Uma casa acessível a todos!

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

Escadas que se tornam montanhas, portas que viram empecilhos, casas de banho que de repente encolhem para metade do seu tamanho real. É assim a vida de um deficiente motor quando a sua casa não lhe está adaptada. E não há nada pior do que nos sentirmos estranhos na nossa própria na nossa casa!

O projeto que apresentamos hoje tratou-se de um desafio duplo. Por um lado a modernização do espaço interior e exterior, e por outro tornar essa modernidade acessível ao proprietário em cadeira de rodas. A casa, uma vivenda geminada, tem dois pisos e isso exigiu decisões alternativas aos profissionais da INVOLVE ARQUITECTOS, que optaram intervir sobretudo no piso térreo de forma a permitir a sua utilização independente ao proprietário. O resultado foi uma casa atual por dentro e por fora, acessível e adaptada às necessidades de todos os seus utilizadores, mas ao mesmo tempo muito bonita.

Acompanhe-nos e descubra que num bom projeto a função não ofusca a estética!

Uma casa moderna… nos anos 70!

A foto que vemos acima mostra a fachada frontal da casa, tal como está agora. Como se vê faz parte de um bairro de moradias geminadas em banda com uma arquitetura já de si bastante interessante. As linhas retas e simples têm um ar simultaneamente atual e retro, pois foram projetadas há 40 anos e mesmo assim continuam a ter uma estética moderna.

Claro que, como em qualquer edifício que tenha atravessado décadas, havia muito a fazer e bastante para corrigir. E isso ainda é visível em outras casas da mesma banda!

Antes e depois – lá fora

As diferenças são subtis. Não se mexe no que está bem à partida. Mas ao longo dos anos foram sendo acrescentados pormenores que era necessário depurar para se conseguir uma fachada simples e minimalista, na linha das tendências mais atuais.

Assim retiraram-se os ornamentos de fachada em pedra e mudaram-se as portas e janelas antigas. As caixilharias das janelas e a porta de entrada que eram pretas foram substituídas por versões modernas, branco, conseguindo-se um aspeto mais homogéneo e fluido em toda a área frontal da casa.

Também os exteriores foram expurgados de influências antiquadas, mas sobretudo tornaram-se acessíveis à cadeira de rodas pois as pedras soltas foram retiradas e um belo estrado de madeira foi instalado. A vegetação existente foi removida, mantendo-se um canteiro junto ao muro onde se plantaram espécies resistentes e pouco exuberantes, obtendo-se um estilo de jardim minimalista.

Antes e depois – lá dentro

A tipologia da casa era T5. Após as obras passou a ser T4, pois os espaços do piso térreo foram fundidos num só compartimento espaçoso, amplo e arejado, sem obstáculos. Elementos antiquados como as molduras em madeira, os painéis de azulejos e os rodapés, foram removidos e as paredes foram pintadas de branco puro para maior dimensão. O chão, que parecia uma manta de retalhos em diferentes materiais por compartimento, foi totalmente substituído por um pavimento em madeira flutuante muito atual.

Cozinha funcional e desimpedida, mas muito bonita

Linhas direitas e minimalistas numa cozinha prática e funcional. O espaço amplo e desimpedido tornam-na perfeita para a circulação em cadeira de rodas e os amplos armários proporcionam toda a arrumação necessária.

É de salientar a opção de abertura sem pegas em gavetas e armários. Nestas cozinha todas as portas e gavetas abrem por pressão, o que elimina embates dolorosos e proporciona uma abordagem mais segura às áreas de trabalho, além de tornar o espaço mais moderno.

A casa de banho adaptada

Esta é uma casa de banho muito especial pois foi construída e adaptada à utilização diária por uma pessoa com mobilidade condicionada.

Em edifícios públicos as dimensões e composição deste tipo de casas de banho está legislada ao pormenor, mas no espaço pessoal o mais importante é que os destinatários se sintam confortáveis. No entanto há pormenores que têm de ser tidos em conta. É o caso da sanita com barras de apoio laterais rebatíveis que permitem ao utilizador içar-se com os braços, e o lavatório sem coluna para permitir a aproximação da cadeira de rodas. Também o espaço livre tem de ser tido em conta pois deve permitir manobrar a cadeira de rodas.

Destacamos também o chuveiro simples mas muito funcional, sem qualquer ressalto na entrada, sem artifícios que impeçam a total mobilidade e com a saída de água baixa para ser mais acessível.

O conjunto está muito bem pensado e mesmo com todos os requisitos específicos a casa de banho ficou bonita, moderna e com muito estilo.

Portas especiais

Um pormenor de suprema importância! No piso térreo todas as portas convencionais foram substituídas por portas de correr. Já imaginou as manobras necessárias para abrir uma porta?

Normalmente só nas casas de banho adaptadas é que estas portas são colocadas, mas a ideia é facilitar e nesta casa isso foi levado muito a sério!

Acesso ao piso superior

As escadas sofreram poucas alterações pois o enfoque foi dado ao rés do chão. Mas também não precisavam de muito, pois já eram naturalmente bem construídas e com uma estética atual, apesar dos anos que tinham. Mas a madeira foi afagada e envernizada o que lhe deu um brilho extra e uma beleza intemporal.

Um suporte automático de cadeiras de rodas resolveu a deslocação entre pisos ao proprietário de mobilidade reduzida.

No primeiro piso

A casa de banho do primeiro piso também não foi esquecida. Afinal o seu estilo estava mais do que datado! E a transformação foi dramática. Mantendo o estilo clean e minimalista os responsáveis pelo projeto optaram pela cor branca integral, em contraste pronunciado com o chão preto.

Para o mobiliário e para as loiças sanitárias a escolha recaiu sobre peças de linhas direitas mas originais e modernas. A divisória em vidro do chuveiro amplifica o espaço que não é muito grande. O resultado é uma casa de banho simples mas muito elegante.

E por fim um pouco do pátio exterior

Como dissemos no início o exteriores também sofreram melhorias substanciais e isso é visível na foto antes/depois que mostramos acima. Um pátio claramente antiquado e mesmo feio transforma-se um espaço exterior perfeito para uma casa moderna.

Um projeto muito completo!

O que achou deste projeto? Acrescentaria alguma coisa?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!