6 ideias para o design da casota do seu cão

Mariana Garcia – Homify Mariana Garcia – Homify
Loading admin actions …

Quando resolvemos aumentar a nossa família no que toca a ter um patudo por perto, há que ter em atenção diversos aspectos. Em primeiro lugar, e talvez o mais importante, é que esta relação poderá durar um mínimo de 10 anos (dependendo da raça ou do porte do animal) – portanto, esteja ciente que está preparado para uma relação desta magnitude, tendo em conta o segundo aspecto: a dependência que o animal terá de si. Conseguiu ultrapassar esta primeira fase? Então vamos aos seguintes: paciência, dedicação e espaço. Os dois primeiros, mesmo que não seja a pessoa mais paciente e dedicada do mundo, verá que serão devidamente trabalhado pelo seu novo amigo de forma diária e constante. Despenda algum do seu tempo livre (cerca de 1h por dia) para o educar, de forma a que a vossa convivência com outras pessoas e animais seja mais fácil e agradável. Em relação ao espaço, tema do nosso artigo de hoje, a conversa já é outra.

Retenha esta frase: o seu cão precisa do melhor espaço que lhe puder dar, onde o fundamental é a sua companhia. Desengane-se quem julga que é preciso uma casa com jardim para ter condições para ter um cão. É aqui que entra tudo o resto que falámos para trás: consciência da duração da relação com o seu animal e da dependência que ele terá em relação a si e a necessidade de haver, da sua parte, dedicação e paciência. Cães grandes dão-se super bem em espaços pequenos, desde que educados para isso e desde que dedique a tal hora diária para ir brincar e correr com ele na rua (independentemente do tempo que faça lá fora). Portanto, agora que já lhe apagámos da cabeça a ideia de que no seu T1 não cabe o seu pequeno mamute de sonho, vamos ao que importa:

Onde colocar a casota?

Agora que já decidiu qual o patudo que vai levar para casa, está na hora de decidir onde será o espaço de dormida dele. Vai colocá-lo no jardim, na varanda ou dentro de casa? Este é o primeiro passo para a definição de tudo o resto. Ponha em cima da mesa todas as vantagens e desvantagens dos possíveis sítios, tendo sempre em conta o bem estar do animal.

Design clássico ou minimalista?

Agora que já decidiu onde colocar a casota, vamos ao passo seguinte: que tipo de design vai escolher para o seu projecto? A clássica casota do Snoopy ou algo bem mais moderno e de linhas simples? Olhe para a sua própria casa e veja o que melhor se enquadra no design dela. A ser colocada no exterior, tenha em atenção a cobertura (mesmo que a casota esteja debaixo de um telheiro, convém que tenha a sua própria cobertura para manter a temperatura do animal dentro dela o mais agradável possível). Caso seja para estar dentro de casa, é indiferente este aspecto, mas nada o impede de construir uma casinha com telhado e tudo!

Escolha os materiais

Casa  por asdf
asdf

Cuccia pallet in abete per interno

asdf

Os materiais são, provavelmente, o mais importante de todo o projecto, ainda mais se a casota for para ser colocada no exterior. Nestes casos, tenha em atenção a durabilidade, impermeabilidade e isolamento dos materiais para que o seu patudo não apanhe chuva nem sobreaqueça ou passe frio dentro da casota. Em espaços interiores, pode relaxar um bocadinho mais e brincar com paletes – que, para além de ser um material mais acessível, já tem uma forma adequada à cama do seu cão. Em qualquer um dos casos, pode reciclar material, que tornará o seu projecto mais barato.

Recicle tecidos velhos

1 peça 3 padrões: Casa  por tramadesign
tramadesign

1 peça 3 padrões

tramadesign

Se tem tecidos antigos e velhos aí por casa, traga-os para junto da casota e procure aplicá-los na mesma – seja para forrar o espaço, seja para criar uma almofada gigante ou um peluche de boas vindas! Muitas vezes, arrumamos trapos e roupa que se torna inútil ao longo do tempo. A chegada de um cão à sua vida pode tornar estes bocados de tecido em algo novamente útil! Retire todos os possíveis perigos (botões, fechos, etc.) das peças de roupa e crie algo para o seu patudo. Se for para um brinquedo, a perfeição é o menos importante (afinal de contas, a ideia é ele roer o boneco todo, certo?), caso utilize os tecidos para um almofadão, faça algo que seja confortável para o animal; a serem usados na decoração da casota, procure aplicá-los de forma a não ficarem pontas penduradas que facilmente atrairão os dentes curiosos do bicho!

Camas e almofadas

Unique Poufs: Jardim  por UNIQUE
UNIQUE

Unique Poufs

UNIQUE

Para finalizar, vamos falar do conforto do seu animal. Apesar de muitas vezes nos sentarmos no chão, principalmente quando temos amigos em casa e o sofá se torna pequeno para toda a gente, isso não quer dizer que não goste de estar refastelado entre almofadas quando está sozinho em casa, certo? Portanto, pense da mesma maneira em relação ao seu cão. Vai apanhá-lo muitas muitas vezes deitado no chão, mas como qualquer ser vivo, gosta de conforto. Assim sendo, faça ou compre um almofadão ou uma cama fofa para colocar dentro da casota. Além de lhe proporcionar mais conforto, ele reconhecerá este como sendo o seu espaço (de descanso, de brincadeira ou de castigo, conforme a altura) a longo prazo. Claro que pode um dia chegar a casa e ter esponja ou penas por todo o lado e nada de cama… mas já pensou no que poderia ter acontecido se ele não tivesse tido essa almofada para atacar?

E a casota do seu cão?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!