Janelas   por Maxlight

8 erros comuns na utilização do ar condicionado que aumentam a conta da electricidade

Elisabete  Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

Quem tem equipamentos de ar condicionado sabe como podem ser onerosos na sua utilização. Mesmo os que têm boa performance energética são aparelhos que consomem bastante energia, e nos meses em que a sua utilização é diária a conta da eletricidade escala a valores pouco amigáveis. 

Mas há erros que inconscientemente se cometem no dia-a-dia que ajudam, e muito, essa conta a subir! E esses erros não lhe trazem apenas mais despesas. Eles acarretam problemas para a sua saúde e segurança, provocam a diminuição do tempo de vida útil dos aparelhos e prejudicam o meio ambiente!

Venha conhecê-los e aprender a evitá-lo! Vai ver a sua qualidade do ar interior muito melhor e a sua conta de eletricidade bem mais pequena.

1. Colocar o aparelho de ar condicionado a trabalhar numa temperatura muito baixa ou muito alta

Nós percebemos o apelo de ter uma divisão fresquinha rapidamente quando o calor aperta, mas é preciso ter calma e pensar antes de fazer! Ao colocar a temperatura muito baixa não vai conseguir obter o fresquinho mais depressa e pode apenas conseguir uma constipação quando sofrer o choque térmico proporcionado pela diferença de temperaturas ao sair.

A temperatura de conforto em alturas de frio, e sobretudo no inverno, situa-se entre os 18ºC e os 22ºC. Se tem um equipamento de ar condicionado que permite o aquecimento, regule-o para este intervalo de temperaturas.
No verão a temperatura indicada como de conforto ronda os 25ºC. Regule a temperatura do ar condicionado para os 26ºC e pode poupar 10% de energia. Aliás por cada grau acima deste valor de 25ºC poupa 10% de energia, por isso resista à tentação de congelar a casa! Areje a casa de manhã e à noite, quando as temperaturas são mais baixas e feche os estores para evitar a entrada de raios solares durante o dia, evitando assim um aumento da temperatura interior significativo e desnecessário.

A temperatura de conforto em alturas de frio, e sobretudo no inverno, situa-se entre os 18ºC e os 22ºC. Se tem um equipamento de ar condicionado que permite o aquecimento, regule-o para este intervalo de temperaturas.No verão a temperatura indicada como de conforto ronda os 25ºC. Regule a temperatura do ar condicionado para os 26ºC e pode poupar 10% de energia. Aliás por cada grau acima deste valor de 25ºC poupa 10% de energia, por isso resista à tentação de congelar a casa! Areje a casa de manhã e à noite, quando as temperaturas são mais baixas e feche os estores para evitar a entrada de raios solares durante o dia, evitando assim um aumento da temperatura interior significativo e desnecessário.

2. Não limpar os filtros com regularidade

Limpar os filtros do ar condicionado é uma medida de extrema importância, tanto para poupar energia como para ter a melhor qualidade do ar possível. 

Os filtros do ar condicionado devem ser limpos a cada três meses e uma vez por mês, se o dispositivo funcionar o tempo ininterruptamente! Um filtro sujo prejudica a qualidade da ventilação e pode afetar significativamente a eficiência do equipamento, podendo causar um aumento do seu consumo de energia entre 5% e 15%, e afetando a vida útil da máquina, pois obriga o motor a um esforço acrescido para atingir os mesmos resultados de um filtro limpo.

3. Falta da manutenção anual do seu aparelho de ar condicionado

É importante ter cuidado na manutenção do seu dispositivo, pedindo a sua revisão anualmente por profissionais, para se certificar de que ele funciona corretamente e para limpar as peças complexas do mesmo.

4. Cobrir os equiamentos na tentativa de os esconder

Este conselho parece óbvio, mas acredite, o erro acontece muito. Nós sabemos que a maioria dos aparelhos de ar condicionado não são objetos de decoração muito cobiçados, pese embora a sua notável utilidade, e por isso muitas vezes são alvo de tentativas de os fazer desaparecer da vista. Uma cortina ou um móvel em frente à saída de ar e o rendimento do ar condicionado baixa bastante, sendo necessário gastar mais energia para obter os mesmos resultados no ambiente. 

Não tente fazer desaparecer o equipamento de ar condicionado, nem mesmo com um móvel próprio, como na imagem, pois ali não se trata de um ar condicionado, mas de um aquecedor que não tem os mesmos constrangimentos de funcionamento. Antes incorpore-o na decoração e coloque-o no local mais desimpedido do compartimento para tirar dele o melhor rendimento!

5. Não usar a ventoinha

Pronto tenho um ar condicionado, posso dar reforma à ventoinha, certo? Errado! 

A presença da ventoinha, trabalhando juntamente com o ar condicionado, pode ser extremamente eficaz, especialmente em grandes áreas, pois esta vai atuar como um dispersor da cortina de ar frio, contribuindo para a homogenização da temperatura ambiente e para atingir a temperatura regulada mais depressa, diminuindo assim o consumo energético.

6. Ter o ar condicionado ligado em compartimentos vazios

Este é um erro com grande prevalência em muitos lares por este mundo fora e que custa um valente aumento na conta da eletricidade, embora seja de muito fácil resolução! Tudo que precisa de fazer é instruir e controlar para que todos os membros da família desliguem os aparelhos de ar condicionado das várias divisões sempre que se ausentarem dos espaços por períodos superiores a duas horas.

7. Não ajustar a temperatura para o período nocturno

No verão durante a noite a temperatura atmosférica cai e por isso não precisa de baixar tanto a temperatura do ar condicionado como durante o dia, em especial nas horas da tarde. E durante o inverno com certeza não dorme sem cobertores e edredons! Além disso, o corpo durante o sono tem uma maior capacidade de regular a sua temperatura do que acordado. Se o seu ar condicionado tem um modo de suspensão, um modo noturno ou um sleeping mode certifique-se de que o executa durante o seu sono, para lhe permitir uma transição suave de temperatura e ao mesmo tempo poupar energia.

8. Não resolver os problemas de base que provocam o aumento da temperatura

Feche as janelas, mas não só! Feche ou vede todas as aberturas. E sempre que o ar condicionado estiver em funcionamento não as abra. A entrada de ar frio ou quente vai fazer com que o aparelho faça um esforço suplementar para manter a temperatura, gastando mais energia. Isto é especialmente importante quando a diferença de temperaturas entre o exterior e o interior são muito grandes, como em climas muito quente ou muito frios. 

Em espaços em que a incidência luminosa é muito elevada devem instalar-se cortinas ou persianas para baixar essa incidência e baixar a energia que será necessária para arrefecer o local, e manter esse arrefecimento. Grandes superfícies envidraçadas como a da imagem, da MAXLIGHT, podem precisar de uma cortina bonita, em especial se estiverem viradas a sul ou a este!

E durante os dias de calor evite usar fornos, passar a ferro por longos períodos de tempo ou utilizar outros equipamentos que possam ser fontes de calor. Este cuidado vai com certeza poupar-lhe alguns euros na carteira ao final do mês! 

Está a preparar-se para investir num sistema de ar condicionado? Então saiba tudo sobre as suas desvantagens e desvantagens no artigo ’Ar condicionado: uma lufada de ar fresco’.

Continue connosco, não deixe de visitar a nossa loja on line para descobrir todas as nossas propostas!

Sabia destes factos que lhe podem poupar tantos Euros, ou estava perfeitamente alheio e cometia-os diariamente?
Habitações  por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Peça a sua consulta grátis

Encontre inspiração para casa!