Moradia MC: Corredores e halls de entrada  por RDLM Arquitectos associados

O verdadeiro oásis de casa

mc mc
Loading admin actions …

O projecto de hoje marca sem dúvida, pela diferença! Repleto de detalhes, diversos materiais conjugados na perfeição, com um especial cuidado no tratamento da luz artificial dos espaços – quer no interior, como no exterior! Se gosta de moradias simples, com um desenho sensato, mas ao mesmo tempo não dispensa ambientes requintados, com materiais nobres e mobiliário à medida, então não pode deixar de ver esta moradia com atenção! O trabalho ficou a cargo do atelier RDLM – uma equipa polivalente sediada em Espinho – já com um vasto portfólio nas mais diversas áreas: desde habitação, a equipamentos, passando pelo urbanismo e até mesmo design de interiores. Pode ainda ver mais dois projectos do mesmo atelier aqui, e aqui!  Mas por agora, vamos conhecer esta moradia!

Lá fora, um alpendre

Do lado de fora da moradia, a lateral composta pelas zonas socais da casa é acompanhada por um alpendre que cumpre a totalidade de extensão da fachada. Desta forma, todos estes espaços podem prolongar as suas vivências ao exterior, com a garantia do conforto e proteção dadas por esta estrutura em madeira. No pavimento, um extenso deck em madeira faz a transição entre o interior do espaço e o relvado que dá continuidade ao lote.

Fachada misteriosa

As fotografias revelam o misticismo no seu melhor. Tiradas à noite, onde podemos ver o projecto de uma outra forma – as luzes artificiais criam sombras e contrastes importantes na leitura dos volumes. Por entre a vegetação, vemos a  fachadas principal: de linhas contemporâneas e pintada a branco, destaca-se pelos vazios num primeiro plano que dão entrada a um pátio central que estabelece relações entre os diversos espaços adjacentes – mostramos-lho já de seguida!

No centro, um pátio intimista

Este pátio central, serve de elemento comum entre todos os espaços. Podemos através dele, aceder a qualquer um dos espaços adjacentes, e através do interior, estabelecer fortes relações visuais com os espaços opostos. Um espaço preponderante, com um presença e impacto enorme – totalmente composto por grandes pedras de granito que conferem profundidade aos generosos vãos que se abrem ao longo do espaço. Relva ao centro, como pavimento, e pedra nas laterais, conferem a este espaço longitudinal, um caráter intimista onde os materiais e luz quente vinda dos espaços interiores equilibra o ambiente.

Tetos originais

No interior, o “espetáculo” continua: a pedra do pátio central reflecte-se nos espaços de circulação, dando assim, referências espaciais a cada uma das divisões. É a partir daqui que os detalhes ganham relevância neste projecto. Para além da conjugação harmoniosa de elementos e materiais: a pedra, o soalho em madeira de cor forte, as paredes brancas, o longo tapete e o mobiliário requintado, é impossível não reparar nos tectos. 

Muito mais do que um tecto plano convencional, este espaço ganha destaque pelo tecto de águas interiores – uma espécie de telhado invertido que atribui ao espaço um toque especial.

Pés-direitos altos

Num outro espaço podemos voltar a observar estas opções de desenho originais: neste de hall de acesso aos espaços de cariz mais privado, podemos ver que apesar do desenho simplista e escolha de apenas dois materiais principais – madeira no pavimento e o branco das paredes e tectos – mais uma vez, o espaço ganha vida graças aos “pequenos”/grandes detalhes: os três degraus estabelecem uma maior distinção do espaço, criando uma plataforma que é enaltecida pelo pé-direito elevado que forma um autêntico poço de luz no tecto.

Uma sala requintada com iluminação perfeita

Aqui mostramos-lhe um dos espaços principais desta moradia: uma sala bastante espaçosa mas repleta de mobiliário requintado que rapidamente enche as medidas do espaço. Um espaço de base coerente onde vemos novamente a parede em pedra e o pavimento em madeira. Do mobiliário destacam-se os grande sofás brancos que organizam o espaço em torno de uma mesa de centro. O tecto plano, destaca-se mais uma vez pela iluminação cuidada: um rasgo central no tecto falso equilibra a sua composição, ao mesmo tempo que aquece o espaço com a sua luz.

Cozinha king-size

E porque uma casa destas proporções merece uma cozinha à altura, os arquitetos desenharam este espaço de confecção à medida! Uma grande bancada aberta, revestida a branco, convive com os espaços de arrumação e restantes equipamentos num desenho simples e coerente. Vemos mais uma vez a iluminação no tecto com um desenho semelhante aos restantes espaços.

Diga-nos o que achou deste oásis privado!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!