxante banho de imersão.

Quanto às vantagens elas são algumas, e de peso:

- poupança de espaço, fundamental em casas de banho pequenas;

- poupança de água, desde que não prolongue o tempo dos duches;

- acessibilidade total, ou muito melhorada, para pessoas com limitações motoras, seja por acidente doença ou idade;

- facilidade de manutenção e limpeza, em especial nos design de polibans mais simples.

Construir ou comprar? A pergunta que se impõe?

A pergunta impõe-se sobretudo pelas diferenças de preços, de que falaremos mais à frente, mas também pela fiabilidade e, sobretudo, pela parte estética, entre outros motivos 

Em primeiro lugar é importante dizer que, seja qual for a sua opção, não vai conseguir instalar um polibã sem fazer algumas obras, em especial se não pretende ficar com a casa de banho aos remendos. A diferença aqui reside na extensão dessas obras, por isso se pretende uma conversão ou instalação rápida, a melhor solução será comprar e mandar instalar. Neste caso deve contar também com as despesas da montagem feita por profissionais, canalizadores e construtores. Não se aventure sozinho num projeto deste género, a menos que possua experiência profissional! É muito importante saber o que fazer e que materiais utilizar para que o resultado final não apresente fugas ou defeitos visíveis. 

Se pretende adquirir um equipamento já feito, normalmente aço esmaltados ou cabinas de duche, é fundamental que peça as garantias ao fornecedor. Vai encontrar algumas alternativas no mercado, das mais vulgares e básicas, às mais complexas e até de design exclusivo. A escolha vai depender da área disponível e do seu orçamento, com as óbvias limitações em relação às formas e às medidas padrão. Comprar tem normalmente uma garantia associada ao equipamento, mas como tem de contar com outros fatores, como a instalação e a canalização, que essa garantia não cobre, pode vir a ter problemas da mesma forma. 

Que formatos encontro à venda? Que forma escolher?

A mais tradicional é a quadrada, mas também encontra facilmente polibans simples ou cabinas de duche com formas rectangulares e semicirculares. A curva dos modelos semicirculares são especialmente indicadas para casas de banho pequenas pois permite ganhar alguns centímetros de área livre e dá ao espaço uma estética mais dinâmica.

Construir o seu polibã abre um mundo todo de possibilidades! É possível fazer o duche e a cabina à medida do espaço disponível, desde que as canalizações possam ser instaladas, com a estética desejada e os materiais preferidos. No entanto pode contar com um tempo de obras mais longo, e deve escolher muito bem os profissionais, pois corre o risco de vir a ter problemas de infiltrações e fugas de água causados por trabalhos mal feitos. Evite grandes poupanças nesta hora!

Construção: – que alternativas?

Se decidiu prescindir das infalíveis visitas aos armazéns de retalho de materiais de construção, e optou por construir o seu polibã à medida neste momento deve estar confuso com todas as opções que tem diante de si.

Já sabemos que este equipamento é precioso na poupança de espaço em casas de banho pequenas, mas tem a certeza de que sabe como fazer esse aproveitamento?

Construir o seu poliban à medida permite-lhe tirar o melhor partido da área disponível, possibilitando o aproveitamento de zonas com tamanhos e formas que fogem aos padronizados. Damos um exemplo: – uma das medidas padrão para bases de duche é 70x70 cm, mas o seu espaço tem 90X100cm, com uma face oblíqua. O mais provável é não encontrar no mercado nenhum equipamento que se ajuste à medida e vai ficar com espaços mortos, inutilizados e difíceis de limpar. Construir o poliban permite-lhe ocupar todo o espaço. 

Um espaço pequeno coloca desafios de layout que não são fáceis de ultrapassar, mas que um bom designer de casas de banho vai saber resolver com um design bem concebido. Se está perdido e não sabe como fazer consulte um destes profissionais. Na página da homify encontra os melhores!

Falemos agora dos materiais. 

Até há pouco tempo a pedra, o estuque em bruto ou os azulejos eram as únicas opções para construir um poliban, ou uma casa de banho com cabina de duche. Mas atualmente há imensas opções, com  estéticas diferentes e até mais eficazes. O azulejo continua a proporcionar as características de impermeabilidade necessárias a estes espaços e ainda é dos materiais mais utilizados, no entanto alternativas como as pastilhas, a resina epóxi ou o microcimento vieram aumentar o leque das possibilidades de revestimento para a zona do duche. Na sua planificação de uma casa de banho pequena com polibã moderno estes materiais devem ser tidos em conta, pois permitem uma homogeneização das superfícies que ajuda a aumentar a sensação de espaço.

