Antes e depois: 5 magnificas fachadas portuguesas

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

A sabedoria popular diz-nos que o tempo não perdoa. Ou que cura tudo. Aqui, é o primeiro caso. Vamos mostrar-lhe o antes e o depois de cinco fachadas, todas portuguesas, todas distribuídas por vários pontos do país com uma arquitectura específica, desde as ilhas até ao Minho. Irá, por certo, reparar, que restaurar significa respeitar o património, respeitar a arquitectura local e o carácter original da casa, respeitar a envolvência não só em termos naturais, como no que às habitações ao seu redor diz respeito. Só assim se constroem sítios agradáveis em termos paisagísticos e os arquitectos responsáveis por estas intervenções sabem-no.

Se andar a pensar remodelar a sua casa ou intervencioná-la de forma mais profunda, então este artigo é perfeito para si. Surpreenda-se e, claro , retire algumas ideias!

1. Antes: danificada, mas com potencial

Comecemos por um projecto de reconstrução pelas mãos do atelier EVA | Evolutionary Architecture em parceria com o atelier Arquimla. Esta moradia de três pisos datada de 1898 encontrava-se em avançado estado de degradação e era urgente intervir. No entanto, a estrutura original da casa tinha potencial pelo que era importante manter a sua essência, adaptando-a a um estilo de vida mais actual tanto no exterior, como no interior.

Depois: recuperada, respeitando o património

É a mesma casa? É, pois. Foi-lhe devolvida a beleza que o tempo tinha apagado. A casa aparece agora devidamente tratada e pintada num tradicional tom rosa velho e o desenho da janela manteve-se abobadado, tal como o original. Os vãos das janelas e das portas foram substituídos para propiciar melhor isolamento térmico e acústico nos interiores. O telhado foi totalmente substituído para evitar problemas como a entrada de frio ou humidade.

No interior, os dois pisos inferiores servem como zona de serviço e comum da habitação e o piso superior, mais íntimo, está reservado aos quartos.

2. Antes: uma ruína madeirense

Casa Ribeira Seca:   por MSB Arquitectos
MSB Arquitectos

Casa Ribeira Seca

MSB Arquitectos

Vamos até à Madeira conhecer o restauro da Casa Ribeira Seca. Em boa verdade, já não se tratava de uma casa, mas sim de uma ruína. Ao longo de centenas de anos, a unidade sofreu várias ampliações. Todavia, os métodos de construções aplicados nessas intervenções não retiraram as características fundamentais da arquitectura típica da região. Era necessário recuperá-la sem que se permitissem desvios aos princípios arquitectónicos da história desta construção. Aplicaram-se, claro está métodos e tecnologias mais recentes para se chegar até ao resultado final que está prestes a conhecer. Curioso?

Depois: uma moradia luxuosa e integrada na paisagem

Casa Ribeira Seca:   por MSB Arquitectos
MSB Arquitectos

Casa Ribeira Seca

MSB Arquitectos

Irreconhecível. A intervenção ampliou a casa na sua fachada de maior dimensão e procedeu-se ao aumento da altura da torre. O forno característico da casa, que vimos destruído e invadido por vegetação na imagem anterior, foi recriado, tendo-se enriquecido a sua composição volumétrica. O terreno onde a casa se ergue não é plano. A ilha da Madeira é montanhosa e é frequente lá encontrarmos casas inseridas em socalcos. Neste caso, a moradia desenvolve-se em dois pisos. O de baixo destinado a lojas e arrumos e os de cima a habitação. A casa foi pintada em dois tons de vermelho e integra-se plenamente na paisagem natural que a rodeia.

3. Antes: Três tristes paredes

Recuperação e ampliação Vila Chã - Amarante:   por Bárbara abreu Arquitetos
Bárbara abreu Arquitetos

Recuperação e ampliação Vila Chã – Amarante

Bárbara abreu Arquitetos

Da Madeira, passamos para Amarante. Consegue ver potencial nesta imagem? Uma ruína completamente envolvida por vegetação selvagem, uma denúncia de casa que não nos deixa a saber muito sobre o seu passado. Em que é que o atelier Bárbara Abreu Arquitetos terá transformado esta casa? Vamos ver.

