6 soluções para a criação de trilhos no seu jardim

Mariana Garcia – Homify Mariana Garcia – Homify
Loading admin actions …

Um jardim bonito, por mais minimalista que seja, tem sempre plantas e/ou flores que precisam de ser cuidadas. Por muito bonito que seja o seu relvado, a necessidade de cuidar da flora sobrepõe-se a este, pelo que o mais indicado (e o que na maior parte das vezes é utilizado para evitar a degradação precoce da relva) é mesmo a criação de um caminho onde as pessoas possam circular. Assumindo esta necessidade, partimos para outro dilema: que piso utilizar para o trilho do meu jardim?

Como em todos os nossos artigos, apresentamos-lhe também para este problema diversas soluções que pode aplicar no seu jardim, adaptar ou conjugar, conforme as suas preferências. Desde já deixamos-lhe algumas dicas que podem ajudá-lo no momento da decisão. Em primeiro lugar, escolha algo que tenha a ver consigo e com a sua maneira de ser: se, por exemplo, é do tipo de pessoa que gosta de se descalçar assim que chega a casa, talvez não seja problemático ter um trilho em terra; se por outro lado costuma andar dentro de casa com o calçado da rua, talvez seja mais indicado escolher um piso para esse caminho que produza menos lixo, como a pedra. De qualquer maneira, hoje deixamos-lhe aqui 6 diferentes opções, que pode estudar e analisar mais tarde!

Escolha o trilho mais adequado

Private house building in Lousada (Portugal): Jardins modernos por Dynamic444
Dynamic444

Private house building in Lousada (Portugal)

Dynamic444

O primeiro passo, sem dúvida, é escolher o trilho mais adequado quer ao seu jardim, quer à sua maneira de ser. Tal como falámos na introdução do artigo, é importante que defina o que melhor se enquadra no seu dia-a-dia e nos seus gostos pessoais. Por muito que seja prático ter um caminho em betão, pode detestar este material, o que o vai impedir de ver com bons olhos o seu jardim. Tente escolher algo que se encaixe em ambas as vertentes, para que o seu jardim seja um espaço que lhe agrade e que não seja nenhuma dor de cabeça!

Piso em placas de pedra

A primeira opção que lhe apresentamos são as placas de pedra tratada e cortada, por forma a que o seu conjunto seja aplicado quase como que em puzzle. Este tipo de solução permite-lhe dar ao seu jardim um aspecto tratado e limpo, podendo cobrir uma área maior (zona de descanso, diversão, piscina, churrasco… ) ou simplesmente um caminho que o leve aos sítio que pretende, sem danificar o relvado. Além disto, pode conjugar a pedra de acordo com tamanhos ou cores, criando padrões mais ou menos discretos e que dão vida ao seu espaço exterior. A sua aplicação pode requerer a intervenção de um profissional, portanto em caso de dúvida, dê uma volta pela internet para ver quais as empresas que podem ajudá-lo na resolução deste assunto. Tenha também em conta as propriedades finais da pedra escolhida, para evitar acidentes como quedas em piso escorregadio!

Gravilha

A gravilha apresenta-se como sendo uma solução prática, simples e fácil de aplicar – mas nem por isso com menos capacidade quer em termos de criatividade, quer em termos de decoração. A gravilha pode ser constituída por vários tipos de pedra ou por uma selecção na tipologia das mesmas para que tenha um aspecto mais homogéneo. De qualquer maneira, é uma excelente opção: não é escorregadia, oferece um piso seguro e com pouca margem de erro para acidentes. A grande desvantagem é a sua fraca resistência a animais de estimação ou a crianças curiosas. Isto porque se os primeiros tiverem tendência para escavações e as segundas para experiências com pedrinhas pequenas, a sua gravilha pode durar pouco tempo no seu sítio. Portanto, perante a a presença destes dois elementos da família, é de reconsiderar a utilização deste material.

Pedras em bruto

Casa de DÉM, Caminha: Jardins rústicos por SOLE ATELIER, LDA
SOLE ATELIER, LDA

Casa de DÉM, Caminha

SOLE ATELIER, LDA

As pedras utilizadas em bruto, sem tratamento, são uma segunda opção fácil de aplicar e com resultados excelentes, no que toca à decoração do seu jardim. Não só dá ao espaço um ar mais rústico e natural, como ainda só tem que as colocar no chão (se forem muito altas, opte por enterrá-las de modo a ficarem só com a superfície plana visível) e deixar que a Natureza faça o resto! A relva crescerá naturalmente ao redor das pedras, formando um caminho perfeito. No entanto, este tipo de pavimento pode revelar-se falso se as pedras estiverem muito afastadas entre si ou se forem irregulares ou escorregadias. Tal como na nossa primeira sugestão, tenha em atenção o tipo de pedra que escolhe no momento da sua decisão final.

Pavimento assente em argamassa

Jardins modernos por GREENLİNE PEYZAJ
GREENLİNE PEYZAJ

GREENLİNE PEYZAJ ALMANYA UYGULAMAMIZ.

GREENLİNE PEYZAJ

Os blocos de pedra assentes em argamassa são uma bonita hipótese para decorar o seu jardim! Experimente conjugá-los, tal como nos apresenta a empresa turca Greenline Peyzaj, definindo uma tonalidade para o bordo e outra para o preenchimento do caminho. Facilmente o espaço se tornará limpo e arrumado, com um aspecto impecável dia após dia! Pode ainda aproveitar o tipo de pedra escolhido para revestir alguma parede ou muro onde queira dar continuidade à presença deste material.

Folhas secas

Se por outro lado pretende dar um ar super natural e descontraído ao seu jardim, contrastando com a solução anterior, por que não imitar o chão de um pinhal e colocar nos trilhos do seu jardim uma mistura de folhas secas? Não só imprimem um ambiente informal ao espaço, como ainda se apresentam como uma solução segura e praticamente livre de acidentes! A sua estabilidade permite ter um pavimento adequado a qualquer tipo de pessoa. A grande desvantagem é a mesma que a utilização da gravilha, sendo ainda menos resistente às investidas dos seus patudos.

Relvado

No entanto, se nenhuma das opções anteriores lhe agrada e o que lhe enche mesmo o ego é um relvado bonito, sem interferências de outros elementos, assuma essa sua paixão e cubra o seu jardim com um manto verde! A manutenção será outra, mas com certeza que estará ciente disso. Pode sempre optar por escolher plantas que necessitem de menos cuidados para evitar massacrar os mesmos sítios todos os dias.

Com que tipo de pavimento se identificou mais?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!