Habitação no campo com toques de design

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Numa zona rural em Itália, mais propriamente em Vêneto, um edifício de construção no inicio do séc. XX continua a sua história após uma restauração e ampliação. Ao edifício foram adicionados 120 m² e agora a sua função é de moradia, mas anteriormente era usado como um escritório. A casa desenvolve-se em torno de 3 andares: a sala de estar e cozinha estão localizadas no piso térreo e os quartos e as divisões mais privadas nos andares superiores. Os espaços são caracterizados pela alternância de superfícies brancas e tectos de madeira naturais. Uma escada no centro da cozinha lembra o passado deste espaço e obviamente foi modificada para se adaptar melhor às necessidades do presente.

Descubra nesta viagem, como este projecto é elegante e onde presenças do passado contrastam com peças de design moderno.

O início de uma bela viagem…

Estamos no campo, e por isso mesmo começamos esta viagem pela parte exterior desta habitação. Como não podia deixar de ser, os profissionais Didone Comacchio Architects deram-lhe o máximo valor e tornaram a zona de terraço no espaço ideal para almoços e jantares durante o Verão. Apreciar a paisagem envolvente e e a simplicidade da elegância com que o espaço foi desenvolvido é só um dos motivos bons para continuar aqui a acompanhar esta viagem.

A cozinha com área de refeições

Na década de 90, o edifício foi submetido a uma restauração de consolidação e foi transformado num escritório, mas cerca de três anos depois, foi decidido que o espaço podia ser melhor explorado, mas na função de casa.

Neste amplo espaço a cozinha e uma zona de refeições ocupa o espaço e o que mais se destaca além do pavimento vinílico idêntico a pedra, é a parede móvel de acabamento suave que aparece no espaço para esconder a escada que dá acesso aos pisos superiores. Assim, o espaço fica com um aspecto muito mais contemporâneo permitindo o uso do espaço sob o vão de escada para armazenamento, o que é na realidade uma grande vantagem!

Detalhes

Em pormenor, vê-se a zona da mesa de refeições. O tampo é em madeira de cor clara e as pernas de cor branca. O seu design é moderno, simples e super funcional. As cadeiras que a acompanham são de design e assentam no espaço como uma luva. A bancada ao ser de madeira parece-se com uma tábua de legumes gigante. O ambiente branco respira tranquilidade, organização e funcionalidade.

As grandes janelas distribuídas ao longo das paredes permitem tirar-se o máximo partido da luz natural, economizando no uso da luz artificial, mas também criando uma área de bem estar interior super genuíno e natural.

A área de relax

Algumas das características originais, tal como o piso avermelhado e o tecto com vigas à mostra, foram preservados. Na sala de estar, podemos apreciar como, de facto, este elemento da tradição casa perfeitamente com mobiliário moderno bem ao estilo escandinavo, acentuando, em vez de linhas e desenho, um maravilhoso contraste de estilos e materiais.

Um sofá branco com o apoio de uma zona extra, tipo puff, foi o suficiente para criar zonas de sentar e um verdadeiro clima de relax.

A sala de estar

Como já deve ter reparado, o revestimento do chão é continuo e igual nas divisões todas por onde já passamos durante esta viagem. De forma a tornar tudo mais amplo, o uso do mesmo material facilita essa sensação. Como vê, na zona marcada com esta cadeira espreguiçadeira em pele negra do famoso Corbusier, é possível ler e relaxar. A pele de lã conforta-o nas noites mais frias, visto a sensação transmitida pela pele é sempre fresca.

Um móvel baixo em madeira contem imensa arrumação interior e objectos pessoais são delicadamente pousados sobre ele. Esta zona localiza-se entre entre a cozinha e a sala de estar, estando organizada apenas de um lado criando assim zona de passagem do lado oposto.

Decoração vs objectos pessoais

Numa perspectiva mais próxima podemos verificar como as prateleiras de diferentes tamanhos e em diferentes disposições controlam toda a decoração desta zona de passagem vs zona de leitura.

Livros, imagens, rádio e pequenos objectos são as obras de arte que completam esta parede branca e sem, na realidade, decoração.

O quarto com zona de trabalho

No andar de cima estão localizados os quartos e as zonas mais privadas.

Nesta imagem vemos apenas um detalhe de um dos quartos – uma pequena zona de trabalho junto à janela formada simplesmente por uma prateleira de madeira fixa à parede.

Caixas de lata de cores e logótipo Pantone decoram em conjunto com um quadro de lousa antigo, uma candeeiro minimal e um cacto, este canto dedicado ao estudo ou ao trabalho.

A casa de banho

Da casa de banho só temos acesso a esta fotografia, em que é possível ver o tamanho da banheira e da sua privilegiada posição em relação à janela, podendo a quem toma banho, ver o céu.

A sua dimensão não parece de tamanho standard e a sua forma até se assemelha a um jacuzzi. As paredes são de cor clara e até o caixilho da janela é em madeira de cor nórdica.

Gostou da mistura suave de estilos?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!