Depois: uma moradia moderna

Recuperação e ampliação Vila Chã - Amarante: Casas modernas por Bárbara abreu Arquitetos
Bárbara abreu Arquitetos

Recuperação e ampliação Vila Chã – Amarante

Bárbara abreu Arquitetos

E depois, uma interpretação moderna e um corte quase radical com o passado. Pouco havia a retirar da ruína que lhe mostrámos na imagem anterior que foi, todavia, mantida e reveste o exterior da zona que abriga a sala de jantar e que comunica com o exterior.

A habitação é composta por dois volumes e o preto e o branco são as cores prevalecentes. O formato angular do topo de ambos os volumes, a ampla zona envidraçada e a piscina trazem esta casa ao presente. O generoso jardim é uma área de lazer perfeita para os proprietários desfrutarem de agradáveis momentos ao ar livre.

4. Antes: em muito bom estado, mas antiquada!

Ao contrário dos três projectos anteriores, o estado de conservação desta moradia antes da intervenção era muito bom. Porém, tratava-se de uma habitação com laivos um tanto ou quanto desactualizados que em tudo beneficiaria se remodelada. Uma das principais qualidades da mesma é a vista privilegiada para a ria, a partir da fachada principal e para a praia, a partir da fachada posterior. Se acha que esta casa nem precisava de ser alterada, então prepare-se para se surpreender.

Depois: fresca e moderna!

Chegamos ao depois e parece que a casa passou por uma máquina do tempo. Mas, na verdade, aconteceu-lhe cair nas talentosas mãos da GAAPE – Arquitectura, Planeamento e Engenharia, Lda. que lhe deram uma nova vida.

O bege e o castanho das paredes e das madeiras foram substituídos por cores mais frescas e contemporâneas. A casa foi pintada num tom que se aproxima ao original, mas mais brilhante, e as madeiras foram escurecidas. No piso inferior, as pequenas janelas deram lugar a uma generosa área envidraçada e o telheiro que abriga a zona de entrada foi substituído por uma estrutura moderna. A porta é agora feita por via de ripas de madeira na horizontal. No piso superior, também se apostou em janelas mais amplas e, no topo, foi cortado parte do telhado para se inserir uma varanda – com uma guarda em vidro e não em madeira – que proporciona à suite uma vista para a ria.

Repare também no jardim. Outrora terra, agora relva cuidada e vibrante a compor o aspecto da fachada principal.

Depois: há vida nova em Braga!

Chalé das Três Esquinas: Casas ecléticas por Tiago do Vale Arquitectos
Tiago do Vale Arquitectos

Chalé das Três Esquinas

Tiago do Vale Arquitectos

O edifício triste e em mau estado que víamos na imagem antiga aparece agora pintado num vibrante tom em verde água, tendo também sido adequado à forma de viver contemporânea. As janelas em alumínio foram substituídas por caixilharia original, em madeira, e o beirado  minuciosamente trabalhado foi restaurado e pintado de branco. As portas, no piso inferior, são completamente envidraçadas, surgindo enquanto toque de vanguarda neste edifício pleno de História.

5. Antes: um chalé descaracterizado

Chalé das Três Esquinas:   por Tiago do Vale Arquitectos
Tiago do Vale Arquitectos

Chalé das Três Esquinas

Tiago do Vale Arquitectos

Acabamos o artigo em Braga com o “Chalé das Três Esquinas”. Segundo o gabinete responsável pela reconstrução, Tiago Vale Arquitectos, trata-se de um edifício único que combina a arquitectura e o desenho urbano típicos de Portugal no século XIX com uma influência alpina chegada a Portugal através de uma vaga de portugueses regressados do Brasil culturalmente influenciados por centro-europeus responsáveis pela segunda revolução industrial brasileira.

O “Chalé das Três Esquinas” foi concebido com anexo ao pequeno palácio a que se encosta no coração das muralhas romanas e medievais de Braga. O edifício usufrui de uma boa exposição solar e de luz natural ao longo de todo o dia. Porém, e como se pode ver na imagem, os anos passaram por ele, as pequenas intervenções que se foram fazendo descaracterizaram-no e urgia que lhe fosse devolvida singularidade e beleza. Assim foi.

Qual destas recuperações mais o impressionou? Deixe-nos a sua opinião na caixa de comentários abaixo deste artigo.
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!