O Feng Shui na decoração do quarto do seu bebé

Maria Almeida Maria Almeida
Loading admin actions …

Está grávida? E que tal começar a pensar no quartinho do futuro habitante que aí vem segundo os princípios do Feng Shui? A nossa casa é o nosso santuário e o quarto do bebé é o seu espaço de descanso e tranquilidade, onde pode descansar, brincar, explorar e desenvolver os seus sentidos, estabelecendo uma relação forte com o espaço casa.

As dicas seguintes  foram aspectos com que me deparei quando comecei a decorar o quarto do meu bebé, tentando usar o Feng Shui para criar um ambiente mais harmonioso e equilibrado. Acredito que os bebés beneficiam quando os seus ambientes são tranquilos e calmos, e sobretudo que o seu quartinho pode ser harmonizado especificamente para si, conjugando a disposição dos móveis e as cores de acordo com as direcções auspiciosas de cada criança e da casa onde vai morar.

Escolha cores do Elemento Terra

Um dos primeiros pontos importantes a ter em conta são as cores. Estas devem ser escolhidas com especial atenção, não só as cores das paredes mas também de toda a decoração em geral. De acordo com o Feng Shui, os quartos de criança deverão ser sempre em tons terra, como os bejes, castanhos, laranjas claros, terracotas e amarelos, sempre em tons pastéis suaves. As cores Terra são aquelas associadas ao sentimentos de calma e segurança. Isto funciona idealmente bem quando o quarto do bebé se encontra nos sectores Nordeste, Sudoeste, Oeste ou Noroeste da sua casa, que são as direcções correspondentes, no Feng Shui, ao elemento Terra e Metal. Não se esqueça, cores neutras e materiais naturais no quarto do bebé ajudam a conferir mais luz e paz ao ambiente.

Evite as cores vibrantes

Quartos de criança clássicos por Möbelgeschäft MEBLIK
Möbelgeschäft MEBLIK

Babyzimmer Prinzessin

Möbelgeschäft MEBLIK

Cores muito vivas, vibrantes ou brilhantes devem ser evitadas ou colocadas apenas em sítios estratégicos, uma vez que estimulam em demasia as crianças e prejudicam o descanço e o sono dos bebés, necessários para um desenvolvimento saudável. Quer distrair o seu bebé, estimulá-lo para cores, formas e padrões? Não o faça no quarto. O quarto, nesta fase de vida das cianças deve ser um espaço calmo e relaxante que promova o descanso.

Evite as cores frias

Por outro lado, as cores frias, como o azul ou o cinza – que agora está muito na moda, devido à forte influência que o Estilo Escandinavo está a conquistar – ou os verdes pálidos, nunca devem predominar nos quartos dos bebés, uma vez que promovem sentimentos de insegurança e estados de apatia e passividade.

Vá ajustando a decoração

Contudo isto das cores não deverá ser levado demasiado à risca e deve ser ajustado de acordo com o comportamento do prórpio bebé. Se for uma criança demasiado agitada ou ativa, deve reforçar esta tendência para as cores relaxantes sobretudo os tais tons terra em versões pastel. Se pelo contrário, o jovem rebento é sossegado em demasia  podem escolher-se dentro das cores terra, tons ligeiramente mais quentes, dentro dos laranjas e amarelos, para conseguirmos fazer com que o quarto equilibre essa tendência demasiado calma do bebé.

Posicionamento do berço

Em todos os quartos a posição da cama ou berço é muito importante. Em primeiro lugar esta não deve, em hipótese, alguma estar no enfiamento da porta de entrada do quarto ou contra uma janela, devendo sempre ter uma parede na sua cabeceira e estar orientada numa direcção auspiciosa que deverá ser determinada por um consultor de Feng Shui especializado. As direcções da cabeceira da cama, ou da direcção para onde o bebé tem a cabeça quando está no berço também influencia a qualidade do seu sono, e por isso poderá ter de ser ajustada depois do o bebé estar em casa já à uns dias e com a sua rotina de sono plenamente estabelecida. Se o bebé for muito dorminhoco e quando quer que ele acorde nada… deve colocar-se a cabeceira virada para principalmente para Sul ou Este. Se pelo contrário o sono dele é muito leve, a cabeça deverá ser posicionada para Norte ou Oeste.

Situações a evitar

É importante que o quarto não se situe em frente a uma casa de banho, mas quando isso ocorre é absolutamente fundamental que a porta dessa casa de banho esteja sempre fechada. Também não devem existir vigas salientes no teto do quarto ou tectos inclinados, e principalmente, estes não devem estar por cima da caminha ou do muda-fraldas do bebé. Da mesma forma, não devem existir esquinas vivas de paredes ou móveis a apontar directamente para o berço e para a zona onde normalmente amamenta.

Iluminação Natural

Quartos de criança clássicos por Samarina projects
Samarina projects

Дизайн коттеджа Детская комната юного лорда

Samarina projects

A iluminação natural também é muito importante. Quando o bebé não está no quarto a dormir, este deve estar bem iluminado, pleno de energia yang . Pelo contrário quando quer preparar o quarto para o rebento dormir durante o dia, a luz deve ser diminuída, porque de outra forma ele não vai descansar profundamente. Com isto consegue que associe os diferentes estados de claridade do quarto ás rotinas do seu dia-a-dia. Não escureça o quarto completamente durante o dia, pode fazê-lo mas apenas no período noturno. Como já deu para perceber os estores e/ou cortinas vão ser fundamentais uma vez que vão ser o instrumento para controlar a luz do ambiente e torná-lo mais rapidamente yin ou yang conforme as necessidades.

Atenção à escala do mobiliário

A dimensão do mobiliário de bebé deve ser adequada ao tamanho do quarto. Como pode ver no exemplo quando isso não é tido em conta, o espaço fica pesado e congestionado e como consequência, nada prático. Os princípios do Feng Shui impõem que os espaços sejam fluidos e arejados para que a energia flua correctamente, por isso não bloqueie a energia vital do quarto do seu bebé!

Iluminação Artificial

Quartos de criança clássicos por LM Arquitetura
LM Arquitetura

Quarto de Bebê

LM Arquitetura

Se durante o dia deve tirar o máximo partido da luz natural, durante a noite a luz artificial deve ser suave e tranquilizadora. Não use luzes fluorescentes, principalmente as de cor branca, já que além de fortes conferem frieza ao ambiente. Aposte em vários tipos de luminárias, de teto, parede, de mesa e de pé, mas sempre de luz amarela e quente.

Resumindo…

É preciso contudo não esquecer que os quartos dos bebés devem ser equilibrados no sentido de harmonizar yin e yang de acordo com a personalidade do bebé, daí não existirem receitas infalíveis. Deve é ter-se em mente que um quarto demasiado yang não vai promover o descanso e o sono relaxado e reconfortante para o seu bebé, enquanto que um quarto demasiado yin, promove bebés apáticos e pouco interativos.

O que achou destes conselhos de Feng Shui para o quarto do seu bebé?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!