AM 2014 - Fão: Salas de jantar  por INAIN Interior Design

FENG SHUI: um guia básico para iniciantes

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+

Solicitar cotação

Número incorreto. Por favor verifique o indicativo do país, da cidade ou número de telefone.
Ao clicar 'Enviar' eu confirmo que li os Política de privacidade e aceitei que a minha informação seja processada para responder a um pedido.
Nota: Poderá anular o seu consentimento enviando email para privacy@homify.com com efeito futuro.
Loading admin actions …

Se acha que a sua vida está mesmo a precisar de uma boa dose de energia positiva, então comece pela sua casa. É lá que passa uma boa parte do tempo. Certo? Hoje, vamos elucidá-lo sobre alguns dos princípios básicos do Feng Shui. Com este artigo, pretendemos fazer uma espécie de guia básico para se iniciar nesta corrente que acaba mesmo, diríamos, por ser um estilo de vida. 

Para quem não sabe de que se trata, aqui fica uma pequena explicação: Feng Shui é um termo de origem chinesa que significa, respectivamente, vento e água. Esta corrente almeja à manutenção das energias positivas num espaço, reduzindo, por conseguinte, as negativas. Através de uma panóplia de regras – que, prometemos, não são nada chatas! – a intenção é criar espaços onde os moradores se sintam bem, em termos mentais e físicos. Como é que isto se consegue? Ora, estimula-se as características de cada ambiente através das cores, disposição dos móveis, entrada de luz natural, materiais, entre outras coisas.

Curioso? Saiba mais! 

1. Menos é mais: mantenha a ordem

Casa em Sao Francisco - Pacific Heights: Salas de estar  por Antonio Martins Interior Design Inc
Antonio Martins Interior Design Inc

Casa em Sao Francisco – Pacific Heights

Antonio Martins Interior Design Inc

Começamos por uma ideia que nos parece central no que diz respeito ao Feng Shui e à decoração no geral: mantenha os seus espaços livres daquilo que é acessório e supérfluo. Os ambientes querem-se leves, luminosos, arejados e desimpedidos. Deve ser fácil circular dentro deles. Lembre-se que um espaço desarrumado e pejado de coisas não contribui para o seu bem-estar físico e mental. Para além disso, o excesso de objectos interrompe o fluxo da energia Chi. 

Se está prestes a começar a decorar a sua casa, tenha esta noção em conta. Se já está instalado, olhe à sua volta e pense bem sobre o que não lhe faz falta. Arrume os roupeiros, faça uma selecção dos utensílios de que dispõe na cozinha, venda ou ofereça móveis que estão a mais na sala ou no quarto e assim sucessivamente. Simplifique! Simplifique! Simplifique! 

2. A disposição dos móveis

A disposição dos móveis é crucial no Feng Shui. Vamos focar-nos nos dois móveis principais de qualquer casa: a cama e o sofá. A cabeceira da cama não deve estar virada de costas para a porta, nem exactamente em frente à mesma, pois isso poderá provocar sobressalto. Além do mais, deve evitar colocar objectos pesados sobre a cabeceira, sob pena de se sentir inseguro. É, também, importante que se consiga ter acesso à cama a partir de ambos os lados. A simetria e a harmonia no que concerne à distribuição dos móveis num espaço são importantes, pelo que deve evitar colocar um dos lados contra uma parede. É, igualmente, preferível colocar uma mesa-de-cabeceira de cada lado. Escolha uma cama com uma cabeceira sólida e evite camas sem cabeceira pois são associadas a sentimentos de instabilidade. 

3. A importância das cores

Salas de estar  por Ayuko Studio
Ayuko Studio

Sesja dla JT Grupy

Ayuko Studio

A paleta cromática de cada divisão deve ser escolhida com critério. Afinal de contas, cada cor tem um impacto diferente em nós. O amarelo, por exemplo, revitaliza. O azul, mais frio, é repousante. O vermelho desperta a sensualidade e o romantismo. Antes de pintar a casa, pode ler um pouco sobre Cromoterapia para tirar algumas conclusões a este respeito. Se não é apreciador de paredes coloridas ou receia cansar-se delas, pode sempre manter a base neutra e introduzir as cores através dos objectos de decoração (almofadas, carpetes, cortinas, entre outros). 

