Casas modernas por VISMARACORSI ARQUITECTOS

Casa cubo onde tudo pode acontecer

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Alguns teóricos de arte defendem uma teoria conhecida como “teoria do cubo branco” que afirma que museus e galerias de arte devem possuir o menor número de informação possível, ou seja, devem privilegiar as paredes pintadas de branco e sem ornamentos para que as obras de arte expostas possam sobressair em relação ao ambiente sem sofrerem a interferência dele.

Esta casa não é um museu, nem mesmo uma galeria de arte. No entanto, a teoria do cubo branco é parcialmente aplicada no seu projecto. Trata-se de uma casa de formato rectangular, onde as paredes brancas externas fazem com que os pequenos detalhes, como os vasos na varanda frontal, se destaquem como obras de arte e contrastem com o fundo neutro. Como é natural, a teoria não foi levada à letra porque, afinal de contas, estamos a falar de uma casa para habitação que tem atributos próprios muito interessantes no seu interior. 

É um magnífico projecto que vai muito além de qualquer teoria e que permite, de forma quase mágica, a entrada de luz natural no seu interior mais profundo. Um projecto da autoria do estúdio Vismaracorsi Arquitectos.

Aberturas na fachada

O grande paralelepípedo branco que podemos ver na imagem possui algumas aberturas ao longo das suas brancas fachadas. Essas aberturas permitem que a luz natural entre em abundância no edifício e transforme todo o seu interior, tal como vamos ver em seguida. Elas proporcionam ainda uma excelente entrada/saída, fazendo com que exista uma importante e simbólica transição entre o ambiente interior e exterior da casa.

Luz vinda de todo o lado

Não bastando a luz natural que entra através das aberturas na estrutura da casa, a sala de estar conta com uma sanca de gesso onde estão embutidas lâmpadas fluorescentes e económicas que oferecem ao ambiente uma luz indirecta, muito agradável nos períodos nocturnos. 

Toda esta iluminação – quer natural, quer artificial – ajuda a dar destaque ao espaço e a, juntamente com os elementos decorativos, torná-lo mais elegante e moderno. 

Sala de jantar ampla

Durante o dia, a luz que entra pelas amplas janelas e reflecte nas paredes e esquadrias brancas do espaço é mais do que suficiente para iluminar o grande ambiente revestido por madeira de tons cálidos. Os móveis também seguem esta paleta de cores e mantêm-se subtis. A excepção é feita por duas pequenas poltronas vermelhas colocadas directamente em frente a uma grande janela e ao lado dos restantes móveis, aproveitando a luz e a localização para se destacar.

Cozinha moderna

Assim como na sala de estar, também na cozinha se combinam os tons predominantemente brancos e subtis, com as madeiras claras e outros leves toques de cor. Esses pormenores de cor em destaque podem ser vistos, por exemplo, nos estofos das cadeiras da mesa de jantar que delimita o espaço da cozinha. Esta última possui um equipamento moderno que torna simples e prático o espaço de confecção de refeições. Uma área ampla, bastante brilhante e funcional, onde a circulação e limpeza podem ser feitas sem qualquer dificuldade.

Branco como a neve

O quarto do casal é um dos pontos de referência da casa. Este espaço amplo, luminoso e brilhante, que se pinta de branco quase na tonalidade, consegue unir funcionalidade, beleza e conforto. A grande janela, que dá para o exterior casa, permite a entrada de luz natural no ambiente e, mais importante ainda, deixa que a vegetação que se encontra do lado de fora, encostada ao vidro, ofereça uma silhueta de cor que se destaca do conjunto.

Luz no interior

Na imagem que apresentamos é possível ver um jardim interior que se encontra precisamente atrás do escritório da casa. Este espaço, em jeito de oásis de luz, recebe iluminação do próprio escritório – que possui uma grande janela, como veremos a seguir – e da clarabóia sobre ele construída. As plantas existentes nos vasos que ali estão colocados dão-se bem com este tipo de luz indirecta e de meia sombra e, juntamente com os seixos brancos criam um ambiente extremamente relaxante. Este é um elemento importante da construção da casa. Cumpre o propósito de jardim de Inverno e auxilia a iluminação do espaço.

Escritório/Varanda

Esta é, sem dúvida, uma das divisões mais interessantes da residência. Fazendo a divisão do jardim de Inverno, que mostramos anteriormente, este pequeno espaço recebe luz de duas das suas “paredes” de grandes dimensões, o que resulta num ambiente muito confortável e elegante. Mas, este não é apenas um espaço para trabalhar pois, pelas suas características, cumpre na perfeição duas funções, servindo de escritório e ao mesmo tempo de varanda onde é possível desfrutar de umas belas tardes de Verão. Aliás, a cadeira de descanso junto da porta assim nos deixa a saber.

Última preciosidade

Depois de um percurso por toda a casa, poderíamos pensar que as surpresas acabaram, mas não. Claro que não. Na parte de fora, junto ao jardim, encontramos uma ampla plataforma que contém uma magnífica piscina. Num ambiente nocturno, como podemos ver pela imagem, as luzes no interior da casa ajudam a iluminar o cenário e a criar um panorama digno de revista. Haveria melhor forma de acabar a visita?

O que acho desta casa? Imagina-se a viver numa obra de arquitectura como esta? Qual a sua parte preferida da casa? Diga-nos o que pensa. 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!