Ilumine a sua sala: 6 dicas com branco e madeira

Agata Alencoao Agata Alencoao
Loading admin actions …

Se o seu objectivo é iluminar a sua casa através do uso da cor branca e da madeira, seja mais do que bem vindo a este artigo! O que hoje pretendemos é dar-lhe as mais preciosas dicas a este nível, para que desta forma consiga dar ao seu espaço aquilo que procura e que será em primeira instância: luz. A madeira é um material muito particular porque tem em si dois lados muito distintos, se por um lado pode ser um material extremamente pesado, por outro pode dar aos espaços uma leveza muito única. Uma coisa é certa, se a conjugar com a cor branca obterá certamente um resultado leve. Há alguns elementos a ter em conta se pretende conjugar o branco e a madeira de forma a iluminar a sua casa e é precisamente sobre estes elementos que lhe vamos escrever, para que encontre o equilíbrio certo para a sua casa.

Foque-se nos materiais

Como não podia deixar de ser a primeira coisa a ter em conta quando tomamos a decisão de escolher o branco e a madeira para a nossa casa é focarmo-nos nos materiais e claro escolher o melhor. Neste ponto podemos falar-lhe na qualidade da tinta com que pensa pintar as suas paredes de branco, mas mais importante do que isso é mesmo a escolha da madeira. Para que a combinação resulte de forma perfeita deve escolher uma madeira bonita, uma vez que esta terá um lugar de destaque sobre o branco. Existem diversos tipos de madeiras, mais escuras, mais claras, com mais ou menos textura e a nossa sugestão vai para uma madeira nem muito clara, nem muito escura e com textura qb. Se encontrar algo no meio termo a combinação vai ser com certeza fantástica!

Escolha a mobília certa

Um pouco dentro da lógica do ponto anterior, surge agora este. Assim à primeira dir-lhe-íamos para apostar mais em mobília em madeira castanha ao invés da branca, isto porque desta forma é muito mais fácil obter um contraste que é aquilo que vai enriquecer a sua decoração. O exemplo que escolhemos para ilustrar este ponto é muito do nosso agrado, uma vez que traduz o equilíbrio perfeito. Desde a escolha dos tons, à iluminação do espaço, tudo existe com uma coerência que torna esta divisão um exemplo a reter.

Avalie a luz

E precisamente por falar em luz, este é outro ponto muito importante e que devemos ter em consideração – a verdade é que não é apenas neste tipo de decoração, mas em todas! – uma vez que é esta que vai determinar em primeira instância a iluminação, no verdadeiro sentido da palavra, do espaço. Quando lhe falamos em iluminação, referimo-nos não só à luz natural mas também à luz artificial, uma vez que ambas assumem igual importância. O uso da luz artificial deve surgir um pouco numa lógica de compensação, ou seja, se o espaço é mais escuro ao nível das cores predominantes devemos apostar numa iluminação estrategicamente posicionada para que o espaço fique a ganhar ainda mais! Quanto à luz natural é óbvio que quanto mais amplas forem as janelas melhor.

Equilibre a falta de cor

E porque equilíbrio é sempre palavra de ordem no que a decoração diz respeito esta não é uma excepção. Neste caso, por estarmos dentro de um espectro de cores mais neutras, é importante não esquecer que o uso da cor acaba sempre por acrescentar algo de bom à decoração. Por isso mesmo, não descure o seu uso e aposte em alguns apontamentos coloridos para dar cor e dinâmica ao seu espaço. O exemplo que escolhemos para ilustrar este ponto é mais do que perfeito para que possa visualizar aquilo que lhe queremos dizer. Repare por exemplo nas almofadas que surgem em cima do sofá, não lhe parecem um toque simplesmente delicioso? E vê o lilás em mais algum sítio da casa? Lá está! É precisamente por isso que ele acaba por ter uma dimensão tão especial e fazer-se sentir tanto. Como tantas vezes lhe dizemos são as pequenas coisas que dão vida àquelas que fazem realmente a diferença.

Jogue com as superfícies

Casa em S. Pedro do Estoril: Salas de estar modernas por Ricardo Moreno Arquitectos
Ricardo Moreno Arquitectos

Casa em S. Pedro do Estoril

Ricardo Moreno Arquitectos

As superficies são tal como a cor, algo que pode recorrer se quiser conferir uma certa dinâmica ao espaço, já se sabe que as texturas são sempre um plus ao nível da decoração. Neste exemplo é gritante a importância que a superfície criada pelas escadas de madeira assume, de facto é quase impossível imaginar este espaço tão perfeito, se aquelas escadas não estiverem ali. Em primeiro a textura da madeira cria um padrão e depois a própria estrutura das escadas cria outro. Um dois em um ao qual tiramos o chapéu! Um apontamento de modernidade, classe e bom gosto sem igual. Mais escadas assim por favor!

Enfatize os elementos de construção

Salas de estar rústicas por Uptic Studios
Uptic Studios

Lucky 4 Ranch

Uptic Studios

E face ao entusiasmo sentido no que ao parágrafo anterior e às suas belíssimas escadas, fechamos este artigo aludindo aos elementos estruturais da sua casa. Uma vez mais estamos perante umas escadas de madeira que nos prendem o olhar, ao irromperem em todo o seu esplendor por uma parede branca. A construção da casa é essencialmente de madeira, o que faz desde logo com que este material tenha um papel preponderante ao nível da decoração. Partir para a decoração de uma casa tendo por base uma estrutura em madeira deste género é desde logo decisivo para a decoração, e acaba por ser bastante simples, uma vez que a base principal está lá e o que temos a fazer é ir acrescentado a gosto elementos decorativos que tenham especial significado, como por exemplo – aludindo ao exemplo da imagem – a mesa de centro que vemos. Utilize a estrutura da sua casa a seu favor e dê largas à imaginação.

Gostou do nosso artigo?! Partilhe a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!