por Domenico Lupariello Architetto

Um sótão difícil tornado numa pequena jóia

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

O arquitecto Domenico Lupariello surpreende-nos sempre com os seus interiores aconchegados, sofisticados e repletos de detalhes elegantes. O projecto de hoje mostra-nos a renovação e a decoração de um sótão, um espaço que, pela sua configuração natural, representa inúmeros desafios e constrangimentos. Por esse motivo, muitos dos elementos que vamos ver tiveram que ser feitos à medida por uma questão de optimização da área disponível. Todavia, ainda que tenha sido uma escolha ditada pela necessidade, foi também um modo de enriquecer o apartamento do ponto de vista estético e funcional.

O estado inicial

Uma página em branco à espera de ser preenchida. Nesta fase do projecto, ainda tudo estava a ser determinado pelo que não havia qualquer tipo de acabamento ou de revestimento nas paredes e no piso. 

Por um lado, estava tudo por definir o que significa muita liberdade de escolha. Por outro, a morfologia do espaço colocava limites em termos da distribuição dos móveis e das divisões propriamente ditas. 

Vamos ver que soluções se encontraram.

E depois?

Pois é. Veja bem a impressionante diferença entre esta imagem e a que lhe acabámos de mostrar. A partir desta fotografia, percebemos a capacidade que o arquitecto teve em intuir o espaço, transformando-o em pleno e tirando o maior partido possível dos seus pontos fortes. O elegante papel de parede é, sem dúvida, o destaque desta sala, criando forte impacto visual e arredando a necessidade de adicionar outras imagens nas paredes. O feixe de luz estrategicamente colocado enfatiza ainda mais esta opção decorativa. É uma boa forma de valorizar uma divisão, não acha?

A cozinha

Na cozinha optou-se por colocar uma península em forma de “T”. Esta serve não só como zona de trabalho – que assim se vê ampliada -, mas também como demarcação entre o espaço das refeições e o de estar. Esta configuração é moderna e permite que a cozinha esteja completamente aberta em relação à sala de estar, veiculando, assim, um sistema de distribuição muito actual.

Uma sala de estar feita à medida

O móvel da sala de estar foi feito à medida o que o torna única. Em apartamentos com limitações de espaço, esta é uma ideia a ter em conta. O material utilizado para o seu fabrico foi a madeira, também presente no chão. A lareira é revestida a aço patinável, três vezes mais resistente que o aço comum. A madeira combina perfeitamente com a sofisticação do aço, criando-se assim duas linguagens decorativas distintas, uma mais tradicional e a outra mais industrial e impactante.

Armários invisíveis

Despensas e armários disfarçados na parede são sempre uma boa ideia. O facto de estarem embutidos, sendo praticamente imperceptíveis, amplia os espaços, mantendo-nos visualmente mais organizados. Como é natural, este tipo de solução requer a execução de um design exclusivo, adaptado à área em causa. Contudo, é um bom investimento. Em espaços pequenos, todos os milímetros contam.

Mistura de texturas na casa-de-banho

O aspecto que mais se evidencia na casa-de-banho é, sem dúvida, a mistura de texturas. Para optimizar o espaço foi criada como que uma “meia parede” que surge enquanto divisória entre o lavatório e a área do banho. Os mosaicos com um padrão geométrico em dourado vão ao encontro do estilo estético elegante e discreto que temos vindo a ver no resto da casa. O espelho redondo é um detalhe curioso por aparecer ligado ao tecto através de uma barra metálica. Na outra parede existe um nicho onde foi engastada iluminação indirecta que ilumina o bonito e – divertido! – trabalho de azulejaria a preto e branco.

Por fim, o quarto

  por Domenico Lupariello Architetto
Domenico Lupariello Architetto

Camera da letto – cabina armadio

Domenico Lupariello Architetto

Finalmente, o quarto. O mobiliário minimalista e moderno beneficia a percepção de espaço que dele temos. Também aqui, verificamos a presença de luz indirecta o que é uma óptima solução para um quarto onde a luz mais difusa convida ao descanso e à tranquilidade. Para além disso, o seu foco faz sobressair a parede trabalhada.

O destaque neste quarto é, porém, o walk-in closet, separado por via de portas envidraçadas e providenciando aos moradores um espaço bonito e organizado para a colocação das suas roupas e acessórios. Se se apagar a luz do closet, as portas tomarão de empréstimo as características dos espelhos cuja existência amplia visualmente os espaços.

Os arquitectos têm, de facto, a habilidade de ver um espaço para além das paredes que o compõem. Este sótão é a prova disso. De que divisão mais go...
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!