Um apartamento com um design surpreendente

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

Vamos até Espanha conhecer um projecto do atelier Ruiz Narvaiza Associats que integra uma equipa multidisciplinar formada em 1984 por profissionais com especialidades distintas. O principal critério é o de criar espaços criativos, inovadores, sustentáveis e de fácil manutenção.

Os diferentes materiais, cores e acabamentos utilizados neste projecto produziram ambientes interessantes, modernos e dinâmicos. Acima de tudo, o gabinete responsável pelo projecto conseguiu criar uma casa confortável e funcional para os que nela habitam. 

Percorra connosco este livro de ideias. Estamos certos de que encontrará uma mão cheia de inspiração para reproduzir aí por casa.

A autenticidade da madeira

A madeira é um dos materiais mais utilizados no design de interiores. Para além da textura, o calor que oferece a um espaço e a qualidade que lhe está inerente fazem dela a escolha ideal não só para o mobiliário, como também para os revestimentos. Dependendo do tipo de madeira escolhida e da cor, podem-se obter resultados distintos. Os tons mais escuros com acabamentos lacados evocam um estilo clássico. As claras adaptam-se a ambientes mais simples e escandinavo. Já as tonalidades mais ocre remetem-nos para atmosferas rústicas e acolhedoras.

A distribuição

A distribuição dos espaços é vital para tornar a casa confortável e funcional. Actualmente, a maioria dos profissionais opta por espaços abertos, à semelhança do que vemos na imagem, onde coexistem diferentes ambientes. Neste caso, o grande espaço aberto contém a área de estar e a de jantar. Os dois locais estão integrados um no outro, mas, ao mesmo tempo, separados por elementos arquitectónicos da sala.

Simplicidade com um twist

A simplicidade é uma qualidade apreciada no design de interiores moderno, o que não significa uma completa ausência de decoração. Aqui, a simplicidade da mesa, das cadeiras e do aparador colmatam a excentricidade – com a melhor conotação possível – e a elegância do candeeiro constituído por pingentes de cristal. Uma peça sublime que se basta a si própria para oferecer carácter a esta sala.

Tons claros

A paleta cromática é perfeita para aumentar o brilho do interior. O branco que podemos ver no mobiliário da cozinha reflecte a luz natural e a luz artificial, expandindo visualmente o espaço. A cozinha em “L” é moderna, bem equipada e funcional.

O quarto

No quarto, a paleta cromática é mais ousada. Os primeiros tons que nos chamam a atenção são o preto e o cinza, no armário e nos sofás e carpete, respectivamente. Estes tons contrastam com o branco do piso, das paredes e do tecto. O vidro fosco que se vê não dá para o exterior, mas sim para a casa-de-banho. Veja melhor na próxima fotografia.

Materiais diferentes

Para a zona do duche foi, então, escolhida uma parede em vidro fosco que dá para dentro do quarto e filtra alguma luz natural nele existente. É uma forma de contornar a escuridão de uma casa-de-banho fechada, sem qualquer janela, abertura ou porta para o exterior. Para além disso, é um pormenor arquitectónico original e interessante.

Simples, arejado, funcional. É o tipo de espaço onde todos gostaríamos de chegar ao fim do dia. O que achou deste projecto de nuestros hermanos? 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!