Uma casa de sonho na Riviera Inglesa

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Estará possivelmente à espera de ver uma maravilhosa casa de campo e apesar de esta ser, realmente, uma sublime casa rural, temos a certeza de que se vai apaixonar pela decoração, pelos acabamentos e pela modernidade inerentes a esta espectacular propriedade. A equipa responsável pejo projecto, do atelier TrewinDesign Architects, descreve-o da seguinte forma:

“O nosso cliente comprou um celeiro que tinha sido mal convertido há cerca de 30 anos atrás. Foi, nessa altura, dividido com um anexo separado, o que resultou num layout desarticulado com um espaço de habitação dividido em dois níveis. O local beneficia de uma bonita vista para o mar, mas a pobre conversão não tirava o devido partido dessa característica. Os espaços internos não se relacionavam bem, nem maximizavam o potencial do sítio. A nossa missão consistia em trazer de volta a qualidade do edifício e em racionalizar a configuração interna para ligar a casa com a paisagem circundante. O esquema atribuído à casa foi premiado, em 2014, nos LABC Building Excellence Awards for Best Extension or Alteration to an Existing Home.”

É curioso pensar que uma casa coesa e bonita como esta é resultado de um projecto de extensão mal feito.

Assim se vê o génio criativo por detrás da equipa incumbida desta recuperação. Não esperemos mais tempo. Vamos conhecê-la.

Uma fachada impressionante

Aqui na homify já lhe mostrámos alguns projectos que partem da conversão de celeiros ou outros edifícios de apoio rural. Porém, o Down Barton, em Evon, destaca-se não só na esfera que engloba projectos deste cariz, mas também como sendo uma das casas mais encantadoras do Reino Unido. O gabinete Trewin Design Architects ofereceram um sopro de vida ao celeiro outrora negligenciado e mal intervencionado. Nesta fachada emoldurada pela natureza não ficamos indiferentes à sempre elegante combinação entre pedra, madeira e vidro, sendo que este último se destaca particularmente nas janelas e na guarda da varanda.

Toques extra

Depois da maravilhosa varanda debruçada sobre o mar que vimos na imagem anterior, descobrimos que também o piso térreo tem generosas superfícies envidraçadas, desta sob a forma de portas de correr que abrem o quarto para uma óptima experiência de exterior.

A grande quantidade de vidro cria um efeito incrível por reflectir o cenário que rodeia a casa, fazendo com que a casa, de certo modo, desapareça na paisagem. Este sim é um truque de magia que nem David Copperfield conseguiria fazer tão bem como esta equipa de arquitectos.

Espreitadela

A janela de esquina que víamos na última imagem abre-se para um quarto. E não é dos quartos mais bonitos e repousantes que já viu? Com uma quantidade surpreendente de vidro, tanto nas paredes, como no tecto, o quarto é bem iluminado e arejado, para além de beneficiar de uma decoração neutra e discreta que fazem dele uma espécie de oásis no meio desta linda da casa e deste lindo cenário da Riviera Inglesa. Quanto a nós, imaginamo-nos a acordar aqui com a natureza a entrar-nos pelos olhos e pelo coração logo pela manhã. Uma delícia.

O rústico encontra-se com o contemporâneo

Introduzir modernidade num edifício antigo não é desafio para qualquer pessoa. Há que saber fazê-lo com sensibilidade e bom senso com vista a obter-se um resultado equilibrado e harmonioso. É o caso do Down Barton. No interior, o rústico encontra-se com o presente. Juntos criam áreas que têm tanto de arejado e funcional, como de acolhedor e familiar. Enquanto vigas expostas, a pedra e o soalho oferecem textura e calidez, o mobiliário moderno e claro devolve a sala à contemporaneidade. Para além das vigas e dos tectos altos, destacamos a incrível lareira que desemboca na sala e generosíssima área envidraçada que deixa entrar uma luz encantadora.

Morremos de amores por esta cozinha

Este ângulo permite-nos ver melhor a cozinha, um espaço integrado na sala. A cozinha inclui várias características que nos chamam a atenção, designadamente o recurso à madeira que deixa o espaço a “saber a casa”. Na verdade, não imaginamos nada mais agradável do que chegar a este espaço tão bem iluminado e equipado, preparar uma refeição e desfrutar dela na mesa rústica com a melhor companhia.

Nesta cozinha, os profissionais escolheram tipos de madeira com diferentes tons e texturas. Porém, complementam-se na perfeição.

A vista do topo

Nada nesta imagem é vulgar, pois não? Desde a vista de cortar à respiração ao vidro quase invisível da varanda, o deck com formato triangular empurra fluxos intermináveis de luz natural para o quarto que, como viu, fica na esquina do piso térreo.

Como um todo, esta casa não é nada menos do que espectacular, com todas as suas singularidades e nuances a ocuparem um lugar específico na beleza do conjunto. É, sem dúvida, uma casa onde gostaríamos de viver. Mas, não se preocupe, vamos continuar a procurar casas tão bonitas quanto esta.

É, sem dúvida, uma casa de cortar a respiração. A recuperação foi feita de forma exímia e os interiores decorados com infindável bom gosto. De 0 a ...
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!