por 5QM Tapeten - Herczeg & Sassmannshausen GbR

6 truques que permitem que tetos baixos pareçam mais altos

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

Todos nós gostamos de divisões grandes e espaçosas, com muito espaço, luz e ar à nossa volta. Mas a realidade é muitas vezes bem diferente. Se você não tem a sorte de viver num edifício antigo, espaçoso e com tetos altos, ou numa vivenda moderna, muitas vezes tem de se contentar com tetos baixos que tornam cada área mais estreita e mais pequena. Mas isso não significa que nos devamos sentir esmagados e presos em tais espaços. Com os truques e as ideias corretos, você pode tornar os seus compartimentos com tetos baixos mais altos e arejados, contribuindo assim para um sentimento de vida mais livre, mais amigável e mais generoso. 

Hoje trazemos-lhe seis dicas úteis que lhe permitem conseguir que compartimentos com tetos baixos transmitam uma maior sensação de amplitude e, ao mesmo tempo, que assegurem que não o façam sentir restringido.

1. Selecione as cores certas

A seleção de cores desempenha um papel importante em divisões com tetos baixos. Para que eles não tenham um efeito opressivo é aconselhável pintá-los em tons claros. Os cremes brilhantes, os brancos, macios ou delicados, são os mais adequados para tetos baixos, pois abrem o espaço visualmente, refletem melhor a luz e fazem o teto parecer mais distante. Desta forma, o espaço parece muito maior e mais brilhante. Se quiser trazer um pouco de cor para a equação use cores frias, como azul claro ou lilás. Estes dão a impressão de amplitude e o teto oticamente retrocede.

Em geral, os especialistas recomendam que o teto sempre seja mais brilhante do que as paredes, para que a parte de trás, a parede mais longe do ponto de visão seja o foco e a divisão pareça é maior do que realmente é. Para que os tetos baixos fiquem mais generosos e arejados, é importante tornar as paredes o mais claras e frescas possível. Os tons escuros tornariam o compartimento pequeno, apesar do teto brilhante. Em termos de piso, no entanto, a situação é diferente: aqui você pode trabalhar com uma cor mais escura, o que torna o teto e as paredes mais claros e brilhantes.

2. Com truques de iluminação

A iluminação certa tem um efeito de alongamento nos compartimentos com tetos baixos. É aconselhável abster-se de lâmpadas que emanam do teto, como lustres luxuriantes ou grandes luzes pendulares e, em vez deles, usar lâmpadas de parede. A partir destas a luz deve ser distribuída por todo o teto, o que torna este oticamente aberto e mais aéreo. Geralmente é aconselhável colocar iluminação indireta. Se não quiser ter um compartimento sem iluminação no teto então deve decidir-se por pontos de instalação, que oferecem uma mistura coerente de luz focada e dispersa, e dão a impressão de um compartimento mais arejado e espaçoso. Além disso, as refinadas luzes de chão também podem ajudar a trazer uma outra facetada de iluminação excitante, que pode ajudar a alongar as paredes e a desviar as atenções do teto baixo.

3. Escolha a mobília certa

Com a escolha dos móveis os tetos baixos também podem ser tornados visualmente maiores. É importante não sobrecarregar o espaço porque cada peça de mobiliário adicional reforçaria a sensação de estreiteza. Em compartimentos com tetos baixos deve abster-se de construir paredes grandes de armários escuros, e outros móveis volumosos e maciços. Em vez disso, os especialistas recomendam que complemente o teto baixo com móveis simples e arejados, em cores vivas, e crie tanto espaço quanto possível entre o mobiliário e o teto. Assim os aparadores finos, os móveis de assentos baixos e mesas profundas tornam-se as escolhas mais adequadas. Mesmo prateleiras delicadas são, em qualquer caso, uma escolha mais apropriada do que armários maciços. Em geral deve-se evitar mobilar as divisões com móveis de fabrico em série com dimensões padrão uma vez que normalmente o mobiliário alto chama a atenção para o fato de que o teto nesta sala é menor do que o normal.

4. Otimize o design da parede

Que devemos nos compartimentos com tetos baixos devemos escolher uma pintura de parede brilhante, já o mencionámos. Mas isso não é de modo algum tudo o que pode ser feito em termos de design de parede para tornar um espaço mais alto, mais generoso e mais arejado. Uma das dicas mais populares do mundo da moda também pode ser aplicada no design de interiores: as listas verticais estendem-se oticamente e criam uma silhueta fina. Para salas com tetos baixos, isto significa uma maior sensação de verticalidade e altura. Os padrões mais ousados também são permitidos como papel de parede, no entanto é importante garantir que o papel de parede com estampa finalize diretamente com o teto, e que nenhuma secção de parede branca permaneça.

5. Torne as janelas suas cumplices

As superfícies de vidro grandes são auxiliares confiáveis na hora de tornar tornar os espaços estreitos, pequenos e baixos mais generosos e abertos oticamente. Eles trazem uma sensação de leveza e deixam entrar muita luz. Desta forma, os compartimentos com tetos baixos parecem mais amplos e abertos. Claro que nem todos têm a oportunidade de equipar a sua sala baixa com grandes janelas, mas até encontrar as cortinas certas pode ser bastante complicado.

Para melhorar a sensação de altura deve pendurar as cortinas do chão até o mais alto possível. A melhor maneira de melhorar o efeito do teto é direcionar a vista para um elemento longo, vertical e fluido que transmite a altura. As cortinas transparentes também permitem que a sala apareça mais arejada e mais clara no brilho da mão e tire o efeito opressivo do teto baixo.

6. Escolha os acessórios mais apropriados para os retoques finais

Além das janelas e das cortinas existem muitos outros acessórios que podem ajudar-nos a criar quartos com baixos tetos que parecem mais altos e generosos. Assim como as grandes superfícies das janelas, os espelhos também têm um efeito de abertura e brilho. A melhor escolha recai sobre modelos de grande formato que ocupam uma grande parte da parede e que oticamente expandem os tetos baixos. Mesmo com obras de arte e molduras podem obter-se efeitos refinados. Quadros estreitos, altos ou imagens sobrepostas enfatizam a sensação de verticalidade na divisão. Coloque alguns trabalhos artísticos na parede, um pouco mais alto do que o habitual, pois quem olhar tem que dirigir a sua visão mais para cima e assim recebe a sensação de altitude. E não se esqueça de selecionar também o motivo em si: -as linhas verticais são mais adequadas neste caso do que formas horizontais.

Tem uma casa pequena e precisa de mais dicas de decoração? Então não perca o artigo ’12 truques para casas pequenas e modernas’, nem se esqueça de visitar a nossa loja on line!

O que achou destes nossos conselhos? Já conhecia?
Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis

Encontre inspiração para casa!