Como tornar o seu jardim à prova de animais de estimação

Mariana Garcia – Homify Mariana Garcia – Homify
Loading admin actions …

Quando temos um animal de estimação, principalmente um cão, é natural que lhe queiramos oferecer o melhor para que tenha a melhor qualidade de vida possível. Apesar de não ser um requisito obrigatório, muita gente prefere ter um jardim para receber o patudo, para que este tenha um espaço exterior onde possa brincar à vontade. No entanto, o que acontece na maior parte das vezes é que esse mesmo jardim pode não estar preparado para a vivacidade de um animal como o cão – principalmente quando este ainda é pequeno. Mas fique descansado, porque se é esse o seu problema, o artigo de hoje fala exactamente sobre isso: como tornar o seu jardim à prova de animais de estimação!

Um jardim ou espaço exterior aumenta drasticamente a qualidade de vida do seu melhor amigo, nomeadamente se é uma pessoa com pouco tempo disponível para ir brincar com ele para a rua ou se não se sente seguro em soltá-lo num jardim público para que ele gaste as suas energias. No entanto, desengane-se se pensa que um espaço verde arranjado e cuidado é incompatível com as brincadeiras caninas – apenas precisamos de ter alguns cuidados para que ambos sobrevivam e convivam da melhor maneira!

O primeiro passo é acostumar os animais de estimação desde pequenos à existência do jardim e ensiná-los de que certas zonas não são zonas para brincar. Estude o seu comportamento e, ao reagir no momento certo, verá os frutos da sua educação no animal. Porém, quando estamos perante um animal adulto, ensiná-lo pode ser mais complicado… Qualquer que seja a sua situação, fique connosco e veja as dicas que lhe deixamos para aumentar o tempo de vida do seu jardim!

Superfície dos materiais

A primeira dica que lhe damos é ter em atenção a superfície dos materiais utilizados no seu jardim. A madeira é uma perdição quer para ser arranhada, quer para ser roída. É um material muito bonito, mas muito pouco resistente a animais de estimação. Em vez de adquirir um mobiliário bonito em vime ou madeira para o exterior, opte por cadeiras, mesas e, quem sabe, corrimões em metal que, podendo riscar-se, consegue cumprir o seu papel. Por outro lado, se conseguir abdicar da relva, uma excelente alternativa é pavimentar a área exterior com pedra, cimento ou outro material deste tipo. Evita assim buracos e o natural desgaste da relva às patas do seu bicho. No entanto, pondere bem a qualidade deste pavimento para evitar lesões e acidentes no seu melhor amigo.

Escolha as espécies certas de plantas e flores

Este costuma ser um dos maiores problemas: a resistência da flora à curiosidade dos animais. Mas aqui também o podemos ajudar. Árvores frágeis, que se agitam facilmente com o vento e que fazem barulho atraem instantaneamente gatos e cães. Assim sendo, optar por árvores mais altas, resistentes a impactos, rígidas e com folhas mais firmes é a melhor solução. Arbustos frondosos também são uma boa escolha. Procure sempre não chamar a atenção do seu animal para as espécies no seu jardim. Em relação a flores, também é possível tê-las, mas preferencialmente fora do alcance deles. Magnólias, hibiscos ou camélias embelezam perfeitamente o seu jardim, ao mesmo tempo que o fazem sem correrem riscos. Pode também optar por jardins verticais onde as flores estão em vasos.

Crie uma área específica para o seu animal

Jardins modernos por Stockhausen Fotodesign
Stockhausen Fotodesign

Moderner Gartenpavillion im nördlichen Ruhrgebiet

Stockhausen Fotodesign

O ideal é ter um bom relvado, onde o seu animal possa correr à vontade sem que isso seja uma ameaça para as suas patas e as suas articulações. No entanto, caso não tenha espaço ou o seu orçamento seja curto (e uma vez que um bom relvado pode sair caro quer em termos de elaboração, quer em termos de manutenção), pode optar por criar caminhos ou área empedradas. O importante é focar-se em não deixar terra livre e aparente, para que a atenção do seu patudo não se dirija para lá e não o desafie a esburacar até encontrar uma fonte de petróleo!

Cerque pequenas áreas para ervas aromáticas e especiarias

Jardins rústicos por Luiza Soares - Paisagismo
Luiza Soares – Paisagismo

MÃO NA TERRA, Belo Horizonte, 2015

Luiza Soares - Paisagismo

Se a sua ideia é ter pequenas zonas para semear ervas aromáticas ou especiarias, certifique-se que são áreas protegidas. Ainda assim, só este cuidado não chega. Lembre-se que o sistema olfactivo dos cães é superior ao dos seres humanos, pelo que o odor que estas ervas emanam podem atrair facilmente o seu bicho. Por isso, faça uma cerca resistente no perímetro da zona semeada ou pense em tê-las em vasos fora de perigo. Outra hipótese é criar uma horta vertical. Pode recuperar caixas de fruta, como na imagem, aplicá-las numa parede pintada de tinta imitadora de xisto e escrever legendas para cada uma!

Evite fazer jardinagem em frente ao seu animal

decoração - arranjos flores e frutas: Jardim  por COISAS DA TERRA
COISAS DA TERRA

decoração – arranjos flores e frutas

COISAS DA TERRA

Esta é um conselho a reter firmemente na sua cabeça: nunca faça jardinagem em frente ao seu animal. E porquê? A explicação é simples: como seu melhor amigo, vai querer ver o que está a fazer, vai enfiar o focinho onde não deve e vai descobrir num abrir e fechar de olhos como é tão divertido brincar com os bolbos que está a plantar! E isto tudo acontece por ser uma actividade física, com a agravante de ser realizada ao nível do chão, onde ele pode ver e bisbilhotar tudo. A curiosidade animal pode prolongar-se ao ver o que planta desaparecer debaixo da terra, levando-o a investigar este súbito desaparecimento…

Crie uma área resistente

Moradia Privada: Jardins rústicos por OpenGreen
OpenGreen

Moradia Privada

OpenGreen

Por último, crie uma área resistente ao seu animal. Pode ter um muro ou uma cerca suficientemente altos para que eles não saltem, devidamente fechados para que não se esgueirem; pode ser um jardim interior, se a arquitectura da sua casa o permitir; pode optar por uma estufa onde os patudos não entrem – a escolha é sua! Dentro do espaço e do orçamento que fez para o seu espaço exterior, encontre a melhor solução para ter as suas espécies preferidas sem que para isso as ponha em perigo ou ponha em perigo o seu melhor amigo!

O que achou das nossas dicas? O seu jardim já está preparado para o seu animal de estimação?
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!