Jardins ecléticos por 新美園

Os mais fantásticos caminhos de jardim

Rita Paião – Homify Rita Paião – Homify
Google+
Loading admin actions …

Não nos cansamos de falar do mesmo, de espaços ao ar livre e de lhe dar as melhores dicas para aproveitar ao máximo o que melhor temos nesta altura do ano – os dias mais amenos, a Primavera. Já lhe falámos de varandas, de terraços, de árvores de jardim, de mobiliário adequado ao exterior e hoje chegou a altura de lhe falarmos sobre as divisões e caminhos de jardim. Pode até ser algo que lhe passe ligeiramente ao lado e não tenha em atenção como realmente estes caminhos são importantes num jardim, seja ele grande ou mais reduzido. 

Estes caminhos e marcações podem ser além de funcionais (dividindo espaços e zonas) serem também bastante preciosos a nível estético. Não sabe ao que me refiro? Perceberá com facilidade quando vir a selecção de fotos para o artigo de hoje, venha daí!

Em grande

Estes caminhos e limitações feitos nos jardins de casa servem muitas das vezes para evitar que os proprietários precisem de pisar a relva constantemente, evitando o seu desgaste. O caminho projectado com placas de madeiras ou organizadas pedras, levam o proprietário ou visitantes desde a porta de entrada da rua à porta de casa, ou ainda da garagem à porta de casa. Em dias de chuva passar por cima de relva pode não ser a experiência mais agradável, podendo mesmo sentir os seus pés a enterrarem-se e a sujar os sapatos ao ponto de se ver obrigado a tirá-los à porta de casa.

Em pequeno

Ao contrário da imagem anterior, aqui o jardim é realmente de menores dimensões e a quantidade de zonas verdes menor ainda também. É certo que tratar de relva, de plantas e flores dá trabalho e requer cuidado e algum jeito. Assim sendo, quando maior for a área de outro material, como cascalho, pedras, ou superfícies em cimento ou madeira, menos trabalho terá de despender a cuidar do seu espaço ao ar livre.

Neste espaço de organização desorganizada, em que se percebe bem a diferença entre espaços, também é visível o crescimento selvagem de ervas e plantas. A zona elevada em deck proporciona  banhos de sol fantásticos e ainda refeições ao ar livre.

Mais oriental

Jardins ecléticos por 新美園
新美園

手水鉢周りを望む

新美園

De estilo mais oriental, este jardim com mais mistura de materiais do que plantas e natureza é caracterizado pelo seu ar mais frio e distante. Enquanto que nos anteriores se verificava o crescimento mais organizado ou tratado de relva, plantas ou flores, aqui estas são limitadas a zonas muito especificas e de reduzida dimensão. Existe uma maior percentagem de área coberta com cascalho de pedra, com placas circulares ou rectangulares de cimento, de rochas de variadíssimas dimensões, de superfícies de ardósia..de esculturas de pedra..etc, do que na realidade de plantas e do lado verde associado à natureza. Ainda assim percebe-se de imediato o caminho planeado pelas placas circulares.

Simples mas marcante

Numa moradia no Porto, o atelier português Barbosa & Guimarães, teve em atenção também o planeamento do jardim. Apesar do seu lado simples e pouco trabalhado, existiu a preocupação de guiar através de placas acimentadas, o morador ou visitantes, da rua ao interior da casa, sem ter de pisar a zona relvada. As placas foram colocadas de forma desorganizada, sendo umas mais compridas do que outras e ainda com afastamentos distintos entre as mesmas.

Um caminho sem fim

Este exemplo é totalmente estético. A sua forma em espiral acentua o lado circular do jardim e dá-lhe alguma originalidade e criatividade, mas neste caso, devido às estreitas pedras que formam o caminho, será impossível afirmar que se trata de um caminho, até porque o mesmo não o levaria a lado nenhum.

Jardim de Inverno

Há jardins que por terem acesso reduzido ou mesmo sem acesso, são projectados de maneira a darem pouco trabalho e pouca manutenção. Assim sendo, este exemplo destaca-se pelas duas cores usadas, preto e branco e pelos diferentes materiais que marcam e limitam zonas e áreas, ainda que sem função aparente.

Jardim de Inverno é aquele que fica entre paredes, entre vidros, que é visto do interior mas que não é usado nem frequentado para banho de sol ou refeições ao sol. Serve principalmente para deixar entrar a luz natural nos interiores e deixar perceber que tempo faz no exterior.

Uma escada, um caminho

Para terminar, ficamos com esta imagem que apesar de não bem o tipo de caminho de jardim que viemos a falar durante todo este artigo, poderá também ser considerado como um. Estas pedras irregulares formam uma escada e dão acesso à zona mais elevada ou mais baixa do terreno. Os muros e o ladeamento da habitação é feito também ele com o mesmo tipo de rocha e pedra e a vegetação aparece de forma desorganizada, aqui e ali.

Também tem em sua casa? De que está à espera?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!