Casas minimalistas: design de sonho!

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Google+
Loading admin actions …

O minimalismo, corrente arquitectónica do século XX, tem vindo a ganhar muitos seguidores apaixonados não só pela linguagem estética que lhe está inerente, como também pelo estilo de vida que proporciona. 

Mas, afinal de contas o que é o estilo minimalista ou, até mesmo, uma casa minimalista? É isso que vamos descortinar neste artigo no qual conheceremos um pouco mais detalhe dez projectos distintos espalhados pelo mundo.

O minimalismo é um estilo económico, simples e convidativo que se destaca pela criação de casas deveras iluminadas e organizadas. O lema principal é “menos é mais” o que, neste estilo, deve ser levado à letra. A paleta de cores restringe-se essencialmente ao branco, preto, cinza e também a alguns tons neutros como o verde, o azul ou o castanho. A decoração e o ambiente devem ser simples, ter linhas rectas harmonizadas com formas geométricas, criando algumas assimetrias que devem funcionar sempre na perfeição.

As casas minimalistas possuem grandes áreas abertas, com muitas janelas para que entre claridade e luminosidade. A arquitectura destas casas é linear, de ambientes mais estreitos, com planos perpendiculares e espaços vazios contemplativos. Os materiais utilizados em geral são o vidro, o inox, o metal, a madeira, o mármore, o granito e não faltam superfícies espelhadas.

Agora que conhecemos estas interessantes curiosidades, vamos descobrir dez incríveis projectos de casas minimalistas. Escolha aquela que poderá servir de inspiração para a sua futura obra. Quem sabe? 

1. Um cenário de filme

Casas minimalistas por ALEXANDER ZHIDKOV ARCHITECT
ALEXANDER ZHIDKOV ARCHITECT

Дом в поселке Брюховичи

ALEXANDER ZHIDKOV ARCHITECT

Grande, espaçosa, soberba e minimalista, esta casa conquistou-nos pelas suas linhas e arquitectura original. Gostamos tanto do projecto que era obrigatório incluí-lo neste livro de ideias. A cor branca, a madeira e o vidro caracterizam o minimalismo e são transversais a vários projectos dentro do estilo. Todavia, nenhuma casa é igual pois o trabalho, a minuciosidade, a originalidade e a assinatura pessoal de cada arquitecto tornam cada obra única. 

Neste caso concreto, o cenário que a casa integra realça, ainda mais, a sua estrutura. É impossível ficar indiferente à paisagem quase mística e feérica e à luz dourada que perpassa pelas janelas. Uma proposta do atelier Aleksandr Zhydkov Architect

2. A casa, a neve e a beleza

Na imagem que lhe apresentamos é possível observar uma casa minimalista envolvida pelo encanto do Inverno. A neve que a cobre confere-lhe um charme especial pois o branco faz sobressair ainda mais as suas características minimalistas e a paleta cromática da fachada que passeia entre o cinza e o negro. Uma casa com um desenho original, construída a partir de dois blocos perpendiculares, com dois tons distintos, onde o vidro predomina e deixa entrar toda a magia da natureza e da estação.

3. Uma casa ecológica

Aqui vemos que uma residência com grandes fundações e muitos meses de obra pode ser minimalista e ecológica. É uma pessoa que se preocupa com a preservação do meio ambiente? Nós também somos.

Esta casa foi construída em 2007 pelo estúdio português Artspazios. Trata-se de uma obra imponente e robusta que se enquadra na perfeição dentro do estilo arquitectónico de que falámos hoje. Neste projecto foram usadas a madeira e a pedra, materiais fundamentais quer pelo respeito em relação ao meio ambiente, quer pela forma simples como se ergue o edifício. A solução de uma casa minimalista pode, por isso, passar por uma ideia de casa pré-fabricada. O que lhe parece esta solução?

4. O sonho pode começar aqui

Este projecto assinado pela empresa Start Haus, da Rússia, traz-nos esta maravilhosa casa minimalista do norte da Europa. Nela conjugaram-se diferentes matérias primas, destacando-se a madeira, presente na caixilharia de todas as janelas, bem como na pérgola em frente à casa que surge como que em jeito de prolongamento do espaço interior. Todas as fachadas da casa foram revestidas com placas de pedra de cor cinza. Estamos perante ambientes harmoniosos, tanto pela cor da fachada, como pela presença da madeira e do verde de todo o jardim. Uma casa minimalista e, ao mesmo tempo, muito intrigante.