O duche italiano

Bathroom Casas de banho modernas por homify Moderno
homify

Bathroom

homify

O duche italiano é uma dessas opções súper atuais de casas de banho modernas com cabina de duche ou polibã. Não sabe que é? Mas de certeza que já viu um deles pelas páginas do nosso site… São aquelas áreas de duche totalmente abertas, em que a base está ao mesmo nível do pavimento, sem a elevação da base típica do polibã. O escoamento da água é assegurado por um desnível bem estudado no pavimento.

Esta solução, além de produzir casas de banho muito bonitas devido ao efeito de continuidade entre o pavimento e as paredes, é extremamente prática pois permite entrar e sair com muita facilidade, mesmo a pessoas com dificuldades motoras graves. No entanto é preciso bastante cautela com a impermeabilidade dos revestimentos e assegurar que sejam antiderrapantes para evitar acidentes. 

Se sonha com uma cabine de duche como esta da imagem na sua casa de banho pequena não deixe de consultar um arquiteto para saber se as alterações são viáveis e de contratar os melhores colocadores de revestimentos.

Quer ver muitas ideias de revestimentos para a sua casa de banho? Então não deixe de ler o artigo ’25 ideias geniais para o seu duche’.

A funcionalidade do polibã, o luxo da banheira

Para quem não quer deixar de lado o luxo e o bem-estar que uma banheira proporciona, e além disso tem espaço a melhor solução é ter ambos! As casas de banho com duche e banheira são projetos de sonhos que resultam em ambientes muito refinados e confortáveis. Se pode ter o melhor de dois mundos, porque não?

As proteções

Reabilitação Apartamento Chiado Casas de banho modernas por Architecture Tote Ser Moderno
Architecture Tote Ser

Reabilitação Apartamento Chiado

Architecture Tote Ser

No que respeita às proteções laterais para o seu polibã tem duas opções: estrutura rígida e cortina de duche. 

Embora a cortina possa parecer uma solução desinteressante, não deixa de ser muito prática, e até de ter muito protagonismo, como se pode ver na imagem acima. Atualmente os materiais das cortinas deixam bem longe as feias cortinas de plástico, podendo na realidade funcionar como acessórios decorativos para o estilo da sua casa de banho. Numa casa de banho pequena, com um polibã de dimensões reduzidas, o nosso conselho é que escolha uma cortina leve, de cor neutra muito clara, para que não ganhe demasiado peso no espaço. 

A solução rígida é uma opção muito atual e muito prática, diga-se. Mas não deixa de ter as suas desvantagens, sendo que a principal é a da substituição em caso de quebra, pese embora a sua resistência. As proteções rígidas mais utilizadas são feitas com vidro temperado, podendo ser totalmente transparentes, ter alguns motivos opacos para dar um pouco mais de privacidade, ou totalmente opacas. Pode ainda optar por proteções com perfil (de alumínio, aço ou pvc) ou sem perfil para uma presença menos vincada. E se está com receio da acumulação de calcário saiba que muitas vezes esse vidro tem também um tratamento anticalcário para minimizar o problema.

Quanto custa ter polibã numa casa de banho pequena?

O custo do polibã pronto a instalar em si não muito elevado… Para uma casa de banho pequena tem preços que começam nos 60 Euros por uma base para duche de 70x70cm num retalhista de materiais de construção. Uma cabina de duche com as mesmas medidas, e proteções em vidro liso, custa a partir de 120 Euros (preços num conhecido retalhista). Os preços tendem a aumentar com o aumento das medidas e com a complexidade do equipamento, mas o custo neste caso de comprar e instalar sobe realmente é com as obras de instalação. Os preços dos profissionais variam muito, sendo normalmente contratados à obra, pelo que é impossível dizer quanto lhe vai custar. 

Esta mesma premissa funciona para os polibãs e cabinas construídos à media. Os preços variam com o material, com as dimensões, com a complexidade da obra e com a equipa de profissionais contratados. O nosso conselho é que escolha o tipo de projeto que pretende, inspirando-se numa das nossas milhares de fotos de casas de banho pequenas com cabina de duche ou com polibã, contacte com um designer de casas de banho e solicite orçamento.

Como é o seu banho? Banheira, polibã ou ambos?
Casas modernas por Casas inHAUS Moderno

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!