Vida depois do divórcio

Agata Alencoao Agata Alencoao
Loading admin actions …

O artigo que hoje lhe trazemos é um pouco diferente da maioria que normalmente aqui lhe apresentamos e ainda que tenha que ver com decoração, envolve inevitavelmente um lado mais emocional ao qual é impossível fugir. Só quem já passou por um divórcio pode perceber o quão complicado e complexo é todo o processo. Para além de todas as questões ligadas com o nosso interior, há um série de questões práticas com as quais temos de lidar independentemente de ser ou não o melhor momento para o fazer. Ainda que gostássemos muito de o ajudar no que a este tipo de questões diz respeito, tememos que não o possamos fazer, contudo, há algo muito útil em que podemos estar consigo: tratar das questões relativas à sua casa. A verdade, é que ainda são algumas mas nada que nos deva assustar, temos soluções para tudo! Acompanhe-nos ao longo deste artigo, temos a esperança que ao chegar ao final do mesmo, a luz ao fundo do túnel seja uma bocadinho mais intensa!

Aceite os factos e construa um plano

OUTONO E INVERNO: Sala de estar  por Entre Led e Design
Entre Led e Design

OUTONO E INVERNO

Entre Led e Design

Antes de tudo o resto temos de aceitar os factos, a aceitação é um processo que pode ser complicado mas sem ele, não existem passos em frente que possam ser dados. É mesmo assim. Portanto, partindo da inevitabilidade deste processo o que lhe sugerimos é que faça um plano prático. Não se assuste, as próximas linhas serão dedicadas a como construir esse plano, estamos aqui para o traçar consigo e para o ajudar a estabelecer prioridades.

É você quem fica? Torne a sua casa mais sua, outra vez!

A casa que partilhou com o seu antigo parceiro é a casa onde fica? Muito bem, não há problema nenhum! A casa é apenas um espaço e o seu lar, aquilo que faz dele. Assim o que se pretende é que volte a tornar o seu espaço, num espaço de plena identificação, onde se sinta bem e feliz, numa primeira fase é muito importante que se sinta bem onde vive, porque certamente irá lá passar muito tempo. Se tiver possibilidade de substituir a sua mobília – principalmente a de quarto! – não pense duas vezes, se não tiver imediatamente esta oportunidade, não se aflija… Troque tudo de lugar! Vai ver que uma nova disposição da mobília vai fazer toda a diferença.

É você quem sai? Escolha muito bem o sítio para onde muda!

Se é você que faz as malas para outro lugar, também está tudo bem, na maioria das vezes até facilita começar do zero num sítio totalmente diferente e por isso mesmo, aproveite para escolher um lugar onde possa antever dias de conforto. É sem dúvida muito importante que procure uma zona que gosta – cidade ou campo a escolha é a sua – e uma casa na qual se veja a viver dias bons. Não há regras estanques, mas há que procurar desde logo o sentimento de bem-estar.

Rodeie-se de memórias que o façam sentir-se bem

MORADIA ALENTEJO: Salas de estar modernas por Artica by CSS
Artica by CSS

MORADIA ALENTEJO

Artica by CSS

Voltando à noção de lar e ao que dele faz parte há uma outra coisa muito importante que deve ter em consideração: rodear-se de objectos que lhe tragam boas memórias que o façam sentir-se realmente bem. É precisamente o que está à sua volta que lhe pode transmitir alguma paz, descanso e sossego. Terá com certeza coisas suas que arrumou em tempos e que agora é altura de tirar de novo da caixa, para que possam fazer parte do seu dia a dia. Aquela moldura com uma fotografia sua rodeado de amigos, um qualquer bibelot que trouxe de recordação de uma viagem que fez em tempos, ou mesmo aquele molho de revistas que teve de tirar da sala porque estava a ocupar muito espaço… Vá buscar tudo isso e ponha-os onde a sua vista os puder ver.

Traga novos elementos decorativos que dêem uma nova vida à casa

Para além das coisas antigas que foi buscar ao baú, é tempo de investir em algumas coisas novas. Mime-se e compre aquela peça que andou a namorar durante não sei quanto tempo, mas que nunca comprou porque não havia acordo mútuo. Sempre quis ter uma parede verde água na sua sala? Pois então o momento é este. Dê largas à sua imaginação, aproveite estas pequenas coisas para se distrair, para ter um foco para onde direccionar a sua atenção, vai ver que o entusiasmo vai crescer de dia para dia e por isso quer você, quer a sua casa irão ganhar com isso. Nestas fases em que por algum motivo estamos mais em baixo – e não precisa de se tratar obrigatoriamente de um divórcio! – é muito importante fazermos coisas que nos ajudem a sentir melhor! A nossa casa é um óptimo ponto de partida já que é o sítio onde passamos mais tempo e por isso deve transmitir-nos coisas boas! Anime-se e anime o espaço à sua volta, vai ver que será tudo muito mais fácil!

Quem é que vai ficar com as crianças?

Este é provavelmente o ponto mais delicado de todo o artigo. A questão dos filhos é normalmente a mais dolorosa de todo o processo de divórcio, mas bom estamos aqui para ser práticos e para lhe dizer que se for o seu antigo companheiro a ficar com as crianças é imperativo que na sua nova casa tenha um quarto para elas. E um quarto é mesmo um quarto e não um colchão na sala de estar. A razão é muito simples se os seus filhos não tiverem um quarto que é só seu, nunca sentirão verdadeiramente que estão em casa e fazê-los sentir que têm um lar também em sua casa, é uma das coisas mais importantes para que a sua relação com eles continue a ser saudável. Não há como fugir a isto, os seus filhos serão certamente o bem mais precioso que tem na vida e por isso é importante que os trate como tal.

Conseguimos ajudar de alguma forma? Esperamos que sim!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!