5. Uma bela casa com piscína

Casa S. Roque: Casas minimalistas por Urban Core
Urban Core

Casa S. Roque

Urban Core

Será parecida com esta a casa dos seus sonhos? Na verdade, tem tudo para que assim seja e, por isso mesmo, a partilhamos consigo. Esta casa projectada pelo arquitecto português Bruno Marques, construída numa área total de 600m², é bastante espaçosa, com áreas volumosas e vários espaços distribuídos em dois andares. As janelas ocupam grande parte das fachadas, criando imensos pontos de luz em todo o edifício. Como podemos ver pela janela, a decoração e a mobília são realmente reduzidas, deixando as áreas mais espaçosas e amplas.

Os jardins das casas minimalistas são também eles despojados de flores e decorações. Geralmente, possuem um relvado e pouco mais do que isso. A piscina acaba por ser, neste edifício, a cereja no topo do bolo, contribuindo para a elevação do projecto e oferecendo aos residente um espaço perfeito para desfrutar da vida em todos os momentos.

6. Em negro

Casas minimalistas por C95 ARCHITEKTEN
C95 ARCHITEKTEN

Privathaus bei Berlin

C95 ARCHITEKTEN

O audacioso projecto do estúdio C95 Architekten leva-nos, devido ao seu exterior cativante e impressionante, a desejar conhecer todos os recantos. Toda a casa de estilo minimalista foi revestida com madeira preta, criando um contraste muito interessante com a natureza que a envolve. As suas linhas arquitectónicas rectas também fogem das formas orgânicas e naturais do jardim. É uma moradia incrível, com áreas verdes convidativas, tanto pelas suas grandes extensões, como pelo espaço livre de qualquer detalhe ou ornamento.

7. Um projecto incrível

Casas minimalistas por Eldridge London
Eldridge London

Glazed facades and balconies to cemetery elevations

Eldridge London

Nesta casa, o arquitecto, Michael Stacey, explorou a utilização do vidro quer no interior, quer no exterior. O vidro deve ser usado de forma criteriosa com vista a propiciar uma boa entrada de luz, estrutura e comodidade. Quando nas mãos de um arquitecto inventivo e de um engenheiro habilidoso, pode também ser um elixir para olhos cansados. É o caso desta sublime moradia que se debruça num cenário curioso: um cemitério centenário e natureza frondosa. O design desta casa explora o espírito do lugar. É uma casa espaçosa que se ergue num espaço exíguo, tomando de empréstimo cada centímetro. Na base, encontramos as divisões serviçais da casa, bem como uma zona de arrumação. Os outros dois andares integram generosas áreas de estar, de lazer e de trabalho.

Ainda que se trate de uma obra de arquitectura moderna, o formato da casa em jeito de torre cria um diálogo e harmonia com o local.

8. Uma casa móvel

Vista Exterior: Casas minimalistas por Plano Humano Arquitectos

Uma casa móvel? É mesmo! Eis a grande surpresa neste artigo de casas minimalistas: uma casa móvel projectada para duas pessoas onde nada falta num espaço delicado, cheio de conforto, qualidade e estética cuidada. Uma espécie de kit pré-fabricado que pode ser montado ou construído e transformar-se na sua casa temporária ou de férias. Já pensou o que é ser proprietário de uma casa minimalista que vai para qualquer parte do mundo? 

9. O passado e o futuro

Uma casa minimalista localizada num bairro periférico da cidade da Guarda fez com que os arquitectos levassem em consideração algumas questões de espaço e arquitectura, uma vez que o local de construção era uma área restrita e havia, ainda, uma casa antiga e um bairro típico que deviam ser respeitados. Diríamos que o desafio foi superado pois o resultado final é arrebatador e dá-nos a certeza de que é possível ter uma casa minimalista mesmo no meio de diferentes espaços, cada um com as suas próprias especificidades. Fica assim provada a possibilidade de misturar conceitos e estilos arquitectónicos de forma inteligente e sem ferir as principais características do local de construção.

10. Espaço branco cheio de luz

O interior de uma casa minimalista é como que assim: arejado. Muito arejado. Tudo assenta na funcionalidade, na luminosidade e na criação de espaços com poucos móveis e objectos decorativos. Os móveis, aliás, quase se fundem com a estrutura da casa, as linhas na cozinha são rectilíneas, simples, sem que se vejam puxadores aparentes ou outras extravagâncias decorativas. A decoração é feita por via do essencial. 

Gostaria de cozinhar numa casa assim?

Gostou destes projectos? Qual a casa que o deixou mais impressionado? Deixe a sua resposta nos comentários. 
Casas modernas por Casas inHAUS

Precisa de ajuda com um projecto em sua casa? Entre em contacto!

Encontre inspiração para casa!