A importância de um arquitecto para uma casa à sua medida A importância de um arquitecto para uma casa à sua medida

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.

A importância de um arquitecto para uma casa à sua medida

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
MORADIA BIRRE: Casas  por fernando piçarra fotografia ,
Loading admin actions …

Quando construímos casa ou nos preparamos para remodelar um imóvel, precisamos da ajuda de um arquitecto. Por muito que a entendamos como dispensável, é este profissional o que melhor saberá interpretar os nossos desejos e tirar o máximo partido possível dos meios disponíveis. É certo que temos que reservar uma fatia do nosso orçamento para pagar este serviço, mas não é menos verdade que uma casa tem outro valor quando assinada por um arquitecto. E, lembre-se, quando falamos em arquitecto incluímos, na categoria, arquitectos paisagistas e arquitectos de interiores.

Neste artigo, propomo-nos a explicar-lhe as vantagens que pode retirar da contratação de um arquitecto, vamos clarificar alguns conceitos e não deixaremos de incluir o que de melhor se faz em Portugal.

Acompanhe-nos.

Porquê contratar um arquitecto?

Desengane-se quem pensa que o trabalho de um arquitecto se limita à concepção de um projecto. Pelo contrário, o arquitecto, com o background e know-how de que dispõe, é um excelente aliado para orientar e supervisionar o processo de construção. Quando se vir a braços com uma panóplia de questões burocráticas e tão sérias como licenças, legislação, construtores e opções de design, agradecerá ter alguém para fazer este caminho consigo. Afinal de contas, uma casa não são quatro paredes e um telhado. Aliás, para além destas questões técnicas e burocráticas, importa poder contar com um arquitecto para criar um ambiente bonito, funcional e confortável com detalhes interessantes que valorizem o espaço interior da casa e que venham responder às suas necessidades.

Recorde-se, ainda, que os arquitectos se propõem a encontrar soluções engenhosas e criativas para problemas que, aos nossos olhos, parecem insolúveis: “a minha casa tornou-se demasiado pequena, como a vou ampliar?”, “preciso de remodelar, mas como vou manter a essência do edifício?”, “o meu orçamento é limitado, como posso optimizá-lo ao máximo?”, e assim sucessivamente.

Argumentará: “mas os arquitectos são caros!”. Bom, na verdade, pode sempre encarar a contratação de um arquitecto não como um custo adicional, mas como um bom investimento. Quando confrontado com um certo orçamento, um bom arquitecto saberá como optimizá-lo através da aplicação de soluções eficientes como uma boa escolha de materiais, acabamentos e de mão-de-obra, projecção de sistemas de energia sustentáveis, conhecimento de opções inovadoras, entre outras coisas. 

O que devo ter em conta ao escolher um arquitecto?

Antes de escolher um arquitecto, deve fazer alguma pesquisa. Estamos certos de que tem o seu estilo pessoal e que se identifica mais com uns estilos de arquitectura do que com outros. Comece por ver empresas na sua região – para facilitar os encontros e a comunicação no geral – e veja os projectos por elas executados. Pode iniciar esta pesquisa aqui mesmo na homify através da nossa categoria ’Profissionais’ onde encontrará uma vasta lista de arquitectos portugueses organizados por região. Além disso, não se esqueça de pedir algumas ideias e referências aos seus amigos, familiares ou colegas. Nada como termos uma pessoa em quem confiamos a afiançar-nos o bom trabalho de um determinado arquitecto para ficarmos muito mais descansados ao entrar nesta caminhada. Quando contactar as empresas, peça fotografias dos projectos antigos e compare orçamentos. Leve o seu tempo. Esta é uma escolha importante e ser precipitado pode custar-lhe. Sugerimos que vá anotando todas as informações num bloco para depois ir pesando os prós e contras e assim poder afunilar a lista.

Arquitectos paisagistas: o que são e por que importam?

Jardins  por homify,

Arquitectos, arquitectos paisagistas, arquitectos de interiores, arquitectos residenciais, arquitectos comerciais: para cada projecto, um arquitecto.  

Os arquitectos paisagistas têm, sem dúvida, extrema importância. Já olhou bem para a sua cidade? Está a par das notícias? Vivemos num mundo onde a natureza é descurada, a paisagem urbana desmazelada e os recursos desperdiçados. Os arquitectos paisagistas focam-se na relação entre as pessoas e o ambiente. Através das adequadas estruturas e organização territorial, relacionam a paisagem com o Homem de um ponto de vista estético. Por outras palavras, arranjam o espaço exterior levando em consideração um correcto aproveitamento dos recursos.

