Antiga fábrica transformada em habitação rústica

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Alice Bizien é a cara por trás da marca Bikok, o gabinete de arquitectura de interiores sediado nos arredores de Paris (15 minutos), mais precisamente em Argenteuil. Além de trabalhos de arquitectura de interiores, também são peritos em avaliação e aquisição de imóveis para posteriores remodelações e totais decorações.

O exemplo de hoje é de origem duvidosa mas o resultado é simplesmente fantástico. Consegue imaginar como uma antiga fábrica de salga de alimentos datada de 1900 foi transformada em habitação de 3 andares? Suponho que não… mas certamente irá admirar o trabalho aqui praticado. Quando a fábrica deixou de funcionar, os terrenos adjacentes à mesma, foram arrasados e a terra dividida em lotes. Apenas este edifício, foi mantido e não sofreu qualquer tipo de demolição ou divisão e ainda bem! Veja porquê!

Antes: aparência de fábrica

  por Alice Bizien
Alice Bizien

salon avant

Alice Bizien

Antes deste edifício sofrer uma forte remodelação, era esta a aparência que ele tinha. A zona da fábrica, claro. Já que os pisos superiores eram dedicados à habitação do proprietário da mesma. Os interiores eram tipicamente de uma fábrica e armazém e o caos era visível. O tecto não tinha qualquer tipo de protecção a nível térmico ou sonoro e o telhado era simplesmente conseguido com telhas onduladas de plástico. 

Depois: uma casa tipo loft

  por Alice Bizien
Alice Bizien

Salon après

Alice Bizien

O edifício de 260 metros quadrados é agora banhado a luz natural o que o torna de ambiente acolhedor, apesar do seu pé direito bastante alto. 

De áreas bastantes grandes, tal e qual uma fábrica é composta, tirou-se partido das dimensões e da composição do espaço e tentou-se mantê-la a todo o custo. Agora, sendo um espaço habitacional pode-se dizer que é bem ao estilo loft, por não conter paredes a dividir as diferentes divisões.

Depois: a zona das refeições

  por Alice Bizien
Alice Bizien

salle à manger après

Alice Bizien

Agora, todo o interior é brilhante porque várias janelas foram abertas para o jardim de 250 metros quadrados virado a sul. O que antigamente era totalmente rústico, hoje em dia é uma mistura bem conseguida, entre peças de design e materiais tradicionais como a madeira e a presença das vigas no tecto.

A zona da principal oficina da fábrica foi mantida em forma de U e Alice projectou toda a casa nessa mesma disposição, integrando perfeitamente todas as divisões.

Antes: a cozinha

  por Alice Bizien
Alice Bizien

cuisine avant

Alice Bizien

A cozinha existente nos pisos superiores do edifício era assim: bastante rústica e tradicional. O pavimento era em peças cerâmicas de acabamento em degradé, os móveis em madeira e ainda existia um espaço junto à janela com possibilidade de refeições.  

Tem curiosidade em saber como ficou depois da intervenção?

Depois: a cozinha aberta

  por Alice Bizien
Alice Bizien

cuisine après

Alice Bizien

Depois da intervenção foi esta a solução. Agora a cozinha é totalmente aberta para a zona da sala de jantar e a passagem e movimentação ficou bem mais facilitada. A cozinha foi marcada com um piso de cerâmica hidráulica de estampado interessante, e apesar de ser idêntico a alguns usado antigamente, este é recente e é a prova que o vintage e o old school voltaram em força. As paredes brancas brilham no espaço e contrastam com os móveis pretos e bancada em madeira.

As traves e vigas em madeira também aqui foram deixadas à vista, com o intuito de valorizar o passado e traz~e-lo para o presente e futuro. Móveis em madeira fazem a ligação entre a cozinha e a zona de refeições.

Antes: a escada

  por Alice Bizien
Alice Bizien

entrée avant

Alice Bizien

A escada de acesso ao segundo piso apresentava-se assim. Era totalmente em madeira e apenas as suas guardas eram em ferro. O pavimento era o mesma da cozinha e aqui uma mini mesa e um candeeiro pareciam marcar um hall de entrada. O espaço de baixo das escadas era aproveitado como dispensa e tinha-se acesso por uma porta de madeira. A parede das escadas era num tom bem escuro, entre o bordeaux e um castanho.

Depois: a escada

  por Alice Bizien
Alice Bizien

Entrée après

Alice Bizien

Como facilmente identificará, a escada é exactamente a mesma! Sem tirar, nem pôr! Apenas as paredes deixaram de ser escuras para serem totalmente brancas. O pavimento aplicado na cozinha também chegou a esta zona. Um bengaleiro de formato também antigo ocupa agora parte do espaço e convida a visitantes a deixarem os seus pertences, como casacos e chapéus. Se optar por se descalçar, a cadeira irão dar-lhe todo o apoio necessário.

Antes: a casa de banho

  por Alice Bizien
Alice Bizien

salle de bains avant

Alice Bizien

A fotografia não é de grande qualidade, tal como a falta de luz interior não deixou no momento captar uma imagem melhor. Previa uma grande remodelação, já que a mesma tinha aspecto antiquado. Mas não…

Depois: a casa de banho

  por Alice Bizien
Alice Bizien

salle de bains après

Alice Bizien

Como vê continua tudo no mesmo sitio e apenas pormenores fizeram esta casa de banho mudar por completo de aspecto.  A janela é a mesma mas agora a madeira é pintada de branco. Os revestimentos do chão e paredes são os mesmo, ainda que tinham sido pintados de outra cor. Antigamente os do chão eram quase bordeaux e agora são cinzentos azulados. Uma cadeira, uma mesa e alguma decoração, foram o suficiente para melhorar o aspecto desta casa de banho do século passado.

Antes: o quarto

  por Alice Bizien
Alice Bizien

chambre avant

Alice Bizien

O piso mais junto ao telhado era composto por uma zona de tectos inclinados mas ainda assim, de grande altura de pé direito. O pavimento era forrado a alcatifa e ainda tinha carpetes a limitar e a marcar zonas.

O espaço mostrava já bastante potencial, logo a solução só podia ser fantástica! Só era necessário dar um toque moderno e picante a este espaço.

Depois: o quarto

  por Alice Bizien
Alice Bizien

chambre après

Alice Bizien

Na década de 1970, o segundo andar tinha sido transformado em um estúdio com uma kitchenette, casa de banho e uma sala de estar com lareira. Hoje é um grande quarto muito aconchegante sob o emaranhado de vigas de madeira no tecto. Uma cama de casal é acompanhada de mesas de cabeceira e um manequim forrado a tecido é o ideal para decorar e ainda para colocar a roupa idealizada para o dia seguinte.

detalhe da lareira

  por Alice Bizien
Alice Bizien

chambre après

Alice Bizien

Ainda no mesmo espaço, esta lareira foi mantida e deixada como parte da decoração. O seu tijolos foram pintados de branco e agora o aspecto é mais suave e limpo. A cadeira em bambu colocada em frente à lareira, convida a relaxar e a colocar a leitura em dia.

Depois: o quarto das crianças

  por Alice Bizien
Alice Bizien

chambre après

Alice Bizien

O quarto das crianças foi mantido com uma palete de cores neutras e o pavimento agora é no confortável soalho de madeira. As cores mais garridas aparecem com o tapete e ainda com a colocação de papel colorido nos vidros da janela. 

Uma mini secretária faz as delicias dos mais novos e motiva-os a pintar e a querer aprender!

Que achou deste projecto de remodelação? deixe-nos a sua opinião!
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!