Uma casa extraordinária!

Elisabete Figueiredo – HOMIFY Elisabete Figueiredo – HOMIFY
Loading admin actions …

O projeto que lhe apresentamos hoje é verdadeiramente admirável! Trata-se de uma moradia construída na vila de Arrifana, no concelho de Santa Maria da Feira, e concebida de forma muito especial pelo arquiteto Pedro Henrique Nunes Silva.

Implantada num terreno um pouco sinuoso, a casa ergue-se altaneira e majestosa, chamando a atenção seja qual for o ângulo que se observe. Com uma arquitetura muito moderna e volumes bem vincados, faz-se notar não só pelo desenho único, mas também pelos exteriores cuidados e bem estruturados, revelando-se uma habitação muito especial!

Ficou curioso? Acompanhe-nos então nesta viagem pela arquitetura ultramoderna desta casa realmente extraordinária.

A imponente fachada frontal

Inserida num ambiente campestre a moradia capta de imediato a atenção. Como o lote de terreno é estreito e comprido a casa foi projetada de forma a tirar o melhor partido dessa característica que se podia tornar impeditiva e complicada. O ângulo agudo que caracteriza a fachada frontal, e a varanda que rodeia esse ângulo, dão-lhe um ar de navio com a proa levantada. E a fachada lateral realça essa sensação!

A entrada principal

A entrada na casa faz-se pela lateral, através de um passadiço em madeira que se prolonga e a rodeia parcialmente. A cor exterior escolhida foi o branco simples, tanto para a casa como para os muros exteriores. No entanto os ângulos que tão bem caracterizam este projeto criam um jogo de sombras que faz com que a cor mude de branco para cinzento conforme a incidência da luz.

Os jardins exteriores cuidados

Todo o plano exterior da casa foi cuidadosamente pensado, e isso inclui também o paisagismo. Afinal uma casa pode ser muito bonita, mas se o que a rodeia for feio ou mal cuidado perde o seu brilho.

Os jardins foram elaborados com plantas autóctones, como as oliveiras e as laranjeiras, quiçá fazendo referência à lenda da passagem da Rainha Santa Isabel por Arrifana, e outras plantas de jardim, como os catos. Foram planeados utilizando plantas que requerem pouca manutenção e pouca rega, de forma ecológica e económica. Mas sempre sem perder de vista a parte estética…

Quando o interior se funde com o exterior

Agora vamos conhecer os interiores! Os compartimentos, tal como o exterior da casa dá a entrever, têm formas e áreas irregulares e diferentes entre si, mas comungam na omnipresença da luz, cortesia das grandes superfícies envidraçadas que substituem paredes inteiras.

Comecemos, então, por este quarto tão original. O chão em madeira de vários tons cria um puzzle que é parte integrante do estilo da casa e se impõe. E de tão bonito que é não queremos que acabe, por isso ele continua, prolongando-se para o exterior!

Uma sala… diferente!

Na sala, como nos quartos, o traçado é anguloso, criando recantos e espaços com formas diferentes, cheios de potencial para uma decoração fantástica. Repare nas portas… Integram-se nas paredes de uma forma tão subtil que quase nem damos por elas. A permanência constante do branco torna os espaços mais amplos e mais luminosos, e as portas na mesma cor dão um cunho quase labiríntico ao espaço. Muito interessante!

A cozinha, branca, claro!

Mantendo a coesão da presença do branco em toda a casa, vemos agora a cozinha. Com linhas direitas e superfícies lisas, é uma cozinha muito moderna e funcional. Com uma dimensão inusitada, os seus compartimentos e gavetas têm todo o espaço de que os habitantes da casa necessitam para uma utilização diária muito eficaz. Uma vez mais, mal se notam portas, sejam as dos armários, seja a da entrada interior, e a primazia é dada à porta que dá para o exterior.

O átrio de entrada e as incríveis escadas

Esta é a visão que temos assim que entramos na casa. É de cortar a respiração, não é verdade?

Os degraus que parecem pairar dão acesso à área superior da casa sem pesar ou limitar o espaço da entrada. Não se tratam de escadas flutuantes, mas os encaixes brancos dos degraus em madeira fundem-se no branco das paredes e parecem nem existir.

Perfeitamente integradas, muito eficazes no seu propósito e sobretudo muito belas, estas escadas são tão especiais como a casa onde se inserem.

Um quarto com jardim!

Um conceito fabuloso! Uma das várias reentrâncias que os ângulos da casa fazem no exterior foi sabiamente aproveitada para fazer um jardim interior, na suíte. A vegetação ali colocada é minimalista, e reduz-se a algumas plantas, uma palmeira e pedras brancas no chão, em perfeita consonância com a harmonia que reina em toda a habitação.

Um jardim interior num quarto torna-o mais sereno e ajuda a descontrair ao fim de um dia cansativo… E é um estilo que fica bem em qualquer divisão. Já imaginou um cenário assim na sua sala de estar? Está ao seu alcance consegui-lo. Veja as nossas sugestões para jardins de inverno.

O contraste de uma casa de banho preta!

E em total dissonância com o resto da casa temos uma casa de banho espantosa! O cinzento muito escuro (quase preto) das paredes e do chão é o contraponto perfeito a toda a brancura das outras divisões, e isso dá destaque a este compartimento. O mobiliário é no entanto branco, o que dá continuidade ao tema ao mesmo tempo que vinca a diferença. Também a forma da área é original, terminando num ângulo pronunciado, cortado por uma janela na vertical. Esta configuração em triângulo poderia complicar a disposição dos elementos da casa de banho, mas foi astuciosamente aproveitada para os alinhar numa das paredes e colocar o compartimento de duche na parte mais estreita do vértice.

Apaixonou-se por esta casa de banho invulgar? Veja mais casas de banho extraordinárias lendo o artigo ’Casas de banho para todos os gostos!’

Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!