Charmoso Restaurante no Centro de São Paulo

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Nem só de arquitectura, design e decoração de habitações e de espaços privados vive a homify! Já sabia, não já? Tentamos a todo o custo mostrar-lhe todos os tipos de espaços, mesmo sendo privados tentamos mostrar-lhe os diferentes estilos nos diferentes continentes. Projectos mais clean e minimalistas em oposição a outros mais clássicos, vintage e até rococó.

O espaço de hoje vai-nos deixar de água na boca, visto se tratar de um restaurante com pratos contemporâneos, entradas singulares e sobremesas inesquecíveis e o seu nome é Ramona.

Fica no piso térreo de um edifício no centro de São Paulo em frente à Biblioteca Mário de Andrade, mas do ultimo piso é possível avistar a paisagem de uma grande avenida e da grande área cosmopolita.

A modernidade e até a excentricidade vão deixá-lo curioso e cheio de vontade de apanhar o próximo voo, sendo só o Ramona um 2º motivo para ir conhecer a maior cidade do Brasil!

Venha daí…

Créditos Fotógraficos: Pedro Vannucchi

A fachada!

Espaços de restauração  por MM18 Arquitetura
MM18 Arquitetura

Esquina Av São Luis x Av Consolação

MM18 Arquitetura

Se passasse neste passeio de calçada tipicamente portuguesa teria curiosidade de entrar? Questionar-se-ia sobre que tipo espaço é? Eu sim! Queria logo entrar e tirar fotos, mas isso sou eu que tiro fotos a tudo e toco e dou palmadinhas em todos os materiais, ou não fosse eu designer de interiores, mas adiante.

A entrada é totalmente de estilo moderno com grandes toques do movimento industrial. As grandes zonas em vidro emolduradas por caixilharias pretas são bastante marcantes e deixam, com facilidade, adivinhar o interior. As calhas de iluminação com pontuais focos direccionais permitem a iluminação correcta da fachada e ainda proteger de certa forma a zona mais próxima da fachada, quem sabe até para uso de esplanada durante o Verão.

O 1º impacto!

Quando se entra percebe-se que o espaço é bem maior do que era imaginado apenas com a visualização da fachada. Em vez de ser apenas um andar verifica-se ao fundo, que uma escada dá acesso ao piso superior e outra ao piso inferior.

As paredes são de cor de ferrugem e as poltronas e sofás das mesas de refeições são num tom azul turquesa que rapidamente se destacam no espaço. O espaço é bastante brilhante devido às duas fachadas totalmente em vidro.

Casa de banho invisivel

Se reparar bem na foto anterior, ao fundo da sala existe uma parede espelhada, essa mesma parede é a que agora vemos nesta imagem em pormenor. Por trás do lado brilhante deste material, uma casa de banho de tons verde água é escondida atrás de uma parede totalmente revestida no mesmo material.

Vantajosamente a zona de sanitários ficou afastada da sala de refeições principal evitando visualizar-se constantemente os interiores dos mesmos.

Individualidade e casualidade

Espaços de restauração  por MM18 Arquitetura
MM18 Arquitetura

Pavimento superior

MM18 Arquitetura

As mesas de madeira de estilo wenge marcam muito o espaço e apenas o turquesa faz o espaço não parecer tão carregado. O pavimento é em peças cimentadas e mais uma vez o contraste é notório, entre o lado quente da madeira e o frio deste material, em relação à cor e a sensação por eles imposta.

Percebe-se pela composição das mesas, que o restaurante é de estilo descontraído, pois apostou-se em individuais de madeira e não em toalhas de pano.

O andar de cima

Espaços de restauração  por MM18 Arquitetura
MM18 Arquitetura

Vista do mezanino para o térreo e pavimento superior

MM18 Arquitetura

Quando se sobe ao primeiro andar, esta é a vista que se tem. Mais uma andar amplo mas com menos quantidade de mesas para sentar. Nesta perspectiva também é possível ver o piano no piso de baixo que é usado por clientes ou alguém contratado para animar o espaço.

O tecto aparece com as cofragens à vista e o material cimento continua a fazer para integrante do espaço, contribuindo mais uma vez para o aspecto moderno e actual.

Zona mais intima

No meio andar existe uma espécie de sala privada, que de privada não tem nada a não ser por ser um espaço reduzido e onde só cabem os lugares da imagem. A parede de fundo é numa cerâmica rectangular com acabamento prateado e brilhante.

O bar

Na cave, uma espécie de bar foi criado para ocupar esta zona mais underground ou como quem diz mais escura e subterrânea. A parede de fundo foi preenchida como uma imagem que parece visualmente aumentar o espaço deixando-o mais comprido.

Aqui, elementos soltos e diferentes completam o cenário. Sofá chesterfield, tapete de pelo, cadeiras vintage e claro, imagens cosmopolitas e extravagantes.

Estilo industrial

A zona do bar  com um balcão alto é um simples bloco de cimento colocado a meio do espaço do piso subterrâneo. Também aqui tectos foram deixados come estruturaras à mostra e ainda tubos de canalização, claramente estilo industrial.

Gosta de sushi? E deste restaurante?

Que achou deste restaurante? Deixe-nos a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!