Sabia que, se contratar um arquitecto paisagista, o valor de uma casa aumenta 15%? Este é, certamente, um factor a ter em conta. Para mais, este profissional ajudá-lo-á a estender o espaço habitacional da casa e a criar uma nova área de recreação para si e para a sua família. Ao mesmo tempo, conseguirá aproximá-lo da natureza e pô-lo a desfrutar dela em pleno mesmo no meio de um espaço urbano. Com a escolha das plantas adequadas, elementos com água (fontes, lagos, piscinas), sistemas de irrigação, soluções para solos problemáticos, zonas de barbecue, lareiras ao ar livre, entre outras, a sua casa ganhará um novo élan. De uma forma geral, os arquitectos paisagistas entendem a paisagem como um sistema que inclui áreas mais ou menos complexas para as quais são encontradas as melhores soluções. A isto acrescenta-se a vertente estética e tudo o que a ela diz respeito como a escolha das cores, materiais e estilo.

Tal como deve acontecer com qualquer outro profissional da área da arquitectura, dialogue com o arquitecto paisagista por si contratado. Fale-lhe do seu estilo, do tempo que tem disponível – ou da falta dele – para cuidar das plantas e dos hábitos e circunstâncias da sua família: tem crianças ou animais? Gosta de praticar desporto ao ar livre? Está a pensar receber pessoas com frequência e organizar convívios? Todos estes pontos são pertinentes para a realização do projecto.

O que fazem os arquitectos de interiores?

Há alguma confusão em relação aos conceitos de arquitecto de interiores e designer de interiores. Em linhas gerais, o primeiro assume um papel mais profundo, ou seja, deve também entender a estrutura e a durabilidade do edifício que vai trabalhar com vista a torná-lo funcional e seguro sem, no entanto, negligenciar a parte estética que se prende essencialmente com o bom uso da cor, das texturas e da luz. Estes profissionais cooperam com outros, como designers e arquitectos, debruçam-se sobre projectos privados e comerciais e devem ter conhecimento das licenças de construção locais. Inicialmente, um arquitecto de interiores encontrar-se-á com o cliente para perceber as ambições que este tem para o espaço, etapa durante a qual fará sugestões e propostas. De seguida, passa-se para a fase do projecto per se com tudo o que isso implica como a demolição ou a construção de novas paredes, abertura ou fecho de janelas e portas ou implementação ou renovação de sistemas de água e luz.

A maior parte dos arquitectos de interiores, tal como os arquitectos paisagistas e os arquitectos, trabalha, hoje em dia, com programas que permitem a elaboração de projectos tridimensionais (3D/render) que mostram a conclusão do projecto de forma tão realista que às vezes é difícil distinguir o real do computadorizado. Estas inovações permitem aos clientes ter uma melhor ideia do que vai ser feito e pedir as alterações atempadamente, o que facilita todo o processo.

Arquitectos portugueses

Duas casas em Monção: Salas de estar  por JPL Arquitecto,
JPL Arquitecto

Duas casas em Monção

JPL Arquitecto

Agora que já partilhámos consigo algumas noções que nos parecem importantes, vamos ver o que de melhor se faz no nosso país. 

Sabia que uma das principais escolas de arquitectura de todo o mundo se situa em Portugal? Chama-se Escola do Porto e tem por detrás nomes por nós tão conhecidos como Álvaro Siza Vieira (prémio Pritzker 1992), Eduardo Souto Moura (prémio Pritzker 2011), Carlos Ramos e Fernando Távora. 

Esta corrente tem como pedra basilar os modelos puristas do Movimento Moderno disseminados essencialmente pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto. A linha arquitectónica da Escola do Porto é simples e depurada com volumes que denotam um certo apelo pela estética minimalista e pelo diálogo entre a construção e o meio onde ela se insere.

Entre as obras mais conhecidas de Siza Vieira, pode ver o Museu de Arte Contemporânea de Serralves, a Casa de Chá da Boa Nova, o Pavilhão de Portugal ou as Piscinas de Marés de Leça da Palmeira.

Já o mais recente laureado pelo Prémio Pritzker, Eduardo Souto Moura, tem no seu currículo a emblemática Casa das Histórias Paula Rego, a Casa do Cinema Manoel Oliveira, o Estádio Municipal do Braga ou a Torre do Burgo.

Veja aqui uma lista de mais arquitectos famosos portugueses e respectivos projectos.

Casas  por Casas inHAUS,

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa?
Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!