4. Luz natural aos molhos!

A luz natural actua como um elixir na nossa mente e corpo. Aproveite-a ao máximo, abrindo grandes janelas que, de preferência, não estejam orientadas para ruas agitadas. Para poder usufruir da sua privacidade e para se sentir seguro, não deixe de resguardar as janelas com cortinas leves – podem até ser semi-transparentes – com uma cor clara que não afecte a normal entrada de luz solar. 

5. Espelhos, sim. Mas, onde?

Os espelhos são excelentes aliados na decoração. Para além de interessantes em termos estéticos, têm o poder de fazer com que um espaço pareça maior do que aquilo que realmente é e de distribuir a luz natural e artificial de forma homogénea. Não obstante, no Feng Shui, são vistos como obstrutores da energia quando mal posicionados. Na entrada da casa, o espelho não deve reflectir a porta. No quarto, será oportuno incluí-los dentro dos armários ou numa parede que não reflicta a cama. Na sala de estar, pode pendurar o espelho sobre a lareira ou noutro ponto focal para criar balanço e dinamismo na decoração. Na cozinha, deve evitá-los totalmente. 

6. Uma cozinha confortável e inspiradora

A cozinha é uma das divisões mais importantes da casa. Já não é apenas vista como zona onde se preparam as refeições. Pelo contrário, tem vindo a assumir, cada vez mais, um papel crucial nos momentos de socialização. Não é por acaso que, na arquitectura moderna, esta área se abre para as salas adjacentes, integrando um open space. Este espaço deve, claro está, ser mantido limpo e organizado. É oportuno os electrodomésticos estarem distribuídos de forma inteligente e prática. A cozinha não deve ter uma casa de banho com acesso directo para evitar a propagação de germes. 

7. Privilegie o uso de materiais naturais

Casa em S. Pedro do Estoril: Salas de estar  por Ricardo Moreno Arquitectos
Ricardo Moreno Arquitectos

Casa em S. Pedro do Estoril

Ricardo Moreno Arquitectos

A madeira e a pedra são dois materiais que pode incorporar nos revestimentos e na decoração da sua casa, em detrimento dos plásticos e dos materiais sintéticos. Estes materiais são naturais e por isso de uma origem mais orgânica e que pressupõe um diálogo permanente com a natureza, o que é benéfico para atrair a almejada energia positiva e para encadear o exterior da casa com os ambientes interiores. 

8. Casa de banho: mais do que um espaço funcional

Luz Charming Houses _ Boutique Hotel: Casas de banho  por SegmentoPonto4
SegmentoPonto4

Luz Charming Houses _ Boutique Hotel

SegmentoPonto4

É na casa de banho que começamos e acabamos o dia. A funcionalidade é, sem dúvida, uma característica chave, mas a casa de banho deve também fazer-nos sentir cómodos e relaxados. Se possível, inclua uma janela para que este espaço, por norma pequeno, possa arejar facilmente e para a luz natural entre sem obstáculos, reduzindo o consumo de electricidade. Acrescente pequenas flores, plantas e velas no espaço para criar uma atmosfera relaxante, tipo spa. A área deve ser bem ventilada. 

9. Plantas

As plantas representam cor, frescura e revelam atenção ao detalhe. São seres vivos que melhoram a qualidade do ar e que tornam os ambientes mais repousantes. Escolha plantas e flores naturais e não artificiais e evite ter plantas murchas e com folhas secas pela casa. Entre as plantas com melhor simbologia no Feng Shui estão a flor de lótus, o bambu chinês, as peónias, os lírios, a flor de chá e os crisântemos. 

- Já leu o nosso artigo sobre plantas da sorte?

10. E os nossos amigos de quatro patas?

Os animais de estimação são a alegria de qualquer família. Depois de um dia mau, quem não sorri ao ser recebido com euforia pelo o animal de estimação? Para além disso, são seres inquietos, pelo que mantêm a energia a circular, evitando que esta fique estagnada. Acredita-se que os cães sabem onde estão as boas energias. O local que escolhem para dormir, por exemplo, será um ponto de energia positiva na casa. Já os gatos, tendem a escolher pontos com energia negativa que é como que filtrada por eles e traduzida em energia positiva para os seres humanos. Sabia disto? Assim, se está na dúvida sobre ter ou não um animal de estimação, não hesite. Lembre-se, porém, de o tratar com toda a dignidade, tal como um membro da família. 

Quer descobrir mais? Visite a nossa loja!

- Se gostou destas fotografias, veja mais propostas dos decoradores registados na homify.

O que acha desta corrente e das nossas sugestões? Deixe-nos a saber. 
Casas  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!